Resenha: Segunda Chance Para o Amor


Título no Brasil: Segunda Chance Para o Amor
Autora Nacional: Janaina Melo
Ano: 2016
Páginas: 540
Idioma: português
Editora: independente




Segunda Chance Para o Amor” é uma daquelas histórias que maltrata o coração do leitor. Espere aí, não é o que você está pensando! Maltrata, mas num bom sentido. Eu explico. A autora Janaína Melo gosta de ousar em termos de explorar os nossos sentimentos. Com a mesma facilidade que nos leva às nuvens com uma exibição única de sensibilidade e romantismo, tira-nos de lá através de situações bastante inusitadas e surpreendentes. Ela é capaz de fazer-nos rir, chorar e emocionar, tudo em uma única história.
Com essa obra, minha experiência foi assim. Estava eu suspirando por um amor doce, meigo, que começa ainda na adolescência, e, quando menos esperava, tudo acabou.



Isso mesmo! No lugar dos suspiros ficou aquela expectativa gostosa e ao mesmo tempo avassaladora, do tipo que nos leva a devorar as páginas para saber logo o que vem em seguida. Por isso, prepare-se, se você procura uma história plana, previsível e repleta de mesmice, não encontrará em Segunda Chance Para o Amor.
Fernando e Celeste se conhecem ainda na adolescência. Ele é um jovem popular, extrovertido e determinado, mas que, à época, só pensa em se divertir com os amigos. Celeste também é determinada, mas, ao contrário dele, em vez de centrar sua obstinação em diversão, paqueras e amigos, foca todo seu esforço nos estudos. De personalidade forte, mas muito reservada, vive em seu mundinho particular e chama pouca atenção na escola onde estuda; uma beleza escondida atrás de óculos e roupas insossas, como uma pérola rara, mas que não passa despercebida aos olhos de Nando.
Quando a vê pela primeira vez, Fernando muda o foco de interesse, centrando toda a atenção em Celeste, que, apesar de sentir o coração bater mais forte perto do lindo e insistente rapaz, continua durona em sua determinação de manter o foco nos estudos.
Quando, finalmente, ela assume o que está sentindo e resolve aceitá-lo em sua vida, eis que um acontecimento inesperado os separa (como eu disse acima, hora de sofrer, rsrs).
Na obra é possível perceber claramente duas fases da vida dos protagonistas. Essa de que acabei de falar, quando são ainda adolescentes, e outra, muitos anos depois, quando eles irão se reencontrar. Antes dessa segunda fase, porém, uma coincidência terrível distancia ainda mais os mocinhos e, então, nada, nenhum esforço é suficiente para que resolvam as pendências do passado.
Depois desse momento, que parece definitivo, há ainda uma longa jornada antes de vê-los juntos, mas, enquanto isso, é possível testemunhar como os dois jovens vão amadurecendo. Eu realmente adorei a forma como a autora permite que eles errem, cometam as chamadas burradas, mas aprendam com elas no final de uma maneira, na minha opinião, bastante realista. Esse crescimento acontece de forma gradual com ambas as personagens principais. Fernando tornando-se um homem mais responsável e seguro; Celeste vencendo pouco a pouco sua obstinação. Por falar nisso, durante a leitura, precisei segurar minha vontade de entrar no livro e passar-lhe um belo sermão. Eita, mulher teimosa!

Na história há muitos personagens. Além da envolvente trama entre os dois jovens, Janaína Melo apresenta uma divertida turma de amigos, que acompanha a jornada do casal desde o início. Esse detalhe foi um dos que mais gostei. A autora consegue administrar muito bem todos os personagens, criando personalidades únicas e inconfundíveis. Prevejo muitas outras histórias vindo por aí!
Segunda Chance Para o Amor é a estreia de Janaína Melo como romancista. Já no início da jornada como escritora, ela fez um grande sucesso. Despontou na plataforma Wattpad, onde angariou milhões de visualizações, e, apostando na autopublicação, lançou a obra em formato e-book, que está atualmente à venda na Amazon. Para o leitor romântico e que gosta de viver emoções extremas durante a leitura, recomendo essa história com toda certeza!




SINOPSE DA CONTRACAPA: Fernando e Celeste se conhecem ainda na adolescência. Eles são duas pessoas completamente diferentes. Enquanto Fernando é objetivo e vai atrás do que quer, Celeste se mantém com um pé atrás, não se entrega totalmente.Quando Fernando finalmente consegue fazê-la aceitar seu pedido de namoro, Celeste descobre que toda a sua insistência havia sido motivada por uma aposta e, sem poder acreditar que ele a ama de verdade como dizia, resolve afastar-se. O tempo passa, mas ele não consegue esquecê-la. Um dia, mais maduro, disposto a provar que seu sentimento era real, resolve lutar pelo seu amor, mas uma notícia o deixa completamente sem rumo. Celeste está morta.Fernando, agora, é um homem completamente avesso a compromissos. Aos 30 anos, engenheiro chefe na empresa da família, ele recebe a notícia de que seu pai tem pouco tempo de vida e que, ao ver a empresa prestes a falir, teria vendido uma parte dela com o intuito de obter capital. Sendo Fernando o herdeiro, precisará reerguer a empresa junto ao novo sócio. O que ele não espera é a grande mudança que está prestes a vivenciar, onde nada é o que parece.


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Estou pra lá de emocionada!!!!

    Acabo de acordar, sim acordei as 12:00hs, pois faço parte de uma ordem que dorme perto das cinco da manhã. Rsrsrs... Bom, a questão é que acabo de ligar o computador e, a primeira coisa que me deparo no facebook é essa resenha linda, escrita por Deh Ratton, escritora à qual sou fã de carteirinha. Tem como não se emocionar com tudo o que ela escreveu a respeito de meu primeiro bebê?
    Muito obrigada pela descrição, detalhadíssima sobre a história. Passou um filme em minha mente, apenas em lê-la. Já pedi obrigada?
    Um abraço apertadíssimo na alma!

    JANAINA MELO.

    ResponderExcluir