Dia das Crianças

Resultado de imagem para Dia das crianças


Reconhecido e celebrado em vários países do mundo, a data tem sua origem em 1925, durante a Conferência Mundial para o Bem-estar da Criança em Genebra.

Muitos educadores defendem que o melhor presente é sempre o que desperta a imaginação das crianças. Como somos um blog literário, que tal dicas clássicas para os pequenos?

Nada de Disney, vamos de livros infantis um tanto diferentes.

1.      Começo com Ana Maria Machado e o seu “Menina Bonita do Laço de Fita”

Resultado de imagem para menina bonita do laço de fitaSinopse: Era uma menina linda. A pele era escura e lustrosa, que nem pelo da pantera quando pula na chuva. Do lado da casa dela morava um coelho que achava a menina a pessoa mais linda que ele já vira na vida. Queria ter uma filha linda e pretinha como ela. Um dos maiores sucessos da autora.

Coleção: Barquinho de Papel
Ilustrador: Claudius
Editora: Ática
ISBN: 8508066392
24 páginas

2.      Ainda de Ana Maria Machado, Os Argonautas


Resultado de imagem para Os ArgonautasSinopse: Uma famosa aventura marítima que começou em terra.
Coragem, astúcia e persistência guiarão os heróis dessa mitológica aventura marítima.

Coleção: Sete mares
Ilustrador: Igor Machado
Editora: Moderna
ISBN: 9788516085407
64 páginas


3.      Pollyanna, de Porter, Eleanor H.
Essa indicação é para os mais crescidinhos, Pollyana (livro da minha adolescência – acabei de entregar minha idade)
Editora: EDITORA DO BRASIL

Resultado de imagem para pollyanna livroSinopse: A pequena Beldingsville, uma típica cidadezinha do início do século XX na Nova Inglaterra, Estados Unidos, nunca mais seria a mesma depois da chegada de Pollyanna, uma órfã de 11 anos que vai morar com a tia, a irascível e angustiada Polly Harrington. Por influência da menina, de uma hora para outras tudo começa a mudar no lugar. Tia Polly aos poucos torna-se uma pessoa melhor, mais amável, e o mesmo acontece com praticamente todos os que conhecem a garota e seu incrível "Jogo do Contente". Uma otimista incurável, Pollyana não aceita desculpas para a infelicidade e emprenha-se de corpo e alma em ensinar às pessoas o caminho de superar a tristeza.

4.      O rei dos clássicos infantis brasileiros não poderia faltar: Monteiro Lobato e o seu Reinações de Narizinho.

Resultado de imagem para Reinações de Narizinho

Sinopse: Neste livro, Monteiro Lobato trama uma série de cenas e aventuras em que a realidade e a fantasia, tratadas pela sua imaginação, se misturam.

5.      Lá vou eu entregar minha idade de novo, esse é difícil de achar por uma série de motivos que não entendo, mas quem conseguir pode ter certeza que as crianças ficarão encantadas: A Arca de Noé – Vinícius de Moraes


Resultado de imagem para A Arca de Noé – Vinícius de Moraes

Sinopse: Tudo em Vinicius de Moraes extravasa poesia. O devastador poder de sedução, a alma negra, o gosto pelo prazer, o espírito vagabundo. E, é claro, os poemas infantis, vários dos mais perfeitos sonetos do mundo, algumas das mais belas canções de todos os tempos. Me perdoem os chatos e suas questões sobre altos e baixos. Vinicius é fundamental.




6.      Para finalizar: A Fada Que Tinha Ideias – Fernanda Lopes de Almeida

Resultado de imagem para A Fada Que Tinha Ideias
Sinopse: No livro infantil A Fada que Tinha Ideias conta que as fadinhas aprendem que não se deve sair por aí inventando mágicas que não estejam no Livro das Fadas. Mas vai dizer isso a Clara Luz! Questionadora e criativa, ela quer ter ideias próprias, como transformar bule de café em passarinho, dar vida às nuvens e colorir a chuva. "Quando alguém inventa alguma coisa o mundo anda", é o que ela diz. Mas nem todos aprovam comportamento tão original e inovador. Principalmente a rabugenta Rainha... E agora? O que Clara Luz irá fazer? O livro A fada que tinha ideias é diversão garantida para toda a criançada.

Bem, pessoal, é isso. Um ótimo dia das crianças para todos, e vamos aproveitar para estimulá-las neste lindo mundo da leitura.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário