Resenha: A Garota do Calendário - Março


Título no Brasil: A Garota do Calendário - Março
(A Garota do Calendário #3)
Título Original: Calendar Girl - March

Autor (a): Audrey Carlan

Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 144




Oi, pessoal!!




Hoje vou trazer o terceiro livro da série A Garota do Calendário. Se quiser ler as resenhas dos dois primeiros livros, clique aqui



Voltando ao resumo: O pai de Mia, por beber muito e gostar de jogar, adquiriu uma dívida de 1 milhão de dólares com o ex-namorado de Mia, que é um agiota. Desesperada para conseguir esse valor e pagar tudo para ter a sua família salva das ameaças, Mia procura a sua Tia Mellie, dona de uma empresa que contrata garotas para ser acompanhante de luxo. (vou deixar bem claro que ela não é uma prostituta, ela só precisa acompanhar os seus clientes em algum evento e ficar onde ele determinar. Transa se quiser, nada é obrigado... mas até agora... ops!!!) É aí que começam as aventuras de Mia. Agora vamos conhecer o terceiro mês da nova "profissão".

Eu fico curiosa para saber como Mia vai lidar com cada acompanhante, se vai ter mais algum ensinamento e, claro, se ela vai conseguir não receber o extra do pagamento, só para variar (para quem não sabe, ela recebe o extra se fizer sexo com o acompanhante).


Preciso confessar para vocês que A garota do Calendário de Março definitivamente me surpreendeu, pois é completamente diferente dos livros anteriores. 

Anthony Fasano é o único filho homem de uma família tradicional italiana e rica, donos de uma famosa rede de restaurantes. É lutador e tem uma mãe controladora. Mesmo tendo mais quatro irmãs, a mãe sempre coloca Tony em primeiro lugar e vive pressionando para ele casar e ter filhos para seguir com o nome da família. 

Tony é homossexual e vive com o seu parceiro há muitos anos; como eles são amigos desde a época da faculdade e trabalham juntos, a família não desconfia de nada. Para fugir da pressão da família, contrata Mia para fingir ser noiva dele.


O livro vai trabalhar assuntos como o preconceito, a necessidade de aceitação pessoal e o medo da rejeição. Mia acaba tendo um novo aprendizado, o valor do amor verdadeiro e o quanto o medo pode atrapalhar a felicidade.


"Não importava se eu transava ou não com meus clientes, sempre seria uma coisa ruim. A palavra acompanhante, por si só, tem uma conotação pesada."
Essa história não foi muito fácil para mim, ao mesmo tempo foi um desafio. Mesmo não sendo um livro profundo, a leitura vicia de tal maneira que é praticamente impossível largá-lo. Estou amando acompanhar essa série e ansiosa para começar o mês de abril.









Sinopse do Skoob: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Ola
    Também me surpreendi com Garota do calendário. Estou lendo e gostando.
    Legal destacar na sua resenha que nesse livro aborda-se preconceito,aceitação. Sai um pouco da mesmice, né?
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu só li a Garota do Calendário de de Janeiro e Fevereiro confesso que esse segundo livro não me deixou com muita vontade de continuar a serie mais enfim vou continuar a leitura aos poucos vamos ver se Março me conquista como conquistou você.
    Bju
    Mary Reis.

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Eu não curto muito o estilo mas com tantas resenhas super positivas, confesso que bateu uma curiosidade. Baixei o primeiro livro mas ainda não li.
    Eu achei bem interessante a premissa desse e os temas abordados, creio que ia gostar de ler sim, ainda mais pelos aprendizados passados.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não é um estilo que me agrada, mas eu curti o enredo diferenciado que possui. É uma trama que pode trabalhar vários tabus sociais e caminhar para diversas direções, dando um ar de imprevisível na obra. Ótima resenha e que chegue logo o mês de abril para aplacar sua curiosidade rs

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Essa série está fazendo o maior sucesso né? Muitas pessoas falando mega bem, mas infelizmente não curto o gênero e a premissa não me conquistou também então não leria o livro, mesmo sendo um livro viciante, e aposto que seja mesmo kkkk, mas para mim não funcionaria muito bem.

    ResponderExcluir
  6. Olá Daya,
    Já li Janeiro e Fevereiro e estou gostando muito. Amei saber que Março vai ser diferente do padrão, apesar de gostar das cenas quentes 12 livros iguais perdem a graça né rsrsrs
    São curtos, mas eu tenho gostado bastante.

    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  7. Olá
    eu recebi os dois primeiros e confesso que no inicio achei meio besta a coleção, porém fiquei curiosa depois de ver várias resenhas elogiando, quem sabe uma hora eu arrisque

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Essa é uma série que vem tendo opiniões muito distintas. Eu gostaria muito de ler essa série, mas quando leio alguns comentários negativos fico meio receosa, porém, daí também leio resenhas super positivas e fico meio confusa. Como ainda estou na meta de não comprar livros, vou lendo as opiniões :)

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!!
    Logo que a editora lançou o primeiro livro dessa série, eu percebi que muitos leitores estavam ansiosos para ler e eu era uma, mas depois de ler alguns comentários bem negativos acabei deixando para ler depois.
    Esse volume traz tema mais pesado como a questão do preconceito e pelo visto a autora conseguiu colocar a questão de forma não muito profunda.
    Espero um dia ter a oportunidade de ler a série.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  10. Oi Daya,
    Assim como você eu me surpreendi com esse livro. Para falar a verdade, ele se tornou o meu preferido da série e me deu um gás para continuar a ler na esperança de me surpreender ainda mais.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Estou louca para começar logo essa série, ainda não tive consegui comprar nenhum. Estava com muita vontade de comprar todos antes da Bienal e conseguir o autógrafo da autora, até estava com a senha para isso, mas acabei desistindo. Vou começar a ler os primeiro no próximo mês.

    Beijos.

    ResponderExcluir