Resenha: Simplesmente o paraíso (Quarteto Smithe-Smith #1)


Título no Brasil: Simplesmente o Paraíso (Quarteto Smithe-Smith #1)
Título Original:  Just LIKE HEAVEN  
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 272
Ano: 2017

Ano após ano o quarteto mais dissonante da história se apresenta no palco improvisado da casa dos Smithe-Smith. A família seguia apenas duas regras: só mulheres da família tocam no quarteto e elas têm que deixá-lo caso se casem (ou morram, como diria Sarah).

Todos os ouvintes que vão para a tortura anual, digo, para concerto, fazem-no ou por pena das meninas, para dar apoio moral, pois "as pobrezinhas não têm ideia do quão ruins são" ou por não saberem que a música é tão ruim. O que eles não sabem é que elas tem total e absoluta noção... Bem, todas menos Daisy, mas ela não vem ao caso nessa resenha.


Honoria Smithe-Smith ama a família mais do que qualquer coisa e é exatamente por isso que, ano após ano, ela se submete a tocar no quarteto, para manter a tradição que sua mãe e suas tias tanto amam, mesmo que a cada concerto as chances dela de conseguir um casamento diminuam consideravelmente.

Em mais um ano de temporada em Londres, ela começa a entrar em pânico com a ideia de virar uma solteirona. Nos anos anteriores todos os potenciais pretendentes desistiram "do nada", o que a deixou completamente confusa.

Marcus Holroy prometeu a Daniel, irmão de Honoria, que a protegeria dos interesseiros e péssimos pretendentes a marido enquanto o amigo estivesse "exilado". Ele apenas não contava se apaixonar por sua protegida, o que complicou e muito a situação.

Marcus é uma versão um pouco mais apagada de Simon Basset, de O Duque e Eu, da série os Bridgertons, dessa mesma autora. Forte, decidido, traumatizado por seu passado solitário e desprovido de amor paternal... A diferença é que enquanto Simon era ativo e popular, Marcus é introvertido. Essa personalidade combina bastante até com Honoria, que é meiga, bastante família e até meio caseira.

O primeiro livro do quarteto Smithe-Smith traz o foco no romance, na descoberta do amor através do conhecimento e do medo da perda, na coragem e na força que tiramos, nem sabemos de onde, para salvar a vida daqueles que amamos. 

Ficou curioso para conhecer mais a história desse casal? Então não perca tempo e corra para ler Simplesmente o Paraíso.



Veja onde comprar o livro no site da editora, clicando aqui.

Sinopse do Skoob: Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.
Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.
Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado.
Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família.
Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente

Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Só li um livro da Julia Quinn, mas todos amam né? Estou super curiosa! Estou na vibe romances de época, entao esse está na lista! Adoro mocinhos fortes! Linda resenha, bjinnnns

    ResponderExcluir
  2. Oi! Poxa, nunca li nenhum livro da Julia Quinn, mas sempre tive muita curiosidade desde que ouvi falar sobre Os Bridgertons.Amei sua resenha e me interessei pela história que parece ser bem envolvente e divertida,a capa é simplesmente linda mas antes de conhecer a família Smithe-Smith eu vou tentar ler as outras obras da autora. Bjss!

    ResponderExcluir
  3. Ain.... Que história mais fofa! Amei... Eu adoro Julia Quinn, li Os Bridgestons rapidinho e me apaixonei pela escrita dela. Ahhhh, tenho certeza que vou amar essa série....

    Bjssss

    ResponderExcluir
  4. Ola Mari eu terminei de ler esse livro essa semana e amei a delicadeza da história e da escrita da Julia, que nessa série está ligeiramente mais leve. As capas estão lindas, adoro acompanhar protagonistas que antes de qualquer coisa são amigos e descobrem o amor. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Romance de época não é um gênero que gosto, mas admiro a Julia por arrebatar tantos leitores.
    O que destaco na resenha são as moças musicistas. Tadinhas... pq ninguém fala que elas tocam mal ou não as salva, hahaha.
    Já li resenhas de todos os livros da série, então boa sorte Honória!
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu não sou fã de romances de época, até tenho uma certa curiosidade com a série anterior da autora, mas essa não me animou não :/

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Eu tentei, mas romance de época não é minha praia. Todo mundo fala tanto desses livros que até fico curiosa, mas aí: Romance de época kkkkk

    Vou ficar só com as resenhas e spoilers da Mari!

    bjsss

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Só falta um livro para terminar essa série, e adorei o que encontrei na trama. Cada um dos livros achei bem fofinho, e espero gostar do último livro da série. Julia quinn é uma das minhas favoritas.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Oi, eu não tenho muito interesse nas histórias da autora, não por nada, mas não é meu estilo. Só que eu acho um sarro esse quarteto e de tanto ouvir falar dele - e da autora também -, tô começando a pensar que posso ler o algum livro dela só para ver se vou gostar mesmo ou não, kkk

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mari
    Sou muito fã da Julia Quinn e doida para ler essa nova série. Gosto justamente porque a autora foca no romance, na verdade isso é uma característica do gênero, né?
    Gostei da resenha, espero não demorar para ler.

    Blog Livros, vamos devorá-los?

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Gosto muito do gênero romance de época e sendo um livro da Julia Rainha Quinn, quero ainda mais. Estou ouvindo coisas muito boas em relação a essa nova série da autora e já estou roendo as unhas de curiosidade para conhecer a história melhor.
    Amei essas capas!

    ResponderExcluir
  12. Heiii, tudo bem?
    Amooooo demais romances de época! Já li mtos e em todos eu fiquei suspirando pelo casal.
    Esse ainda nao li, mas já tenho o livro aqui e já li mtas resenhas bem positivas que so aumentam a minha vontade de ler logo.
    A capa é um show a parte, todas sao lindas demais, fica lindo demais na estante.
    Gostei da resenha, vou tentar ler o quanto antes.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Sou mega fã da escrita da Julia Quinn e sei que qualquer coisa que essa mulher escrever, vou adorar. Que bom que o foco do primeiro livro é a descoberta do amor, gosto de ver esse desabrochamento dos personagens. Ainda vejo opiniões bastante divididas sobre a série mesmo, mas como fã sempre darei chances. Ótima resenha <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Sou completamente apaixonada pela escrita da Julia Quinn e não vejo a hora de ler essa série. Deve ser realmente complicado para as meninas conseguirem um pretende ao participar desse quarteto desprovido de talento, rs.. Gostei de saber que o mocinho lembra o Simon, sou louca pelo personagem e provavelmente irei amar Marcus. Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir