Cantinho da Daya: O Cisne e o Chacal (Na Companhia de Assassinos #3)


Título no Brasil: O Cisne e o Chacal (Na Companhia de Assassinos #3)

Autor(a): J.A. Redmerski
Editora: Suma das Letras
Ano: 2016
Páginas: 248

Oi, pessoal!

Hoje vou trazer a resenha do terceiro livro da série Na Companhia de Assassinos, da autora J. A. Redmerski. O Cisne e o Chacal relata a vida do personagem mais sombrio, Fredrik Gustavsson. 

No livro anterior, conhecemos um pouco da sua história. Soubemos que ele foi casado com Seraphina e viveram momentos perversos juntos. Ela foi a única mulher que Fredrik amou, mas misteriosamente a sua esposa sumiu e ninguém soube mais do seu paradeiro. 

Mesmo depois de seis anos, ele ainda não conseguiu tirá-la da cabeça e segue com o seu plano de encontrá-la. 
Em uma das suas investigações, Fredrik encontra Cassia e a salva de um incêndio. Ele sabe que Cassia é a única que pode ajudar a desvendar o mistério que envolve Seraphina, mas ela está sem memória, não lembra nada do seu passado, e Fredrik é obrigado a mantê-la por perto. 

Cassia mora um ano em cativeiro, escondida de todos, no porão da casa do Fredrik. Esses momentos juntos e o jeito meigo de Cassia acabam o abalando emocionalmente. Fredrik, o homem mais perverso da série, não sabe o que fazer em relação a esse sentimento. Ele só tem uma certeza: não pode deixar as duas vivas; se decidir amar uma dessas mulheres, vai precisar matar a outra e, com certeza, não será uma decisão fácil.

Juro para vocês que foi uma leitura densa e eletrizante, ainda mais quando a autora desvenda o mistério que estava envolvendo a vida de Fredrik. Nunca imaginei essa possibilidade, e a história se tornou ainda mais fascinante, impossível de largar a leitura até terminar. 

Eu sei que vamos conhecer o lado do amor de Fredrik, mas não espere um romance e um final emocionante com lágrimas de felicidade. Fredrik é um homem misterioso, com um passado obscuro e em todo momento mexe com o nosso psicológico.

Sinopse do Skoob: Fredrik Gustavsson nunca considerou a possibilidade de se apaixonar certamente nenhuma mulher entenderia seu estilo de vida sombrio e sangrento. Até que encontra Seraphina, uma mulher tão perversa e sedenta de sangue quanto ele. Eles passam dois anos juntos, em uma relação obscura e cheia de luxúria. Então Seraphina desaparece. Seis anos depois, Fredrik ainda tenta descobrir onde está a mulher que virou seu mundo de cabeça para baixo. Quando está próximo de descobrir seu paradeiro, ele conhece Cassia, a única pessoa capaz de lhe dar a informação que tanto deseja. Mas Cassia está ferida após escapar de um incêndio, e não se lembra de nada. Fredrik não tem escolha a não ser manter a mulher por perto, porém, depois de um ano convivendo com seu jeito delicado e piedoso, ele se descobre em uma batalha interna entre o que sente por Seraphina e o que sente por Cassia. Porque ele sabe que, para manter o amor de uma, a outra deve morrer.

Nascida em 1982, baiana. Bacharel em Administração, trabalha na área financeira de projetos. É apaixonada por romance e suspense.

Nenhum comentário