Resenha: A Garota do Calendário - fevereiro - Audrey Carlan


Título no Brasil: A Garota do Calendário - fevereiro
(A Garota do Calendário #2)
Título Original: Calendar Girl - February

Autor (a): Audrey Carlan
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 135


Oi,


O blog Conchego das Letras recebeu da editora os dois livros juntos, A Garota do Calendário de janeiro e de fevereiro. Mesmo não sendo o meu gênero favorito, eu me aventurei na leitura do primeiro livro e amei (leia a resenha aqui). Não pensei duas vezes antes de seguir para o mês de fevereiro.

Quero acompanhar essa série com doze livros e conhecer mais da Mia e dos seus acompanhantes. Foi bem difícil aceitar esse novo acompanhante da Mia, o Alec Dubois, e "esquecer" tudo o que passei lendo sobre Wes (o primeiro acompanhante). Wes é apaixonante, quem leu o livro sabe o que estou falando... Para você que não leu, pode procurar conhecer, aposto que vai se apaixonar por ele.

O pai de Mia, por beber muito e gostar de jogar, adquiriu uma dívida de 1 milhão de dólares com o ex-namorado de Mia, que é um agiota. Desesperada para conseguir esse valor e pagar tudo para ter a sua família salva das ameaças, Mia procura a sua Tia Mellie, dona de uma empresa que contrata garotas para ser acompanhante de luxo e aí, começa as aventuras de Mia.

O seu segundo cliente é o grande pintor francês Alec Dubois, que tem gostos... como eu posso dizer... Inusitados? É isso, inusitados. Ele também é um artista excêntrico. Ele precisa da Mia para ser musa do seu atual trabalho, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

O que acho mais interessante é que a tia dela deixou claro que ela não precisa fazer sexo com os clientes, mas até o momento, ela não deixou de fazer com nenhum. Será quem em algum dos 12 livros ela vai optar por não transar? Essa virou minha nova curiosidade.

Com o decorrer da leitura, Alec vai apresentando a sua personalidade marcante e eu fui me apaixonando pela maneira que ele se expressava. Ele conseguiu deixar marcas em Mia e mostrar a verdadeira mulher que tem dentro dela. Mesmo assim, foi difícil esquecer Wes (ao menos para mim, para ela pareceu bem mais fácil). rsrs.

A cada leitura fico mais viciada na narrativa de Audrey Carlan, autora dos livros. Mesmo sendo um livro com poucas páginas, não é uma história que corre e deixa "buracos". A autora consegue fazer com que a leitura seja prazerosa e, como eu já disse na resenha anterior,  não é uma história só com cenas de sexo. Podemos acompanhar os sentimentos da personagem e, nesse segundo livro da série, podemos perceber como é importante nos amar em primeiro lugar.






Sinopse do Skoob: Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street JournalMia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Ah amiga. Já sinto falta de Wes 😂😂😂 so em ler A resenha anterior (olhe que loucura) não acredito que ela deixa ele... tá sou muuuito romântica.
    Eu amei essa resenha tb... mesmo sentindo falta de Wes. Eu quero muito ler esses livros!

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Eu não curto muito o gênero e ainda não senti aquela vontade de ler. Mas tenho visto tantas resenhas falando tão bem e que é uma leitura viciante, que acho que vou ser vencida pela curiosidade rs.

    Bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu tinha gostado da premissa da série, mesmo não gostando dp gênero, mas esse livro dois foi uma decepção. Achei tudo tão superficial e voluvel, para quem gosta de um hot, parece ser bem divertido, mas eu preferiria mais se tivesse uma veia de intrigas e policial.
    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Tenho muita curiosidade para ler esse livro, embora não tenha lido o antecessor. Gostei muito do rapaz desta obra, adorei o fato dele ser um artista.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oieee Dayaa!!
    Li esse livro já também e pra falar a verdade minha opiniao sobre a Mia piriguete não mudou muito não hahaha
    Entre o francês e o Wes eu ainda sou 1000 vezes o Wes! kkk
    Gostei bastante da sua resenha...

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  6. Já estou com livros em mão, só tenho lido boas resenha dessa série e fiquei super interessado, tanto por ser um livro curtinho e sendo bem "ozado". Vou tentar acompanha essa série, mas não vou prometer nada kkk.

    ResponderExcluir
  7. Oiii

    Poxa....

    Eu não gosto de hot e confesso que meio que torci o nariz para essa série. Mas lendo a tua resenha e vendo que o foco não é só sexo, até que fiquei curiosa....

    Se tem uma história, e pelo que eu entendi, tem vale a pena a leitura ☺

    Ótima resenha ☺

    💗 bjs 😀

    ResponderExcluir
  8. Oiii

    Poxa....

    Eu não gosto de hot e confesso que meio que torci o nariz para essa série. Mas lendo a tua resenha e vendo que o foco não é só sexo, até que fiquei curiosa....

    Se tem uma história, e pelo que eu entendi, tem vale a pena a leitura ☺

    Ótima resenha ☺

    💗 bjs 😀

    ResponderExcluir
  9. OIe!
    Eu já li os dois primeiros volumes e ainda não vi o que tanto falam dessa série. A história é legal, mas ainda não encontrei algo que me chame a atenção. mas vou ler mais alguns volumes para ter certeza.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu fi muita gente comentando sobre esses livros ultimamente e achei bem interessante! Mesmo não sendo o meu estilo de leitura favorito, vou dar uma olhada mesmo para entender do que se trata =D Ótima resenha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Day!
    Tenho visto que todo mundo tem gostado muito mais do Wes, do que desse Alec do segundo livro. É praticamente unanime.
    Eu também quero muito ler pra saber como vai encerrar a história da Mia. Pretendo ler em breve, assim que conseguir me desafogar das leituras rsrs.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  12. Eu estou muito ansiosa para começar essa série, mas eu sou uma pessoa que demora anos para terminar uma trilogia, então imagina o tanto que vou demorar para terminar uma série de 12 livros, meu deus kkk

    ResponderExcluir
  13. Oiiii Daya, como vai?
    Garota eu sou completamente louca para ler esse livro e descobrir como a personagem irá se preparar diante das decisões tomada, e sobre o novo caminho que decidiu seguir. O que realmente me desanimou foi saber a quantidade de livros, me pergunto sempre.. Pra que tanto gente? Só posso dizer que quem sabe eu leia depois que todos tiveram impressos e prontos para comprar, odeio esperar. Parabéns pela resenha, leria com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Oie
    eu ganhei os dois primeiros livros e no começo não achei uma coisa muito legal mas depois que li a sinopse até que penso em dar uma chance quando tiver mais tempo, sua resenha está ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Esses livros são meus maiores desejos do momento.
    Vc despertou uma curiosidade em mim tmb, será que ela vai ficar sem transar com algum? #curiosa.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Estava super curiosa com os livros e me apaixonei pelo primeiro. Quando chegou fevereiro, gostei de ver algumas coisas aparecendo e fazendo a Mia pensar. Tipo, os caras assinam um contrato de que tem que pagar mais se tiver sexo e quando tem - porque ela não precisa mas quer - e recebe por isso fica toda ofendida. Gostei do francês e seu jeito de mostrar para a Mia que tem vários tipos de amor - além do jeito lindo com sua arte para ela aprender a se amar. Mesmo assim, ainda torço pelo Wes *-*
    Querendo muito o proximo mes e ver como serão as coisas...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir