A Mari viu: Os Smurfs e a vila perdida



Título no Brasil: Os Smurfes e a vila perdida
Título Original:Smurfs: The lost Village
Roteiro: Stacey Harman; Pamela Ribon
Lançamento: abril de 2017
Duração do filme: 1h30


Mesmo que nunca viu um filme ou desenho dos Smurfs poderá compreender o contexto geral, porque logo no início do filme o Papai Smurf faz um rápido resumo sobre quem são essas interessantes criaturas chamadas Smurfs, além de qual a história passada que os levou até o momento atual.

Cada Smurf tem como nome sua característica principal: Rabugento, Sabichão, Dengoso, trapalhão... Mas a Smurfet... Bem, ninguém sabe exatamente como defini-la. Sendo a única Smurf menina da vila inteira, ela acaba se sentindo “um peixinho fora d’água”.

Tentando animar a amiga, que está tristinha, alguns Smurfs a chamam pra brincar e é durante essa brincadeira que tudo muda na vida dos Smurfs.

Uma nova vila de Smurfs é descoberta. Uma que pode fazer Smurfete ficar mais feliz... Só que a vila está em perigo porque Gargamel, o bruxo malvado e desajeitado, também descobriu sobre ela e quer capturar cada integrante. Cabe à Smurfete e seus amigos salvar a nossa vida.

Produzido pela Sony Pictures Animation, o terceiro filme da saga desses fofíssimos seres azuis continua podendo ser encontrado no Telecine e no Googleplay. 

A aventura dos Smurfes e a Vila perdida é uma graça. Um filme cheio de bom humor, mas mensagens de amor, amizade e perseverança também, que vai deixar desde os pequenos até os adultos com um sorriso no rosto e lágrima nos olhos ao final.

Eu, que cresci vendo desenho animado de smurf na televisão, achei uma delícia o momento nostalgia e super recomendo!

Nascida em 1983, carioca, casa. Bacharel em Fonoaudiologia, licenciada em Letras-Inglês e pós graduada em Psicopedagogia. É revisora literária e autora da obra A Beleza de um Cacto.

Nenhum comentário