Resenha: As Melhores Histórias de Viagens no Tempo




Título no Brasil: As Melhores Histórias de Viagens no Tempo
Organizadores: Harry Turtledove e Martin H. Greenberg
Editora:Jangada
Ano: 2016
Páginas:462


Se você acompanha meus textos já deve ter lido em algum deles sobre minha paixão por viagens no tempo. Vivenciar momentos passados que ajudaram na formação da humanidade é algo que desde muito novo tive vontade de fazer, e talvez seja por isso que História sempre foi minha matéria favorita. As viagens para o futuro também é algo que incita minha curiosidade. 

Os humanos tem tanta fascinação por um deslocamento pelo eixo do tempo que muitas obras, de todas as mídias e gêneros, nos são ofertadas. "De volta para o futuro", "Efeito borboleta", "Questão de tempo" "Bill e Ted", "X-Men dias de um passado distante", "Feitiço do tempo", "O homem do futuro", "Te amarei para sempre", "Interestelar" são alguns exemplos de obras nas telonas com essa temática. Sou capaz de apostar todos os meus livros como você adora alguns desses filmes. Ou quem sabe a maioria deles?




 Nos livros temos "A máquina do tempo" do gênio H. G. Wells, conhecida como a primeira ideia de viagem através do tempo de forma consciente utilizando uma máquina. Outros exemplos são "Um ianque na corte do rei Arthur", "Novembro de 63", "O fim da eternidade", "Outlander", "Em algum lugar no passado", "Operação cavalo de Tróia". Acho que posso fazer a mesma aposta dos filmes, se você leu algum título desses deve ter gostado muito.





Mas porquê temos tanto fascínio sobre esse tipo de aventura? Pensando um pouco sobre isso  acho que existem alguns motivos mas o principal é que o ser humano é curioso. Quer saber mais sobre o que aconteceu e o que será de seu destino. Por isso nossos sentidos e emoções disparam quando experimentamos qualquer coisa próximo disso.

Fiquei com uma euforia parecida quando descobri "As melhores histórias de viagens no tempo". Minha paixão por contos é antiga. Gosto de tipo de história devido sua fácil leitura. Geralmente leio antes de dormir e com um conto consigo ler do começo ao fim antes de adormecer, muito bom conhecer a história toda em uma lida. Tenho vários livros de conto em minha biblioteca e quando não sei exatamente o que ler procurou algum conto que ainda não tenha lido. Nessa equação temos: Contos + Viagens no tempo = Marcola feliz.


Alguns dos autores da antologia são famosos como Arthur C. Clarke, Ray Bradbury e Richard Matherson, mas todos os outros me eram desconhecidos. Conhecer a obra de mais autores é mais uma coisa muito boa dos livros de contos.

Claro que não adorei todos, mas curti muito a grande maioria. Destaco "O som do trovão" de Bradubury que mostra um safari onde as caças são dinossauros de um passado distante, nele temos uma demonstração bem interessante do Efeito Borboleta. "O homem que chegou cedo" de Poul Anderson conta a incrível história de um homem que apareceu na Islândia do século X e dizia pertencer ao futuro. "Ruma a Bizâncio" Robert Silverberg me cativou pois aqui os homens recriam cidades históricas, como Alexandria com a lendária biblioteca, Bizancio, Timbuktu, Mohenjo-daro, Roma entre outras e vivem pulando de uma em outra. Depois de um tempo novas cidades são construídas e as antigas, já muito visitadas, são destruídas. Aqui os homens são sempre jovens e não morrem, nosso protagonista que vivia na Chicago de 1984 tenta conviver com esse novo tipo de humanidade. No fim temos um revelação surpreendente que me fez elegê-lo como o melhor conto do livro.

Pra completar esse texto tenho que falar da linda capa e da ótima da ótima escolha dos contos. Me diverti  tanto que se tivesse uma máquina no tempo jamais voltaria ao passado para impedir meu eu do pretérito de ler esta obra.

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Gosto muito do tema viagem no tempo. Ainda não li esse livro que você resenhou, mas li Outlander, A máquina do tempo, Novembro de 63... Todos maravilhosos!

    E quem, nascido antes de 90, não se divertiu com De Volta para o Futuro?

