Resenha: Ascensão da Meia-Noite (Midnight Breed 4)


Título: Ascensão da Meia-Noite (Midnight Breed #4)
Título original:  Midnight Rising
Autor(a): Lara Adrian
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Páginas: 352
Tradução: Luís Protásio


            Como mencionei nas resenhas dos primeiros livros, o laço entre um vampiro da Raça e sua Companheira é inquebrável, exceto pela morte de um dos dois. Rio, protagonista de “Ascensão da Meia-Noite” sentiu na pele esse rompimento da maneira mais dura; a traição.
            Agora ele tem marcas pelo corpo e uma dor profunda na alma. Está acabado, perdeu a vontade de viver. Rio não é sequer a sombra do forte e encantador espanhol que conhecemos no primeiro livro da série.
Quem melhor que uma “Bella”, no caso Dylan Alexander, para devolver a uma “fera ferida” a vontade de viver? É o que acontece quando essa jornalista enxerida entra onde não deve, em busca de uma grande história que pudesse publicar no tabloide sensacionalista em que trabalha, tirando-o do exílio autoimposto.

“Mas a repórter que havia nela despertava sua curiosidade em saber o que poderia realmente encontrar no interior da rocha. Presumindo que se pudesse confiar na palavra de uma mulher morta, quem seria a pessoa que precisava de ajuda?”

Na literatura contemporânea existem várias releituras de “A Bela e a Fera”, eu mesma já li várias. Esse volume de “Midnight Breed”, apesar de não ser bem uma releitura, traz o inconfundível plano de fundo desse clássico.
Como é característico da autora, toda uma tensão em torno de Rio já havia se formado desde o início da série e, por isso, era meu livro mais esperado; não me decepcionei, amei o livro.
Durante a maior parte da história, o mocinho vampiro da vez está muito longe de ser um herói. Enterrado na autocomiseração, comete erro após erro e não está em sua melhor forma. Só mesmo uma mulher impetuosa e atrevida como Dylan para tirá-lo do eixo e fazê-lo voltar à vida, isso em meio a uma áurea de mistério e aquela dose de ação já esperada.
 Apesar da apatia de Rio, a forma como a “cura interior” dessa “fera” acontece é bonita, e o romance é muito doce, romântico; ele é definitivamente um vampiro amoroso, rsrsrs.
           Como venho fazendo nas resenhas dos volumes anteriores, destaco o que mais me encantou neste: a ambientação.

"O declive era cruel, e o caminho, no mínimo, duvidoso. E, embora a vista de lá provavelmente fosse espetacular, ela realmente não tinha a menor vontade de se reunir à sua amiga fantasmagórica no outro lado."

Toda a série é bastante dinâmica nesse sentido, a autora nos transporta dos Estados Unidos à Praga, da Alemanha ao Canadá, num piscar de olhos criando uma “atmosfera” bastante diversificada e, para nós brasileiros, muito diferente, com descrições simples, mas suficientes para que nos sintamos lá: bem-vindos aos pubs da República Tcheca, às cordilheiras e florestas da Boêmia, região histórica da Europa Central.
Recomendo esta viagem!


SINOPSE SKOOB: Em um mundo de sombras e escuridão, o desejo é a arma mais mortífera… Para a jornalista Dylan Alexander, o que começa como a descoberta de uma cripta oculta acabará se transformando em uma espiral de violência e mistério que colocarão sua vida em perigo. Mas nada é mais perigoso do que o homem ferido e extremamente sedutor que emerge das sombras para carregar Dylan e um mundo sombrio…
Irado por causa de uma traição, Rio é um guerreiro que empenhou a vida na luta contra o exército de Renegados. Ele não permitirá que nada atrapalhe seu caminho – muito menos uma mortal que pode pôr em perigo a existência da Raça, ameaçada agora por um sombrio mal que despertou de sua letargia eterna.
Repentinamente, Dylan não consegue mais resistir ao toque de Rio, e descobre que eles estão unidos por laços fortes. Ela deverá escolher: deixar o reino da meia-noite ou arriscar tudo o que tem por esse homem que lhe mostrou o verdadeiro sentido da paixão e os infinitos prazeres do coração…

Leia resenhas dos livros anteriores da série clicando nas imagens abaixo: 



Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Sabe que nunca li uma releitura de A Bela e a fera? E nem sei quanto tempo faz que não leio um livro sobre vampiros, acho que esse livro é a combinação perfeita para mim hahahha.
    Estou encantada com a premissa, principalmente o fato de o vampiro não ser bonzinho logo de cara, acho que isso é o que estava faltando mesmo.
    Vai para a minha lista de desejados já.
    ótima resenha

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a série de livros e apesar de fugir de livros com vampiros, fiquei interessada ao saber que tem um toque de A Bela e a Fera nesse.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  3. Oii! Adoro histórias de vampiro, ainda mais uma que parece uma releitura da Bela e a Fera. Fiquei bem triste pelo Rio e espero que ele possa amar de novo através da Dylan. Sua resenha está ótima, eu nunca li nenhum livro dessa série,mas fiquei bastante curiosa em conhecer, também achei muito bom a autora detalhar mais os lugares onde os personagens principais visitam. Obrigada pela dica, e já adicionei essa série à minha lista. Bjss!

    ResponderExcluir
  4. Oi,oi!
    Já tinha visto as capas dos livros,as nunca tinha lido nenhum resenha. Pareceu interessante.
    Legal saber que é uma releitura. Está bem na moda isso né?
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Oiii tudo bem?
    Realmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, por isso irei pular a dica, mas fico feliz que tenha trazido a resenha para nós, quem sabe algumas amigas minhas iriam adorar ler e assim adquirir a obra.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Ainda não conheço a série mas histórias com essa temática sobrenatural tendem a me atrair. O lance das mudanças de localidade parece ser bem legal tbm, dica anotada

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Eu adoro essa série! Já faz alguns anos que li até o volume 5, mas tenho até o 7.
    Confesso que parei de ler devido a demora da editora em trazer os próximos volumes.
    Mas, confesso também que, sua resenha me fez ter vontade de reler os livros e esperar pelos próximos. *_*

    Lara Adrian realmente nos conquista!

    Beijo!

    ResponderExcluir