Devaneios da Bel: Segredos de Sangue


Título: Segredo de Sangue
Título original: I Khow a Secret
Páginas: 350
Autor(a): Tess Gerritsen
Tradução: Roberto Muggiati
Editora: Record
Ano: 2017

Sinopse Goodreads: Um antigo crime volta para cobrar mais vítimas no novo caso da detetive Jane Rizzoli e da legista Maura Isles.Cassandra Coyle, 26 anos, roteirista e produtora executiva de filmes de terror independentes, encontrada morta na cama de seu quarto com os dois globos oculares arrancados e deixados na palma de sua mão esquerda.Timothy McDougal, 25 anos, contador, encontrado morto na véspera do Natal num píer com três flechas enfiadas em seu peito nu.Dois homicídios completamente distintos com uma única relação: a causa da morte é uma incógnita. Resta à detetive Jane Rizzoli e à legista Maura Isles solucionar o mistério antes que o assassino faça sua próxima vítima.

Considerada escritora de terror policial, Tess Gerritsen criou uma série literária com duas mulheres como protagonistas. Mulheres poderosas, humanas. Elas sofrem, amam, perdem. Não tem superpoderes e não tentam competir com homens, aliás, sofrem assédio e bullying, mas se saem com cérebro e não com vitimismo. As personagens principais parecem pessoas de verdade, elas têm amigos, discutem, amam, torcem, vibram. Não posso falar sobre o seriado televisivo, assisti quatro ou cinco episódios da primeira temporada e nada mais.

Aqui temos o 12º livro das personagens Rizzoli e Isles, a detetive e a médica legista que mais resolvem crimes nos últimos tempos. O melhor da escritora é tanto faz ler como parte da série ou como um romance separado. Sem ficar repetitiva ou recorrente, mas em todos os livros as personagens são apresentadas e suas características reforçadas.


Outro ponto favorável para a escritora é que ela sempre nos surpreende. Mantém o mistério e mesmo quando toda a história parece resolvida ela aparece com novas pistas e “suspeito insuspeito”. A motivação também é trabalhada de modo a ser crível para os leitores.

Pode parecer pela sinopse que se trata de um livro cheio de “sangue e vísceras”, mas a pesquisa de Tess, que é médica, apesar de agora se dedicar exclusivamente à literatura, é tão bem-feita que não existe necessidade de descrições que enojem os leitores. Sem contar que ela quando usa os termos técnicos sempre coloca uma explicação.

No romance atual, Segredo de Sangue, o assassino é a pessoa que eu menos esperava, e os motivos estavam tão óbvios que foi surpreendente que ninguém tenha descoberto na primeira citação. Os crimes não parecem crimes reais, as vítimas não parecem assassinadas, apesar dos detalhes cruéis. A trama não é centrada no esclarecimento dos crimes, mas também na vida das protagonistas e em outro crime, muito mais antigo, muito mais cruel, muito mais indigesto.

Tess Gerritsen simplesmente acertou mais uma vez, com uma trama rápida, de fácil compreensão e leitura instigante. A tradução está correta, com uma adaptação da narrativa, ao invés de uma simples tradução, e o português está dentro do esperado. Uma leitura mais do que recomendada para quem aprecia um bom Thriller Policial.


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário