Cantinho da Daya: Filme Polar





Oi, pessoal!!

Estava procurando um filme para assistir e resolvi começar Polar, que foi lançado em 25 de janeiro de 2019. É um lançamento da Netflix, sendo uma adaptação da série de quadrinhos action noir de mesmo nome. O ator principal é a estrela Mads Mikkelsen, mas sinceramente nem isso salvou a história. Calma que vou contar...

Duncan Vizla, o personagem principal, passou a vida sendo pago para assassinar as pessoas e agora faltam poucos dias para a sua aposentadoria. Um homem frio, inteligente, solitário e calculista, que não imagina os planos de seu chefe para pouco antes do seu aniversário de 50 anos, o dia em que ficaria livre de ser um assassino profissional. 

Esses assassinos costumam receber uma quantia grande em dinheiro quando se aposentam, mas o chefe da máfia não tem interesse em ficar um centavo menos rico e já montou um plano para se livrar dos recém futuros aposentados. Vale ressaltar que normalmente esses homens não tem família, alguém para deixar como dependente dos seus bens e dinheiro. 




Vamos conhecer também Camille, uma jovem que demonstra que passou por algo muito sério e, devido a isso, vive uma vida solitária. Duncan acaba criando uma afinidade e cuidado com a garota. 

Eu achei a história violenta demais; uma violência muitas vezes sem sentido ou necessidade para o desenrolar da história. Outra coisa que me desagradou foi o chefão, bastante infantil para ser o cabeça de uma máfia que vive de assassinar pessoas. 

Ao menos o final do filme é muito bom e conseguiu diminuir as minhas frustrações, deixando parecer que vem uma continuação dessa história (embora eu não tenha certeza se eu veria a continuação de algo cuja única parte boa é o fim).








Sinopse: Duncan Vizla é um dos maiores assassinos de aluguel do mundo, mas por conta da idade avançada e da exaustão física e mental que trazem a sua profissão, o homem está em vias de se aposentar. No entanto, seus planos são interrompidos quando seu antigo chefe o convoca para uma missão trabalhosa. Ele precisa liquidar uma trupe de jovens assassinos sanguinários, mas a tarefa se mostra cada vez mais difícil.

Nascida em 1982, baiana. Bacharel em Administração, trabalha na área financeira de projetos. É apaixonada por romance e suspense.

Um comentário

  1. Excelente analise. Mas gostaria de acrescentar que, gostei das sequências de ação. Achei originais. E também achei interessante as cenas "picantes", apenas as cenas dd violência que também achei desmedida e o vilão realmente deixou a desejar, o que que para mimm tirou muitos pontos do filme. Parabéns pela análise.

    ResponderExcluir