Cantinho da Daya: Insígnias - Karol Blatt


Título: Insígnias
Autora Nacional: Karol Blatt
Idioma: Português
Editora: Bezz
Ano: 2017
Páginas: 456




Oi, pessoal!

Hoje vou trazer a resenha do livro Insígnias, da autora nacional Karol Blat. É complicado escrever a resenha desse livro, pois narra uma história marcante, que em vários momentos me fez refletir.

A história se passa em 1942, quando os judeus foram perseguidos e muitos exterminados sem dó nem piedade. Nele vamos conhecer Hadassa, uma jovem judia que morava com os pais e a irmã mais nova; eles eram felizes e só queriam viver em paz. Contudo, as tropas alemãs nazistas não entendiam isso e invadiram a sua casa, destruindo tudo e levando a família dela para um campo de batalha. Chegando nesse lugar, a família foi separada e Hadassa levada como prisioneira para a casa do oficial Ahren Müller.

Mesmo sofrendo com a separação, Hadassa precisava fazer as coisas para poder não sofrer mais ainda nas mãos do ditador e dono da casa onde estava morando como uma escrava. Ela procurava trabalhar para não pensar na sua fome e dor daquele período tão cruel. 

Depois de um tempo, Hadassa começou a perceber que Ahren a tratava de uma forma diferenciada, mesmo sendo um homem frio, calculista e cruel. Até que chegou um momento e eles não conseguiam mais esconder o que sentiam um pelo outro. Para Hadassa foi difícil aceitar que existia algum sentimento verdadeiro por uma pessoa que a fez sofrer muito e derramou muitas lágrimas.

O amor deles não era aceito pela população, nem por parte dos judeus e nem pelos nazistas. O leitor também faz esse questionamento: como Hadassa poderia amá-lo depois de todas atrocidades que Ahren fez com ela? Pois dentro daquela casa, Hadassa passou por vários tipos de machucados que você possa imaginar e mesmo assim ela não conseguiu esconder esse sentimento por muito tempo.

Depois que Ahren percebe o mal que estava fazendo, é impossível o leitor também não se apaixonar por esse personagem e torcer para que eles consigam sobreviver a essa guerra e viver esse grande amor.

É impressionante o que a autora fez, escrevendo com riqueza de detalhes tudo o que os judeus passaram, não tornando a leitura cansativa. Eu lia e queria saber mais, muito mais.



Sinopse do Skoob: Será que um grande amor é capaz de vencer uma grande guerra? Para Ahren Müller, um jovem oficial das tropas de elite do führer com uma promissora carreira dentro da Alemanha Nazista de 1942, sua verdadeira guerra foi decretada no momento em que seus olhos cruzaram com os de Hadassa Belshoff, uma jovem judia que é levada como prisioneira para a residência de sua família na Polônia. 
Vítima de um dos períodos mais cruéis da história da humanidade, Hadassa Belshoff encontra-se num terrível impasse ao se tornar prisioneira na mansão dos Müller. Tendo sido separada da família e com o destino nas mãos de um ditador que causou o genocídio de milhões, ela precisa decidir se deve seguir a razão ou o coração, quando em seu interior começam a brotar sentimentos inesperados e proibidos pelo seu algoz.
Um amor pode nascer em meio ao ódio? Até onde é possível perdoar? Insígnias revela um amor construído em uma época difícil e por duas pessoas que estão de lados opostos em um conflito que marcou a história para sempre. Dois corações que podem representar tanto a salvação quanto a destruição um para o outro. Mas, acima de tudo, Insígnias é o relato da força de um sentimento verdadeiro que ousa crescer em meio ao sofrimento e que não titubeia mesmo diante da ameaça sufocante da morte.

Nascida em 1982, baiana. Bacharel em Administração, trabalha na área financeira de projetos. É apaixonada por romance e suspense.

Nenhum comentário