Resenha: Mechas Vermelhas - Gabriel Ellan


Título: Mechas Vermelhas
Autor Nacional: Gabriel Ellan
Ano: 2016
Páginas: 144
Editora: Arwen


Olá, pessoal! Hoje eu vou trazer para vocês uma resenha de mais um nacional que foi lançado no fim do ano passado e eu tive o prazer de ler.

O livro é bem fininho e a leitura dele é rápida, mas não deixa de ser emocionante. Nós somos levados a conhecer o Jacob Williams Ellan (notaram o trocadilho com o nome do autor?), um garoto que mora no interior, na cidade de Danvill e decide ir fazer faculdade em Citadel. Chegando lá, ele se encontra em um novo mundo, a procura de realizar seu grande sonho: o de estudar música.

O personagem tem uns momentos de deslumbramento que chegam a ser cômicos. Ele descreve Salford (a faculdade) de um jeito que beira o irritante, porque você pensa: garoto, você nunca viu uma faculdade? Bom, pelo jeito não!

Jacob acaba fazendo um único amigo na faculdade, o seu colega de quarto, John, e é claro, conhece uma moça muito bonita, dona de adoráveis mechas vermelhas, cujo nome ele descobre ser Magie Donovan.



capa linda!

A partir de então teremos um mocinho apaixonado pela Senhorita Donovan que parece esconder muitos mistérios. Magie perdeu os pais em um acidente e desde então não foi mais a mesma. Ela acabou reprovando o ano na faculdade e está sempre taciturna, mas Jacob não desiste de tentar uma aproximação, pois ele acredita que entende a dor dela. Jacob perdeu o pai em uma enchente em Danvill e em vários momentos temos reflexões dele de como as pessoas lidam com a perda. Sério, gostei muito dessas partes, são bem intensas e nos fazem realmente voltar os olhos para dentro de nós e nos causa empatia com o personagem.

Jacob conta para Magie sobre sua experiência com perdas e é nessa vibe que os dois acabam se aproximando. Porém, se as pessoas acham que vai ser mais um romance fofo de jovens universitários... bem, estão enganadas. O livro dá uma reviravolta inesperada e passamos a segurar a mão de Jacob e o encorajar a seguir adiante com o seu propósito. Devo dizer que o romance entre os dois é muito sensível, delicado e intenso. Isso foi uma assertiva do Gabriel. Eu gostei muito.

Outra particularidade é que o livro está sendo escrito por Jacob, então temos várias imersões no presente, onde ele descreve como é estar escrevendo a história de Magie Donovan, a garota das mechas vermelhas. Também temos um apontamento do autor (Gabriel) explicando o que ele quis passar com o livro que nos leva a entender até o motivo de o personagem carregar o mesmo sobrenome que ele.

É um livro rápido de ler e a história pode até ter esse plot de clichê, mas eu gostei bastante. Rendeu momentos de risadas e de reflexões, de tristeza e perseverança. Não sei explicar, só sei que simpatizei com o Jacob. Principalmente porque quando eu estava lendo,acabei tendo uma perda na família, então com certeza me influenciou a gostar da história, que acabou me prendendo do começo ao fim. 

O único pecado, digamos assim, é que o livro é muito rápido. Não dá para nos apegar muito aos fatos, pois como Jacob é um "escritor iniciante", ele tenta narrar tudo de uma vez. Sem protelações. Para pessoas que não gostam de enrolação, está perfeito! Mas eu, como gosto de um drama bem cheio de emoções, senti falta de mais páginas.

No mais, foi uma leitura muito fofa, gostosa e eu indico para quem gosta de romance e clichês. Se você não curte... então aconselho a pular a dica porque você não vai conseguir entrar na história!

É isso pessoal, até a próxima!


Quer comprar esse livro? Então clique aqui
Sinopse da contracapa: Depois de muito lutar, Jacob Williams deixou para trás seu passado marcado pela dor. A música teve uma grande influência para que seguisse em frente, mas para continuar se dedicando à sua paixão, ele vai para Citadel e ingressa no curso de música da renomada Salford.
Nessa nova etapa de sua vida, Jacob conhece Magie Donovan, uma garota de mechas vermelhas e um passado tão triste quanto o dele, mas que ainda não o superou. Comovido com a dor de Magie, o garoto decide ajudá-la e com a aproximação, nasce mais do que uma amizade, mas uma revelação pode mudar todo o percurso do que era para ser uma simples história de amor.


Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Oi, Leticia
    Eu não ligo para clichês, desde que sejam bem desenvolvidos. Ouvi falar bem desse livro já e sei que leria se tivesse oportunidade. Que bom que a história vale a pena e te conectou com os personagens. Uma ótima dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você possa ler, Le, ele é muito fofinho!

      Excluir
  2. Oie, a Arwen tem livros muito bons. Já tinha ouvido falar desse mas não tive a oportunidade de lê-lo. Eu amo clichê, até porque eu gosto muito de Romance e romance nada mais é que clichê, não é mesmo?!
    Já coloquei na lista porque ele é fininho então dá pra ler rapidinho.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Eu gosto de livros assim, que nos levam a sentir as mais diferentes emoções. E ainda é uma leitura rápida, sem ter enrolações na trama.
    Adorei essa indicação!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você ler, espero que goste, porque eu gostei muito!

      Excluir
  4. Oi Letícia, tudo bem?

    Não conhecia a obra e nem o autor, e embora tenha achado a história bem clichê, tenho certeza que leria. Assim como você também amo um drama bem elaborado, então provavelmente também sentiria falta disso na história. Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, esse foi só o ponto que achei que podia ter sido mais elaborado mesmo. De resto, amei!

      Excluir
  5. Olá, tudo bem? Nossa apesar de ser clichê, é romance, então sim dica anotada <3 Não conhecia o autor, mas gostei bastante da premissa e dessa questão do livro ser bem pessoal para ele. Talvez eu tenha achado a história um pouco confusa, mas a medida que vamos lendo tudo vai se desvendando. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, ele não é nenhum pouco confuso, ele é bem direto, Carool. Se você chegar a ler, vai entender.

      Excluir
  6. oie
    Que capa linda.
    gostei da sinopse e de sua resenha. vou anotar a dica para leitura futura.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Não conhecia a obra, mas achei a premissa bem bacana, como você mesma disse tem um quê de clichê, porém se for bem desenvolvido não vejo problema algum nisso. Achei essa capa muito linda e quero muito ter essa edição na estante.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, o livro físico tá uma belezinha! Ele é fininho e bonitinho, hahaha adoro livros bonitos e a história é linda.

      Excluir