Postagem Temática: Deadlocked – Série Sookie Stackhouse Vol. 12 – Charlaine Harris



Título: Deadlocked (Sangue Impetuoso – edição portuguesa)
Título Original: Sookie Stackhouse #12 – Dead Reckoning
                         Southern Vampire Mysteries # 12
Autor(a): Charlaine Harris
Número de páginas: 327
Idioma: Inglês
Editora: Gollancz, Victor Limited
Ano: 2012
Gênero: Fantasia


Pois é, Bill voltou e com força total. Até mesmo vai ajudar a pobre e (nada) inocente Sookie a livrar a cara do namorado de uma grave acusação de assassinato.
Certo, a acusação é estranha, as circunstâncias da morte são suspeitas, mas é um caso envolvendo Eric e Sookie, então nada poderia ser fácil ou simples.
Para quem não tem o hábito de acompanhar fofocas sobre literatura internacional talvez não tenha ficado sabendo que originalmente a série de Charlaine Haris teria apenas 10 livros. Não que ache que apenas se aplica uma série com mais de 2 livros, mas como falei na resenha anterior: Sable Hunter tem 9 séries – em andamento – com 60 livros no total (até o momento em que escrevo). Bella Andre tem 57 livros em 11 séries, e os Sullivans não param de crescer. Então acho que os 14 livros da Charlaine podem entrar na categoria apenas.
O problema é que como eram 10 livros, teríamos um final espetacular no livro 10, com Sookie sofrendo uma enorme decepção com Eric, mas o perdoando e entendendo o ponto de vista dele. Casamento vampírico com direito a todos os sobrenaturais reunidos. A autora assinou contrato para mais 3 livros – se são mais três por quê você vive falando em 14 livros? Porque tem ainda:
  • One Word Answer (Sookie Stackhouse, #5.1);
  • Bite (Anita Blake, Vampire Hunter, #8.5; Sookie Stackhouse, #5.1; Undead, #2.5; Mageverse, #1.5);
  • A Touch of Dead (Sookie Stackhouse, #4.1, #4.3, #5.1, #7.1, #8.1);
  • The Sookie Stackhouse Companion (Sookie Stackhouse, #10.5);
  • After Dead: What Came Next in the World of Sookie Stackhouse (Sookie Stackhouse, #13.5).

Nos Estados Unidos alguns desses “contos” e histórias soltas foram lançadas junto com outros livros. Aí olhando as caixas lançadas nos EUA, temos 14 livros no total. Confuso, eu sei.
Voltando.
Deadlocked marca um ponto de virada importante, mesmo sendo claramente o ponto alto da derrocada da série – tanto nos livros quanto no seriado da HBO – porque os personagens que foram bem-construídos – gostando ou não de Sookie é nítida a coerência da personagem. A raiva que sentimos dela não é por sua perfeição, mas vem justamente do fato de ela ser imperfeita. Ter dúvidas, errar feio, escolher o parceiro errado. Sookie parece aquela nossa amiga que está sempre metendo os pés pelas mãos.
Em Deadlocked isso fica claro quando escolhe Bill – de novo – e aceita a ajuda do cara que já mostrou não ser confiável, honrado. Em uma entrevista Charlaine afirmou ter se arrependido de criar o envolvimento de Eric e Sookie, porque esse era o final lógico do romance, por isso ela precisou separá-los, mas vamos pensar seriamente? Com tantos machos alfa deliciosos – Alcide não conta, porque no livro ele é mais cachorro do que lobo – a loira telepata precisava correr para os braços de Bill? Pisada mais do que errada na bola.
Vou parar por aqui porque se falar mais alguma coisa sobre o livro vou começar a ofender a autora, no estilo: Dinheiro é bom, mas dignidade também é, ou, precisava mesmo estragar a série?
Momento spoiler: Além de uma receita de torta de batata doce, que era de sua avó e dura cerca de 5% do livro, com Sookie chorando sobre as batatas, temos o final da série aqui. Sim, senhoras e senhores, a autora conta com quem a doce, telepata, ingênua e muito preocupada com seu bronzeado Sookie vai terminar o livro.

Sinopse Goodreads (Portugal): Sookie tem um homicídio para investigar. Uma rapariga morre numa festa de vampiros e tudo indica que o culpado seja Eric, o seu namorado. Eric jura-se inocente, a polícia não acredita e até Sookie tem dúvidas. E não sente grande vontade de aceitar a sua palavra depois de o apanhar a saborear o sangue da vítima minutos antes da morte. Mas algo estranho se passa. Porque lhe pediram que chegasse à festa fatídica alguns minutos mais tarde apenas para o surpreender em flagrante? E porque «temperou» a vítima o seu sangue antes de se aproximar de Eric? Terá sido apenas por querer ser irresistível ou haverá um motivo mais sinistro? Sookie terá de descobrir... mas é o pior momento possível para investigar, numa altura em que a sua família fae vive um momento problemático e Sookie acaba por se ver inevitavelmente arrastada. Há ainda uma última complicação: o cluviel dor que a avó lhe deixou. Conceder-lhe-á um desejo que poderá tornar real a maior aspiração do seu coração. O único problema é que ainda não sabe o que o seu coração deseja realmente. Ou quem...


Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Oi oi!
    Sinceramente, fiquei um pouco perdida na resenha, muito por não conhecer a série e por já estar no volume 12. Uau! Tem que ter muita história pra contar com tantos livros assim hahah
    Me incomoda um bocado quando uma série tem mais de 4 ou 5 livros, por isso acho que não lerei, mesmo parecendo ligeiramente interessante a Sookie.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bel! Eu até conheço a série porque uma amiga minha é super fangirl com ela e ela assistiu à série que passou na TV. Particularmente, não curti com quem a Sookie ficou no final, mas fez sentido quando minha amiga contou os "motivos". rsrs
    Em todo o caso, não é uma série que eu teria muita paciência de ler (por isso pedi os spoilers rs).
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir