Leituras da Mari: O Resgate no Mar - Outlander, livro 3, parte II - Diana Gabaldon



Título no Brasil: O Resgate no Mar (Outlander #3, Parte II)
Título Original: Voyager (Outlander #3, Part II)
Autora: Diana Gabaldon
Idioma: Português
Editora: Arqueiro
Páginas: 656
Ano: 2017

Para quem ainda não conhece a obra de Diana Gabaldon, um aviso: cada livro é vinculado ao anterior, continuando exatamente de onde aquele terminou.

Claire inicia o livro em um dilema considerável: após descobrir que o improvável aconteceu, que Jamie Fraser sobreviveu à Culloden, Claire precisa resolver se voltará para seu amado no passado ou permanecerá no presente com a filha. Como a série é imensa e este é apenas o livro 03, não precisa de adivinho nem configura spoiler a escolha dela, concordam?


Nesse ponto preciso avisar: quem ainda não leu a sinopse feita pela Arqueiro para esse livro, não leia! Ela tem um spoiler ENORME!

Após o comovente encontro do casal, Claire depara-se com uma situação que, bem, é melhor vocês lerem para descobrir. Personagens a quem o leitor deu amor e todo o coração irão cravar uma faca nele sem dó nem piedade. Desnorteada e sem saber o que fazer (a Claire e eu), pois a terceira travessia pelo círculo de pedras foi ainda mais dilacerante que as anteriores e ela tinha consciência de que uma quarta provavelmente a mataria, começa a andar sem rumo até que o não mais "pequeno Ian" a encontra e lhe dá uma informação de gelar os ossos.

Esse é apenas o início do livro, que vem repleto de aventuras e com um ritmo bem mais intenso que a parte I.  Na tentativa de ajudar a família a sair de mais uma enrascada, as coisas saem do controle. Um problema puxa o outro, e com o roubo do tesouro das focas, seguido do sequestro de Ian por mercadores de escravos, Claire e Jamie precisarão voltar ao mar para tentar salvar o sobrinho de um destino terrível.

"Toda lenda tem um pé na verdade"

No trajeto, tanto eles quanto os leitores irão se deparar com personagens inusitados, confrontos, perseguição, reencontro, amor... Além de todos os percalços do caminho, o casal terá ainda que enfrentar uma vida de informações não compartilhadas que estará se interpondo entre eles e se revelando das formas mais inconvenientes possíveis. 

"Você vai me aceitar e se arriscar com o homem que eu sou agora, em nome do homem que conheceu?"

Apesar de todas as aventuras dessas mais de 500 páginas, essa questão do relacionamento deles, de terem que se conhecer novamente para reconstruírem o relacionamento e a confiança de anos antes foi o ponto alto da obra para mim.

Não será nada fácil encontrar Ian e a descoberta de se ele será resgatado vivo ou devolvido morto para sua mãe é adiada pela autora até os momentos finais. A última parte do livro, o plot twist oficial (porque Diana adora montar mini twists ao longo das páginas), reserva surpresa para o leitor e o final... Independente de ter sido feliz ou triste, foi a cara da autora e faz o leitor questionar o que mais ela poderá estar tramando para o livro 04. 

Diana Gabaldon, você é má com o meu pobre coração de leitora, mas eu realmente amo a sua escrita!

Sinopse da editora: A extraordinária saga continua.Claire Randall finalmente conseguiu voltar no tempo e reencontrar Jamie Fraser na Escócia do século XVIII, mas sua história está longe do final feliz. O casal terá que superar muitos obstáculos, de fantasmas a perseguições marítimas, mas o principal deles são os vinte anos que se passaram em suas respectivas épocas desde a última vez que se viram.
Se a intensa paixão e o desejo entre eles parecem não ter diminuído nem um pouco, o mesmo não se pode dizer sobre a confiança. Jamie agora é um homem endurecido pelo que aconteceu após a Batalha de Culloden.
Claire, por sua vez, precisa lidar com o segundo casamento de seu amado e suportar a saudade de Brianna, que ficou sozinha no ano de 1968.
A união dos dois será posta à prova quando o sobrinho de Jamie for sequestrado. Juntos, eles precisarão singrar pelos mares e cruzar as Índias Ocidentais para resgatá-lo, provando mais uma vez que nada é capaz de deter uma história de amor que vence as fronteiras do tempo e do espaço.

Nascida em 1983, carioca, casa. Bacharel em Fonoaudiologia, licenciada em Letras-Inglês e pós graduada em Psicopedagogia. É revisora literária e autora da obra A Beleza de um Cacto.

Nenhum comentário