    Acho que gostarei de ver esses contos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é uma temática bem forte ainda bem que a maioria dos livros são bem feitos. Eu nasci depois dos 90 e adoro "De Volta Para o Futuro" hehehehehehehe

      Excluir
  2. De volta para o Futuro como não amar? Seria bem legal uma maquininha dessas neh? Eu não sou tão fascinada quanto você mais gosto da ideia de viajar no tempo eu tenho alguns vira-tempos e as vezes me pego pensando nas coisas que eu faria se esse objeto mágico funcionasse kkkkk.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary seria muitíssimo legal uma maquininha dessa. O que seria "Vira-tempos"? Sou fão de "De Volta Para o Futuro".
      Abraços

      Excluir
  3. Oi Marco!

    Adorei seu post!
    Eu também gosto muito de viagens no tempo. Senti até saudades dentre as que você citou!! Feitiço do Tempo assisti várias vezes rs.
    Eu não conhecia essa obra e claro que não posso deixar de ter na minha estante. Como você, adoro contos também.
    Obrigada pela dica!

    Abraço
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, eu tbm assisti muitas vezes "Feitiço do Tempo" e sempre me divirto. Legal vc curtir contos tbm, eles são uma ótima diversão.

      Abraços

      Excluir
  4. Oie, um post muito criativo, acho que eu sou a exceção porque eu não gosto nada de viagens no tempo, nunca li nenhum dos livros ou filmes citados, na verdade eu comecei a assistir "questão de tempo" mas nem terminei,não é um assunto que me interessa muito, mas se um dia existir uma máquina do tempo pode ter certeza q eu vou querer dar uma usada nela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um pena q não curta, mas se ver alguns dos outros filmes q citei aposto q vai começar a gostar. Malandrinha vc, não curte as histórias mas se a máquina vier a existir vc vai aproveitar hehehehehe
      Abraços

      Excluir
  5. Que bom que gostou da obra! Acho que viajar no tempo seria bom e ao mesmo tempo ruim. Um dos maiores exemplos é o "Efeito Borboleta". Quando você acha que fez o melhor, o futuro disso tudo te mostra o contrario. As vezes é melhor deixar do jeito que está, para não ficar pior...
    Lá vai eu divagando novamente...
    Sua resenha ficou muito boa. Não conhecia a obra, mas já fiquei bem curiosa em conhecer.

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Efeito Borboleta é uma das coisas mais intrigantes essas viagens, mesmo sendo algo assustador acredito que isso não impediria de eu viajar no tempo. Valeu pelo elogio pode divagar o quanto quiser aqui.
      Abraços

      Excluir
  6. Achei super legal e criativo sua postagem. Acho que as viagens no tempo exercem um grande fascínio pelo fato de poder descobrir o que virá, ou o que poderia ter sido se desse para ter uma atitude diferente e essas coisas. Acho um assunto muito interessante, mas confesso que prefiro ele retratado em filmes/séries do que em livros. Talvez seja questão de hábito, talvez mania de querer um conceito sobre isso mais visual, mas os livros do assunto não me prendem tanto...
    Novamente, adorei sua postagem!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso de mudar coisas q nos arrependemos de ter feito é algo q instiga nossa imaginação a viajar no tempo, muito bem lembrado. Eu tbm tenho mais contato com filmes dessa temática, mas os livros e contos q li não me decepcionaram, então deixe de preconceito e abra um livro, eu indico "A Máquina do Tempo" e "Novembro de 63" além do livro razão de minha resenha, é claro.

      Valeu por comentar e elogiar, abraços

      Excluir
  7. Ooi! Muito bacana o post. Eu gosto de filmes e livros que tenha viagens no tempo. Conheço uma série de livrod nacional que se chama "Viajantes do tempo", da Priscila Reis Andrade.
    Não conhecia esse livro resenhado.
    Obrigada pelas dicas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ruh não conhecia essa série, procurando acabei gostando do que vi e já coloquei na lista de leitura. Esse livro é lançamento então normal vc não ter ouvido falar dele.
      Abraços

      Excluir
  8. No que se refere a mim, você não perderia os seus livros se os apostasse, pois gosto da maioria dos filmes. Na verdade, gosto de todos que assisti, e só não assisti X-man e O homem do futuro. Quanto ao livro, não o conhecia, mas posso dizer que, só pelo tema, e por se tratar de um livro de contos, já me interessou bastante.

    Tatiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. X-men é um dos filmes da franquia q mais gostei, e "O Homem do Futuro" é sensacional, um obra de arte made in Brasil. Ótimos atores, boa história e muito boa música, vale a pena conhecer.
      Abraços Tatiana

      Excluir