Cantinho da Daya: O Bom Sam




O Bom Sam foi lançado em 16 de maio de 2019 na Netflix,  onde alguém resolve ser uma “boa pessoa” doando dinheiro para algumas famílias sem revelar a sua identidade. 

A jornalista Kate Bradley (Tiya Sircar) sempre se entregou de corpo e alma as suas matérias e, devido a exposição excessiva, pois as matérias são perigosas (como entrar em prédio em chamas), o diretor do jornal resolve afastá-la para protegê-la dos perigos nas cenas. 



Sua nova missão é descobrir quem está doando cem mil dólares, deixando nas portas das pessoas, sem se identificar. Kate, com o seu faro investigativo, vai fazer de tudo para descobrir quem é esse doador misterioso, que ganhou o apelido de bom samaritano. Claro que vão aparecer pessoas querendo ganhar fama de bonzinhos, mas Kate é esperta e fica atenta a cada detalhe para não ser enganada.

Ela sempre mostrou ser uma ótima jornalista e essa matéria, que era para ser algo pequeno, torna-se algo estrondoso. O desenrolar da história é bem agradável para o expectador. 

Alguns temas são abordados superficialmente, deixando cenas e relacionamentos superficiais, como a relação de Kate e o seu pai e a aparição do par romântico quase no final da história. 

É uma história bonita, mas sem muitas reviravoltas e com cenas previsíveis.


Sinopse: Quando um misterioso bom samaritano, mais conhecido como "Good Sam", passa a distribuir 100 milhões de dólares para pessoas aparentemente aleatórias de Nova York, a repórter Kate Bradley (Tiya Sircar) é encarregada de descobrir a identidade e o motivo por trás das ações do sujeito. O que ela não esperava é ver a própria vida transformada dos pés a cabeça.

Nascida em 1982, baiana. Bacharel em Administração, trabalha na área financeira de projetos. É apaixonada por romance e suspense.

Nenhum comentário