Resenha: O último dos Canalhas



Título no Brasil: O último dos Canalhas Canalhas #2)
Título Original: The Lastion Hellion
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 304


O último dos canalhas, segundo livro da série Canalhas (primeiro livro O príncipe dos Canalhas - leia resenha aqui), conta a história do Duque de Ainswood, também conhecido como Vere, e da Jornalista Lydia Grenville.

No momento em que Ainswood e Grenville se conhecem, ela está perseguindo uma mulher que alicia meninas inocentes para a prostituição. Para salvar a garota que está sendo arrastada pela vilã, ela quase atropela nosso querido Canalha. A briga entre eles é hilária, terminando com Vere nocauteado (literalmente) pela impetuosa jornalista.

É claro que todo relacionamento literário que começa com socos, em livros de romance, culmina em uma paixonite sem precedentes. rsrs


Ainswood é de uma famosa família de canalhas, mas que recentemente desgringolou para a bondade, sendo ele o último remanescente da herança do nome. Ele nunca quis realmente ser um duque e nem estava próximo na cadeia de herança do título, mas devido à uma série de traumáticas mortes de todos que chegavam ao posto, acabou "sobrando para ele". Devido aos traumas vividos pelas perdas, sua única meta de vida é vivera canalhice ao máximo, nunca vindo a casar ou constituir família.

Lydia Grenville é uma mulher forte e independente que, em uma sociedade patriarcal e machista, conseguiu incutir respeito ao próprio nome ao trabalhar na área de jornalismo. Ela é o exato oposto das mulheres da época: só se veste de preto e toda coberta, quase como uma freira; fuma, bebe e fala o que vier à mente sem importar a quem está se dirigindo; entra em absolutamente todos os lugares, nem que para isso precise se disfarçar de homem, etc...

Os embates entre esses dois são ótimos, bastante divertidos mesmo. O romance é leve e ainda temos uma aventura bem construída, para o estilo de livro, envolvendo sequestro, prostituição e tentativa de assassinato... Além de uma corrida de vigas com algo enorme em jogo.

Os personagens estão muito bem caracterizados e trabalhados sem ficar cansativo ou redundantes, e ainda temos um bônus: Lorde Belzebu e sua esposa, protagonistas do livro anterior, fazem aparições mais do que especiais nesse livro dois.

Gostei bastante da leitura! Fluida, agradável, com uma linguagem simples e clara, perfeita para relaxar e sonhar.



Veja onde comprar no site da editora, clicando aqui


Sinopse do Skoob: O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.

Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação. 

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi Mari.
    Eu amo esses livros! Estão na lista dos melhores de época que já li. As histórias são fluidas, bem humoradas e os personagens além de cativantes, são inesquecíveis!
    Bela resenha. Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir