Resenha: Vampiros em Dallas (Sookie Stackhouse #2)



Título: Living dead in Dallas
Título Original: Sookie Stackhouse #2 – Living dead in Dallas Southern Vampire Mysteries # 2
Autor (a): Charlaine Harris
Número de páginas: 256
Idioma: Português
Editora: Arx
Ano: 2010
Gênero: Fantasia

Enquanto o livro 1 – Morto até o Anoitecer – foi a apresentação do “elenco principal”, e por isso tivemos uma história ágil, até mesmo corrida, nesse livro 2 temos um trabalho melhor sobre os personagens e começamos a entender suas personalidades.
Sookie sai da interiorana deslumbrada e passa e compreender que seus poderes podem ser um dom, que podem ser usados para ajudar e não apenas para deixá-la atormentada.
A grande desvantagem desse livro é que ele deixa o primeiro parecendo um Prólogo de 300 páginas. Isso porque ele ata todas as pontas soltas e explica as situações do anterior.
A ação começa quando o cozinheiro do Merlotte’s é encontrado morto dentro do carro do xerife Andy – sim a participação de Lafayette termina no segundo livro, essa é uma das diferenças entre livro e série – Sookie está disposta a usar sua telepatia para descobrir porque mataram seu companheiro de trabalho.

Para complicar ainda mais as coisas temos um vampiro – o morto vivo do título original – que desapareceu em Dallas, o que faz com que eles peçam ajuda ao xerife da 5ª região, o enorme viking Eric, e coisas (ainda mais) estranhas acontecendo na pequena e nada pacífica cidade de Bom Temps. Uma mênade – uma personagem da mitologia grega, ligada às festas de Baco, o deus do vinho. O problema é que as festas da bacante andam levantando o que de pior as pessoas têm dentro de si. 
As ideias e brincadeiras da autora, por exemplo como os vampiros viajam de avião ou navio, as empresas que os servem e como os humanos são subordinados a eles, são engraçadas e boa parte originais. 
Quando começarem a ler prestem atenção em como a autora dá um ar de bom moço ao Eric – que no seriado era o mal encarnado – e deixa o caráter de Bill em aberto. 
Agora um conselho: se não é chegado em sexo descrito e em quantidades absurdas, ignore os livros, fiquei cansada só de ler quantas vezes Bill e Sookie transaram nesse livro, e não será diferente nos próximos.




Sinopse: Após o lançamento de um “sangue falso”, vendido em bares e supermercados, os vampiros não precisam mais morder os humanos e podem finalmente viver em sociedade. Será que a convivência com esses habitantes noturnos será amistosa? Todos os vampiros agora são bonzinhos? A garçonete Sookie Stackhouse, namorada de um vampiro e dona de um humor irônico e sutil que só aqueles que ouvem pensamentos alheios podem ter, é a protagonista desta apaixonante e misteriosa coleção.

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. oi ^^
    particularmente eu gosto mt dessa série, li apenas os 3 primeiros até agora e fico chateada apenas com algumas coisas. ex: a morte do lafayette, mano ele é maravilhoso no seriado e aqui morre rapidinho ç.ç
    tirando alguns detalhes gosto da série e pretendo terminar de ler. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Pelo que entendi de sua resenha parece que esse livro é um romance bobinho por causa dessa descrição de sexo que você fala. Além do mais a primeira capa me deu a impressão que é para criança por que ela é toda desenhada "acho que você me compreende do que estou falando, né?".

    Sua resenha é ótima e bem direta! Gostei bastante do modo que você descreveu a história e sinceramente não sei se leria, mas quem sabe um dia eu não dê uma oportunidade, pois curti muito o que você falou.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito de histórias desse gênero e com essa temática, mas estou mais acostumada a vê-la nos filmes, e não lê-las.
    Eu leio poucas histórias fantásticas e tenho uma vontade enorme de ler mais, mas infelizmente eu não tenho tanto tempo assim.
    Gostei demais das obras sugeridas, mas vai ter que ficar pra uma próxima vez.
    A forma como você estruturou a postagem também ficou muito bem feita.
    Nunca tinha ouvido falar desses livros.
    Achei a divulgação bastante original!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Gosto bastante dessa série, mas como você disse as cenas de sexo são tantas que as vezes cansa!! Hahaha Também concordo que Sookie é bastante deslumbrada da vontade de dar uns tapas!!! kkkk
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  5. Oi Bel,
    Apesar de adorar fantasias não consegui me interessar pela leitura da coleção. Nunca tinha ouvido falar sobre eles e achei a história um tanto quanto confusa, sem nem mesmo saber definir se o livro é realmente fantasia, se é policial ou hot. (acho que é os três).
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Ainda não conhecia essa série, mas pela sua resenha acredito que não leria por agora. A questão de ter cena hot não me incomoda, mas quando esse fato é mais abordado do que o enredo mesmo aí fica maçante.
    De qualquer forma, sua resenha está com bons apontamentos e deu pra se ter uma boa noção da história.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Hello!!
    Ainda nao me animei a ler nadinha dessa serie.
    Sabendo que sexo vai ser igual mato, ja me desanima tb.
    Acho que no final vou apenas ver a serie mesmo.
    Mas foi bom saber mais sobre Vampiros em Dallas, nem sabia que existia antes e sempre é legal conhecer mais.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Sou apaixonada pela série, mas ainda não tive oportunidade de ler os livros, até porque traduzido é difícil achar todos. Eric sempre ganhou meu coração, e adorei esse ar de bomzinho desde o início HHAAHAHA tanto que off, Alexander virou um dos meus autores favoritos <3 Adorei a sua resenha e espero que continue gostando no resto. As cenas de sexo infelizmente parece característica desse universo específico hehe
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir