Resenha: O Advogado - Lola Salgado



Título da Obra: O Advogado
Autor: Lola Salgado
Formato: e-book Kindle
Número de páginas: 233 páginas
Editora: Nix
Ano: 2016



Vou começar pelo que não gostei do livro, ele não tem um final. Sim, eu entendi que é uma série e que no livro 2 ou 3 teremos o final de contos de fada, mas custava dar um fecho? Terminei o livro e... Essa foi minha melhor explicação para como me senti, deixar a frase solta.

Agora que já fui chata...

Lola Salgado me surpreendeu ao pegar uma história de amor e colocar um tempero a mais – e não, eu não estou falando de sexo. Ela pegou um transtorno pouco conhecido, mas muito falado e colocou isso para o leitor de uma maneira inteligente, instigante e didática. Sim, didática, a partir do momento em que a personagem central, Madu, vai atrás de informações sobre o problema do seu lindo, deslumbrante, sarado, gostoso e estonteante chefe. Descobrimos junto com ela algumas informações bem úteis sobre o Transtorno Bipolar: o que é, como diagnosticar e quais os tratamentos. Aqui no volume 1 temos uma pincelada sobre o problema, espero que no volume 2 a autora fale mais sobre ele.


Felipe, o deus grego em forma de advogado, é o homem dos sonhos de todas as mulheres. Só tem variações de humor que são capazes de desafiar os deuses do Olimpo. Claro que já falei acima que não são simples variações de humor, são crises do transtorno bipolar, mas só ficaremos sabendo quase no final do livro.
Um romance jovem, um pouco maduro demais para ser classificado como young adult, graças às cenas de sexo, mas não desenvolvido o suficiente – graças à Madu – para ser considerado adulto.

Maria Eduarda, a tal Madu que citei várias vezes, é mimada, infantil, insegura e acha que o mundo gira ao redor do seu umbigo. Mesmo depois de descobrir que o amado é bipolar, diagnosticado e em tratamento, ela acha que qualquer unha quebrada dela é mais importante do que os problemas que o cara enfrenta.
Sentar para conversar nunca é uma opção, gritar ou fugir e se esconder são sempre as melhores saídas em qualquer situação. Mesmo assim ainda é um romance – aqui falando com o sentido de história – linear, que nos oferece mais do que o feijão com o arroz dos contos de fada modernos.

Torço para que no volume 2 todas as pontas soltas sejam amarradas e bem presas. Uma boa leitura, mas recomendo que esperem a continuação, apenas para não se perderem na narrativa.


Sinopse Skoob: " No Jogo do Amor, ele domina as leis..." Quando Madu, uma atrapalhada estudante de 23 anos, enviou um currículo para a vaga de secretária encontrada milagrosamente nos classificados de jornal, jamais imaginou onde estava se metendo. O anúncio indicava ser um ótimo trabalho em horário comercial, com um bom salário, no escritório de um dos mais conceituados advogados do país. Ela não imaginava, no entanto, que o seu futuro chefe traria tanta turbulência para a sua vida, tampouco que ficaria perdidamente apaixonada por ele. O Advogado, primeiro livro da série Leis da Atração, é uma história de amor sexy e envolvente, que te deixará sem fôlego.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Oi, Bel
    Acho que ainda não conhecia a obra. Uma pena que ficou pontas soltas. Mesmo para o primeiro volume podia ter algum desfecho. Mas às vezes isso é bom para nos deixar curiosas para o próximo.
    Confesso que o livro não me atraiu muito e não sei se leria, mas desejo boas leituras nos próximos volumes.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha, me interessei em ler o livro, mas por ser serie prefiro deixar para quando tiver lançados todos, já que fica sem um final. E já acho q vou odiar a Malu pq ela parece ser muito chata

    Beijos

    Ariane
    Blog LivrosdaNane

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Infelizmente não leio em ebook, mas fiquei bem intrigada pela história, espero que a autora publique logo o físico. Sou muito fã de livros que abordam transtornos mentais, porque além de trazer informações importantes, nos ajuda a entende-los melhor.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, gostei da sua resenha e da sua sinceridade, e mesmo gostando da sua resenha, a historia não me cativou, não consegui me sentir conectada com os personagens e ache a Madu entediante. Por isso, deixo a dica passar.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. É realmente desagradável quando livro não tem um desfecho né! Enfim, apesar disso achei a sinopse bem interessante e com certeza daria uma chance para a leitura!

    ResponderExcluir
  6. Odeio coisas sem finais apropriados, ou talvez quando tem um final mas é ruim, dá nos nervos né ? eu não gosto muito disso young adult, new adult, então sempre que vejo algo do gênero fico com um pé atrás e pela sua resenha a personagem principal iria me irritar demais, adorei a sinceridade na resenha, bjs

    ResponderExcluir
  7. Acho que eu também me incomodaria pelo fato de o livro não ter um fechamento, ainda que seja uma série. De qualquer forma, o livro parece ser muito bom, e confesso que fiquei interessada pela leitura. Talvez seja o caso de ler o primeiro livro com o segundo ao lado, para emendar a leitura.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  8. Oie
    boa resenha mas com certeza não é um livro que leria no momento, espero recomendar para algumas pessoas que com certeza irão adorar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hahaha Bel!
    Dei muita risada com o início da sua resenha!
    Menina, eu odeio quando isso acontece e me parece que é uma forma de o autor apelar para conseguir que comprem o segundo livro.
    Quanto a história, não me interessei muito pela história, mas não acho que o leria agora.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir