Resenha: O Fabricante de Bonecas


Título: O Fabricante de Bonecas
Autor: Raíssa Azevedo
Editora: Chiado Editora
Número de páginas: 112

Vamos começar pelo final da avaliação. Eu gosto do trabalho gráfico dos livros da Chiado. Normalmente – porque não conheço todos os livros da editora, então não posso dizer que são todos assim – usam papel pólen, isso para quem tem dificuldade de enxergar, como eu, é uma maravilha, não cansa a visão.

Agora, falando sobre o livro. A história da Raíssa me pegou, não de cara, logo na primeira frase do primeiro capítulo. É um livro envolvente e empolgante, que não dá vontade de largar até que se descubram todos os segredos, mistérios e becos sem saída criados pela autora.


A história de Edward Nachios é trágica: o homem que perdeu a mulher que amava, e que se culpa por isso. Na esperança de colocar alguma ordem em sua vida, ele encara o legado de sua família e continua a tocar a loja de seu pai, fabricando bonecas – daí o título do livro.  Edward tem um “amigo”, que também é cliente e algoz, o contraponto. Tom não chega a ser um vilão, mas está longe de encarar o papel de mocinho da história – isso é função de Edward.
Os personagens secundários são um contraponto forte na narrativa, sustentando a história e mantendo o fio condutor sem perda de compreensão. Com a complexidade de Edward, isso é um trabalho e tanto.

Fiquei tão fascinada com a história que a li em apenas um final de semana, o que não é nada complicado, já que o livro é “pequeno” (são apenas 112 páginas), construído com capítulos curtos e fáceis de compreender.

O encadeamento de ideias e a conclusão do livro são ímpares, além de não deixar pontas soltas.

Leitura mais do que recomendada.




Sinopse: Após o trágico acidente com a sua noiva Amy, o famoso fabricante de bonecas, Edward Nachios passou a encontrar bonecas desconhecidas em seu ateliê. Esse mistério se agrava quando ele encontra Ágata: uma boneca de tamanho e aparência humanas, a qual passa a despertar novos sentimentos , pensamentos e sensações no fabricante.

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Olá
    Gostei bastante da sinopse, parece ser um mistério be intrigante, e bonecas são uma das rarissimas coisa que me dão arrepios. E ainda tem essa relação estranha entre esse dois amigos, fiquei bem curiosa.Dica anotada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, entendo perfeitamente. Eu detesto palhaços. Eu e o Sam e Supernatural kkkk.

      Eu amei o livro, a escrita da Raíssa é bem envolvente.

      Excluir
  2. Gente, esse título me chamou a atenção kkk fiquei muito curiosa e você fez uma resenha simples mas que me instigou. Agora preciso desse livro kkk Socorro!!!

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzane,

      o livro é ótimo mesmo, gostei bastante da leitura.

      Excluir
  3. Olá!
    A resenha ficou um pouco curtinha e não pude sentir muito da história, mas pareceu bem interessante.
    Porém, gostei do seu comentário sobre os personagens secundários serem fortes. Adoro isso nas histórias.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Michelle.

      Sou da teoria de que menos é mais, se posso falar sobre o que gostei ou não, em poucas palavras não preciso enrolar e fazer textos enormes. Até tenho inveja de quem consegue escrever laudas e mais laudas de texto, mas não é meu caso.

      Excluir
  4. Oi Bel!
    Que legal que você se envolveu tanto com a leitura.
    Confesso que a obra não atrai minha atenção. Apesar da complexidade do personagem, não curti muito a premissa não, então vou passar a dica dessa vez.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, David. Eu esperava um romance daqueles bobos, sem grandes emoções. Raíssa me surpreendeu demais.

      bjss

      Excluir
  5. Olá,
    Desconhecia a obra, mas já fiquei com os olhinhos brilhando só de saber das partes gráficas.
    Depois saber que há vários mistérios a serem descobertos e é muito bom saber que a autora não deixa pontas soltas e que o desfecho é ímpar.
    Fiquei bem intrigada e adorei sua resenha.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele, menina... Raíssa criou uma trama intrincada. Sem spoiler, mas o final é de tirar o fôlego kkkk

      Excluir
  6. Oiii!!

    Eu não conhecia o livro e fiquei feliz em conhecer o enredo por você. É sempre bom saber de novas obras. A história parece ter sido bem construída. Ótima dica!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana.

      O enredo é uma delícia e a leitura é bem rapidinha. Vale a pena conferir.

      Excluir
  7. Oie, fiquei com a sensação de que você não deu tantos detalhes do livro para não escapar algum spoiler, e isso é bom. Atiçar a curiosidade funcionou. Quero saber mais sobre ele. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beta, qualquer coisa que eu fale é um spoiler e tanto do livro kkkk Acertou na sensação.

      Excluir
  8. Já faz um tempinho que tenho curiosidade pelo livro da Raíssa, não sou do tipo que se sente atraída pela sinopse, mas por algum motivo esse consegue despertar minha imaginação e conferir a sua resenha só me deixou ainda mais curiosa!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem.

    Uma perda sempre é difícil, ainda mais quando se tem este sentimento de culpa. Deve ser um drama envolvente, ainda não conhecia o romance e nem a autora.E é bem curtinho né? leituras de uma sentada.

    Beijos

    ResponderExcluir