Leituras da Mari: If Angels Burn


TÍTULO DA OBRA: If Angels Burn
AUTOR: Lynn Viehl
EDITORA: Penguin Group (EUA)
PAGINAS: 304
ANO: 2005


Verdade seja dita, se fosse apenas pela sinopse e a capa, eu jamais leria esse livro. Nenhuma delas me atraiu um pouquinho que fosse. Contudo, depois de mais de um ano com a Bel torrando a minha paciência para seguir a série com ela, resolvi sucumbir à leitura de Darkyn… E vamos nessa!

Cyprien Foi torturado pela legião de templários modernos e ficou completamente desfigurado. Por curar-se em velocidade assombrosa, precisava que o cirurgião capacitado e realmente veloz procedesse com uma plástica Cain e devolveria a visão e a capacidade de se alimentar via oral. A única que atendia aí esses requisitos era a doutora Keller.


Claro que, fora o resultado brilhante da cirurgia, nada mais saiu como planejado e um “acidente de percurso” Acabou transformando a vida da doutora Keller e virando a existência de Cyprien e John (o irmão dela) de cabeça para baixo.

Em pensar que tudo isso poderia ter sido evitado se a doutora apenas tivesse se dado ao trabalho de perguntar “porque precisa tão desesperadamente de mim?” no lugar de negar as súplicas de Cyprien e acabar sendo sequestrada por ele por causa disso.

A estrutura da história, pulando da doutora Keller para o irmão padre (John) e voltando, deixou-me um tanto agoniada e, algumas vezes, perdida; mas a história em si é interessante e envolvente. Apesar de ser um livro com a temática vampiro, é interessante ver como a questão do fanatismo religioso é capaz de induzir as pessoas a diversos erros em nome da fé.

E você vai lendo, vai lendo, e vai achando tudo bobo… Até que surge o capítulo final, lotado de ação e um banho de revelações de cair o queixo, e você resolve que amo livro e precisa ler a continuação.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Oi Mari,
    Não consegui entender muito bem a resenha, mas fiquei curiosa com o enredo, e dica de amiga são as melhores leituras kkkk

    Beijokas

    ResponderExcluir