Resenha: Ethan, o amante secreto



Título: Ethan, o amante secreto
Autor (a): Patrícia Rossi
Número de páginas: 451
Idioma: Português
Editora: Independente
Ano: 2014

Uma história simples, sem grandes reviravoltas e eventos inacreditáveis, com os clichês bem trabalhados. Graças ao talento e ao dom da autora, que consegue envolver e cativar o leitor, o livro tem o tipo de narrativa que não cansa.

Ethan conta a história de Aléxis, secretária em uma empresa de paisagismo, Ethan, o alvo do desejo desesperado de Amanda, a chefe de Aléxis, a terceira perna de triângulo.

Mesmo que a dona da empresa onde trabalha, seja o pior exemplo de profissional, Aléxis a admira, quer um dia ser tão bem-sucedida quanto ela. Enquanto isso não acontece ela banca o ‘faz tudo’ da megera, que usa e abusa da paciência e boa vontade da jovem. Até o dia em que manda Aléxis entregar uma carta de reconciliação, a atração instantânea entre ela e o ex-amante da chefe, ajuda com que a jovem descubra sua força interior e comece a mudar, tornando-se uma pessoa mais segura, mais assertiva.


Patrícia Rossi não foca apenas no romance entre o casal principal, mas explora, mesmo que não se aprofunde muito, dois problemas sérios para quem trabalhar fora: o assédio moral – Amanda é uma megera de conto de fadas – e abuso de poder – a chefe usa e abusa das ideias e realizações de sua secretária.

As pouco mais de 400 páginas são leves, a leitura rápida e envolvente e as cenas quentes descritivas. Falando sobre as cenas de sexo, algumas pessoas podem se sentir incomodadas com a quantidade de cenas e narração em torno dos lençóis do casal principal, mas essa é a tendência dos livros eróticos atuais, muita descrição e em bastante quantidade. Contudo, Patrícia tem um jeito de escrever que cativa os leitores, mantendo a atenção presa a trama, mesmo os que não gostam muito de ler as descrições e acham que isso pode atrapalhar a trama acabam conquistados.

Os personagens foram bem construídos, principalmente Aléxis, que começa insegura, tentando ser invisível, mas que no decorrer da história se descobre e muda de maneira definitiva, crescendo aos olhos de quem lê.

Um livro rápido e que deixa um gostinho de quero mais.


Sinopse: Quando Aléxis foi incumbida de entregar um recado de sua chefe para o ex-amante, ela foi contrariada. Mas quando conheceu Ethan Marcus, sabia que estava entrando em problemas. Principalmente porque não esperava se sentir atraída de forma tão instantânea por ele. O grande problema era que Amanda Shepherd, sua patroa, o queria de volta! E Aléxis precisava muito daquele emprego, pois sonhava subir na empresa.Ethan Marcus é um cara tranquilo que se vê encantado com a doce e encabulada secretária de sua pegajosa ex. Aléxis Morgan é simplesmente linda e sexy, apesar de se esconder sob roupas que não a favorece. Ele precisa provar daqueles lábios perfeitos, conhecer cada curva escondidas em seus trajes sóbrios, mas a garota é difícil. Não que ele vá desistir por isso...- Eu sabia – ele murmurava, quando fez uma pausa para respirar. - que essa sua boca tinha um gosto delicioso... - Ethan... – ela protestou... Precisava se afastar. - Shhhhhh! – ele a silenciou, segurando sua cabeça entre as mãos. - Não fale, não pense... só beije-me!
Leia resenhas de outras obras da autora clicando nas imagens abaixo: 


Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Ainda não conhecia a obra, fico feliz que tenha trazido a nós a resenha. Gostei de saber que os personagens são bem construídos e de ver que eles desenvolvem, principalmente Aléxis. Que bom que o livro é leve e que você gostou, mas não curto muito o gênero.
    Vou indicar para minhas amigas que curtem, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi oi! Não conhecia a autora e o livro, mas achei bacana a história, embora clichê. Triângulos amorosos são interessantes haha gosto de ver no que dá.
    Me incomoda ser erótico, por eu não gostar, mas como você disse, se a autora faz isso de forma legal, acho válido.
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Olá adorei a capa do livro, gosto de leitura do gênero mais nesse momento não estou nessa vibe, adorei a resenha escrita simples e de fácil entendimento, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Gostei dessa parte em que mostra o relacionamento de trabalho abusivo, acho muito tratar disso em livros e outras formas de entretenimento como filmes por que muita gente não sabe que isso é crime. Mas não sei se leria não sou muito chegada em hots.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Bel
    Se a narrativa é fluída mesmo com a quantidade de páginas, acho que vale a pena. Só não gosto quando tem muitas cenas hots. O problema não é ser descritiva, é ter muitas e muitas rs. Gostei de ver sua opinião.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  6. Olá! Geralmente não priorizo romances eróticos, mas a recomendação me deixou esperançosa. Como a maioria aqui, gosto quando a autora sabe equilibrar os elementos, sem deixar enjoativo, vulgar ou criar um relacionamento que não soa real. Pelas suas palavras, vou encontrar o contrário de tudo isso e uma excelente opção de leitura. Obrigada pela dica! Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Gente juro que não sabia que eram a mesma autora. Sempre tive curiosidade de ler Zane, e com Ethan não deu outra coisa. Gosto dos "novos" eróticos quando bem trabalhados, mesmo sendo clichê (afinal qual romance não é?!). Adorei e ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Tenho o livro Zane dessa autora, mas ainda não tive oportunidade de ler. Mas através da sua resenha, acredito que vou gostar da escrita dela. E com certeza, vou colocar esse livro na lista. Adorei a estória. Darei uma chance assim que adquirir ele.

    Beijs
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  9. Oi, flor.

    Muito legal esse livro e muito bom ver que nossas autoras nacionais estão se saindo bem no meio literário. Gostei muito da premissa da trama, mas fiquei um pouco incomodada sobre as excessivas cenas sexuais. Vou colocar esse livro na lista de leituras e espero gostar. Amei sua resenha e sinceridade!

    Beijos.

    ResponderExcluir