Cantinha da Daya: Meu eterno talvez




O filme “Meu Eterno Talvez” traz a história de dois amigos de infância que se reencontram depois de muitos anos. Sasha e Marcus cresceram juntos, eram vizinhos e amigos para todos os momentos; quando chegam na adolescência percebem que sentem alguma coisa um pelo o outro, tentam algo e devido a frustração, afastam-se.


Sasha vai embora da cidade, constrói uma carreira e se consolida como dona de restaurantes famosos e requintados. Quando está perto do seu casamento, com um homem conhecido na mídia, eles resolvem viver novas experiências e se afastam... Sasha vai inaugurar mais um restaurante, mas dessa vez, na sua cidade natal.

Sasha e Marcus têm um encontro inesperado, mas percebem que ainda existe o sentimento estranho; a amizade não é mais a mesma. Sasha conseguiu conquistar os seus sonhos, mas Marcus ainda vive aquela vida simples, trabalha com o seu pai, mora na mesma casa e desistiu de todos os sonhos da juventude, namorando uma moça mais por comodismo que por sentimento.

Com o passar dos dias e alguns encontros, os dois percebem que o carinho da amizade ainda estava presente. Marcus sempre quis mais do que isso, mais do que uma amizade, mas Sasha sempre pareceu cega para isso...

É uma história leve e divertida. Difícil não se apaixonar e torcer para os dois amigos se descobrirem e se entregarem para esse grande amor.



Sinopse: Amigos desde a infância, Sasha (Ali Wong) e Marcus (Randall Park) se reencontram depois de anos separados. Quando ela volta para São Francisco para abrir um restaurante, os dois retomam sua amizade, mas rapidamente, Marcus se vê apaixonado pela chef de cozinha.

Nascida em 1982, baiana. Bacharel em Administração, trabalha na área financeira de projetos. É apaixonada por romance e suspense.

Nenhum comentário