Resenha: Anna vestida de Sangue (Anna #1) - Kendare Blake


Título no Brasil: Anna vestida de Sangue (Anna #1)
Título Original: Anna dressed in blood (Anna #1)
Autor: Kendare Blake
Ano: 2016
Páginas: 256
Editora: Verus




O Conchego das Letras recebeu este livro de presente da Verus Editora. Ele é o primeiro de dois livros, e tem causado um alvoroço nos leitores, então, claro que quando tivemos a oportunidade de lê-lo não perdemos tempo.

No início, vou ser muito sincera, o livro não estava me prendendo tanto assim, mas melhora bastante depois de algumas páginas. Confesso que já estou curiosa para o que a autora vai aprontar no livro seguinte. Definitivamente eu o lerei.

Em Ana Vestida de Sangue conheceremos Cass, um jovem de 17 anos que tem uma vocação: ele mata os mortos. Calma, vou explicar.


Exemplo de Athame
Seu pai era caçador de fantasmas que morreu quando ele tinha sete anos, assassinado por um poltergeist super do mau. Desde então, tomou para si a missão de vida do pai. Com seu athame, uma espécie de punhal muito usado, Wicca e algumas linhas de bruxaria, envia os fantasmas assassinos para "sabe-se lá onde". Essa é a sua vida, e nela não há espaço para as "banalidades" do dia-a-dia, como rotina, paixões e amigos.

Depois de acabar com o perigo do fantasma da ponte, ele e sua mãe mudam-se para a pequena cidade de Thunder Bay, pois nela encontra-se o fantasma de Anna, sua próxima "missão". Conhecida por matar violentamente qualquer um que ouse entrar a antiga casa abandonada de sua família, não se importando com gênero ou idade. Ela é tida na lenda local como a temível Anna vestida de sangue, por ter seu vestido branco e fantasmagórico banhado no vil líquido.


Cass acreditava que seria apenas mais uma caçada "normal": chegar, matar e ir embora. Contudo, Anna é muitíssimo mais forte do que ele havia previsto e está envolta em forças com as quais nunca antes lidou.

“Ela é como Bruce Lee, o Hulk e Neo de Matrix, todos em um.”
Era para ele ter morrido no primeiro encontro dos dois, mas fugindo a tudo o que era esperado, Anna o poupou. Por quê? Por que não o matar enquanto havia estripado o...?


Pela primeira vez na vida, Cass contará com a ajuda de amigos para tentar resolver a situação. Amei a "líder de torcida" e o "menino telepata"! Thomas e Carmel foram coadjuvante muito bem construídos e dignos de cada aparição que tiveram. Definitivamente tornaram a história ainda mais rica.


Um livro que comecei achando que não me traria nada demais e terminei agoniada, sem querer parar nem mesmo para ir ao banheiro nas páginas finais. Que plot ele teve e que final... Muito bom!


Sinopse do Skoob: Cas Lowood herdou uma vocação incomum: ele caça e mata os mortos. Seu pai fazia o mesmo antes dele, até ser barbaramente assassinado por um dos fantasmas que perseguia. Agora, armado com o misterioso punhal de seu pai, Cas viaja pelo país com sua mãe bruxa e seu gato farejador de espíritos. Juntos eles vão atrás de lendas e folclores locais, tentando rastrear os sanguinários fantasmas e afastar distrações, como amigos e o futuro.
Quando eles chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes locais chamam de Anna Vestida de Sangue, Cas espera o de sempre: perseguir, caçar, matar. Mas o que ele encontra é uma garota envolta em maldições e fúria, um espírito fascinante, como ele nunca viu. Ela ainda usa o vestido com que estava no dia em que foi brutalmente assassinada, em 1958: branco, manchado de vermelho e pingando sangue. Desde então, Anna matou todas as pessoas que ousaram entrar na casa vitoriana que ela habita. Mas, por alguma razão, ela poupou a vida de Cas.
Agora ele precisa desvendar diversos mistérios, entre eles: Por que Anna é tão diferente de todos os outros fantasmas que Cas já perseguiu? E o que o faz arriscar a própria vida para tentar falar com ela novamente?

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. " Por que não o matar enquanto havia estripado o...?" Que mistério essa frase! Se não tivesse lido eu ia sair correndo e ler já. Ainda bem que sei quem foi estripado!

    Sabe que a leitura também começou meio arrastada pra mim? Comecei e não gostei. Abandonei o livro umas duas semanas. Aí quando peguei novamente eu amei.

    Vai entender né

    Bom. Amei a tua resenha e a forma divertida como tu a conduziu.....

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, tem que ter um draminha e um suspense na resenha, né? Senão, não tem graça.rs

      Poxa, que legal saber que não fui a única a sentir essa questão da leitura arrastada no começo. Li várias resenhas sobre essa obra e nenhuma delas comentou esse detalhe. Estava me sentindo "a estranha", exigente demais.rs.

      Excluir
  2. Oi.
    Li esse livro mês passado, comecei e não consegui terminar até ter lido pelo o livro. Foi um ótima leitura pra mim. Adorei a forma como a autora criou todos os elementos dessa obra. Pra mim foi uma ótima surpresa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então... De início também achei que não era a melhor escolha que eu poderia ter feito, mas ao final não me arrependi de ter optado por lê-lo.

      Excluir
  3. Oiee

    Estou doida para ler esse livro!! A capa já é muito instigante!
    Eu já tinha lido algumas resenhas e alguns falaram que não dá tanto medo assim e que esperavam mais, até fiquei com receio.
    Mas agora com sua resenha, vi que realmente preciso ler esse livro! Adoro o estilo!
    Gostei muito da sua resenha!!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, não dá medo. Dá uma agoniazinha e tal para saber como algumas coisas vão acontecer, mas eu não o classificaria como terror nem de longe.

      Para falar a verdade, eu o classificaria como romance sobrenatural, para ser absolutamente sincera.

      Excluir
  4. Oi Mari,

    Ainda bem que no final e o livro melhorou, deve ser terrível ter que fazer uma resenha de um livro que não agradou, tô muito curioso com o final. Essa história me lembrou o filme "Caça-Fantasmas". rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale... Pois então, no livro o personagem até brinca com a ideia de "caça-fantasmas", pois ele odeia ser chamado assim, apesar de ser exatamente o que ele faz.rs

      Quero o livro dois para saber qual a nova problemática que a autora irá inventar.

      Excluir
  5. Olá, o livro já está na minha lista de leituras, mas a sua resenha está tão boa que me deu mais curiosidade e eu vou começar a ler logo, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, muito obrigada! É superagradável saber que a resenha faz um efeito positivo no leitor. =)

      Excluir
  6. Oie
    eu vi um monte de resenhas sobre o livro e adorei essa capa, não costumo ler o gênero mas gosto bastante, adorei sua resenha e vou tentar ler o livro caso tenha oportunidade

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cath, não fique com medo pela capa, não é terror. Parece, realmente, mas não é. Inclusive, acredito que quer for esperando um terror de arrepiar vai acabar se decepcionando, pois está bem mais para um romance sobrenatural.

      Excluir
  7. Oi, Mari. Acho a capa bem legal e tenho vontade de ler pelos comentários positivos que vejo sobre ele.
    É chato quando o começo é arrastado, dá um desânimo, mas que bom que ele melhorou e que você tenha gostado tanto. Isso me deixou mais curiosa.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bi. Eu, inicialmente, achei que seria um terror... Depois, com a sinopse, imaginei algo mais para o suspense. Definitivamente não esperava um romance, mas achei tudo bem construído e relativamente convincente, se optarmos por acreditar em fantasmas e outros monstros.

      Excluir
  8. Oioi! Tudo bem?
    Eu ameiii Anna vestida de sangue, nao esperava nada do que aconteceu nesse YA sobrenatural.
    Anna é uma menina sofrida demais, morri de dó da historia dela e Cas é um amorzinho.
    Com certeza vou ler o livro 2, apesar que vi mtas resenhas negativas.
    A capa ficou linda demais.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzzy... Digo o mesmo. Que dó daquela história, menina. O que é que foi aquilo?
      Gostei dos conflitos de Cass, da insegurança da garota e dos coadjuvantes... Amei os coadjuvantes. O único a me decepcionar foi aquele amigo do ex-namorado, porque começou inteligente, mas foi emburrecendo no decorrer da obra.

      Excluir
  9. Olá Mari, tudo bem?

    Essa não é a primeira resenha que leio sobre “Ana Vestida de Sangue”, e a cada nova impressão que eu tenho (só tive positivas até agora), quero mais e mais tê-lo para matar a minha curiosidade!

    Beijos,

    Gabriel Albuquerque

    ResponderExcluir
  10. Adorei! Espero que no segundo livro o protagonista descubra o que acontece com os fantasma que mata e que seja tão horrível que Cass não tenha outra escolha a não ser recapitular tudo o que fez até o momento! Estou no sorteio e espero mesmo ser contemplado!

    ResponderExcluir
  11. Anna vestida de sangue possui uma história que, definitivamente irá me agradar, pois sou vibrada por este gênero.
    A forma como todos os personagens foram produzidos e como a narrativa é completa e fluida, aumentou as minhas expectativas, que antes já eram enormes!
    Lerei assim que surgir uma chance.
    Beijos.

    ResponderExcluir