Leituras da Mari: Tarde Demais - Colleen Hoover



Título no Brasil: Tarde Demais
Título Original: Too Late
Autora: Colleen Hoover
Editora: Record
Páginas: 320
Ano: 2018

Que livro bom!!!! 


Colleen Hoover, esta autora maravilhosa, resolveu dar um presente para seus fãs e disponibilizou, GRATUITAMENTE, este livro inteirinho no wattpad, conforme ia escrevendo, em 2016 (que foi quando eu li). Fala sério, a mulher é show, né?

O livro estava em inglês, o que era uma pena para quem não conhece a língua, e obviamente já foi retirado da plataforma. Felizmente, agora em 2018, a Record resolveu trazer para o Brasil a versão em Português. Vamos pra resenha?

Em Tarde Demais teremos a história de Sloan, uma garota que tirou a ficha errada e veio ao mundo com uma dose generosa de azar. Além de pais péssimos, de ter experienciado a morte de um irmão amado ainda muito nova e ser a única responsável pelo outro irmão, portador da Síndrome de Asperger, ainda acabou por cair nas mãos de um namorado abusivo, mas de quem dependia para sobreviver.

Asa é o tal namorado. Foi criado por um pai esquizofrênico que matou a mãe dele e ensinou que todas as mulheres não virgens eram "vagabundas" e que "vagabundas" não mereciam respeito ou confiança. Acabou tornando-se um dos maiores traficantes da região, sendo um homem bastante perigoso, que a polícia está tentando pegar. Ao descobrir que Sloan era virgem, fica completamente enlouquecido por finalmente achar uma mulher que não era "uma puta" (como ele costuma chamar), e desenvolve verdadeira fixação por ela. Ele a ama, e nada vai impedi-lo de ter o "felizes para sempre" que deseja, nem mesmo sua amada.

E aí temos Carter... Não vou falar muito sobre ele para vocês, porque qualquer coisinha a mais pode ser spoiler, mas uma coisa eu posso garantir: Apaixonar-se pela "mulher de Asa" e fazer com que ela se apaixone por você é uma combinação extremamente perigosa em um mundo onde Asa é parte integrante da relação.

O livro é MA-RA-VI-LHO-SO, como todos os dessa autora. A construção do personagem Asa e da Sloan são de tirar o chapéu, sério. Fiquei impressionada com a inteligência de Asa; em alguns momentos cheguei a vibrar com o quão esperto ele era, mesmo sendo para o mal. A força de seus delírios, e as explicações sobre seu passado, chegaram a partir meu coração algumas vezes, apesar de eu torcer para que ele viesse a ter uma morte lenta e dolorosa por ser, bem, ele. Quanto a Sloan... A força dessa personagem feminina é sem noção. Inteligentíssima, capaz de passar por cima de si mesma para preservar a vida daqueles que ama, uma sobrevivente.

Um livro de abalar as estruturas do leitor. Recomendo sem nem pensar duas vezes!

Obs.: Particularmente, gostei muito mais da capa original de Too Late, com tons de preto e vermelho, remetendo à toda tensão que esse livro tem. A capa do céu estralado pareceu muito calma, pacífica para essa história... Contudo, não sou capista; esse é apenas um pitaco.

Sinopse: a autora best-seller do The New York Times está de volta com um romance ainda mais sombrio, intenso e assustadoramente real. Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida. Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida. A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável. Colleen Hoover não tem medo de escrever sobre assuntos delicados e Tarde demais prova isso. Perpassando as formas mais cotidianas de machismo até as formas mais intensas e cruéis de abuso, a autora mergulha na espiral atordoante que é um relacionamento abusivo.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário