Resenha: Zane - Patrícia Rossi


Título: Zane
Autora Nacional: Patícia Rossi
Editora: Charme

Idioma: Português
Ano: 2016
Páginas: 350


Conheci a autora no segundo livro, Zane, e li por indicação de uma amiga – que vai me perdoar porque não me lembro qual delas foi.

Sim, o livro é um romance com grandes doses de erotismo, mas ao contrário de outros autores, Patrícia usa isso de maneira mais sensual, menos mecânica. Ela fala sobre adultos que se envolvem e que em algum momento acabam fazendo sexo. Gosto pessoal? Prefiro esse tipo de narrativa, mais adulta, mais coerente.

Zane Hudson, o herói que dá nome ao livro, é um mecânico, restaurador de motos, músico, tatuado com um passado conturbado (desculpem, mas qualquer coisa que eu conte sobre o passado dele é um spoiler sem tamanho para quem ainda não leu). O importante aqui é que o cara tem um bom coração, não se deixou afetar por perdas e abandono – isso resolve parte do enigma sem dar pistas do que estou falando.


O par romântico dele é Quinn Armentrouth, uma legítima representante das classes mais abastadas da sociedade, mas nem por isso uma deslumbrada sem cérebro. A heroína é dona de uma loja e tenta, ao máximo, viver sem o dinheiro – e consequentemente sem a interferência – da família. Eles se encontram, acabam se envolvendo e vivendo situações que vão de engraçadas à tensas, passando por sequestros, brigas e perseguições.

A escrita da autora é envolvente, bem costurada e seus personagens – bem construídos – evoluem durante a trama. O motoqueiro tatuado tem uma evolução encantadora durante todo a narrativa, surpreendendo os leitores. Quinn passa de uma “menina rebelde” para uma mulher determinada ao longo da narrativa.

Mais um ponto positivo para a autora? Ela aborda de maneira bem educativa e instrutiva o tratamento para dependência química: os passos necessários, os traumas, o cotidiano de um adicto. A narrativa dela vai além de um romance cor de rosa com pitadas de erotismo, traz informações relevantes que podem ajudar outras pessoas.

Leitura mais do que recomendada.


Sinopse Skoob: Zane Hudson.
Motoqueiro.
Músico.
Tatuado.
Apadravya...
Ele sabe o que é abandono.
Ela já foi traída.
Eles pertencem a mundos diferentes.
Mas nem por isso a química entre eles é menor. 

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Essas capas desses livros já matam a gente antes de qualquer coisa né rs...
    Confesso que não leio erótico, justamente pelo motivo que você abordou é muito mecânico, parece que os escritores copiam e colam. massa se esse livro tem um diferencial vou arriscar :)
    Beijos,
    Juliana.
    http://www.fabulonica.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Daya. Tudo bem?
    Gostei muito de ler suas impressões do livro. Ele já está na minha lista e fiquei feliz de saber que a autora se aprofunda na história.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Bel!
    Adoro romances eróticos e quando é mais romantizado, ainda mais porque me envolvo de cabeça na leitura.
    Adorei conhecer o livro e sua resenha.
    "O conhecimento chega, mas a sabedoria demora."(Alfred Tennyson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir