Desafio Conchego de Leitura - Um Caso Perdido



Título no Brasil: Um Caso Perdido
Título Original: Hopeless
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 384
Ano: 2014





Mesmo tendo pensado algumas vezes que seria impossível, consegui finalizar este desafio de leitura! Realmente não é nada fácil sair da nossa zona de conforto  literária, mas ao fazê-lo posso dizer que tive um surpreendente e prazeroso aprendizado. "Um Caso Perdido" tem uma trama muito interessante e cheia de surpresas, o que estraga é o romancinho. Calma, calma, antes de sair me xingando e abandonando a leitura deixe-me explicar um pouco mais das percepções deste grosseirão que vos escreve.

O livro conta a vida de Sky e é narrado por ela própria, uma adolescente um pouco diferente do tipo comum que imaginamos. Não frequenta a escola, não consegue se relacionar afetivamente com garotos e, pasmem, não utiliza nenhum tipo de tecnologia. Isso, claro, graças a uma mãe com ideias bem diferentes. Sky se sente meio perdida, ou melhor dizendo, não se encontra, até  Holder, um belo garoto problema, cruzar sua vida e transformá-la para sempre.

Eu me senti confuso e temeroso nas primeiras páginas do livro da Collen Hoover. Não preciso dizer que uma adolescente com problemas amorosos é algo que nunca apareceu nos livros que leio. Sky desde o início não me chamou a atenção... Aliás, ela me irritava com suas dúvidas e incertezas.

Holder foi o personagem que mais gostei. Nunca tive problemas na escola, mas de alguma forma me identifiquei com ele. Acho que o modo tranquilo, sempre pensando no que iria falar, e a paciência são coisas que temos em comum. Claro que a paciência dele dava um banho na minha e não foram poucas as vezes que pensei: "Essa Sky deve ser muito gostosa para ele aguentar essa lenga-lenga" (antes de me xingar lembre-se, aqui é um ogro que vos escreve). Por isso, as descrições ultradetalhadas dos beijos e amassos me deixavam irritado, louco para pular páginas.

Conforme a trama avança, o foco passa a ser a origem de Sky que, adotada, nunca se interessou por saber quem eram seu pais biológicos. Essa parte da história é muito boa, e lá pelos 64% da leitura Holder faz uma declaração para sua musa que me deixou literalmente de boca aberta. Totalmente surpreendido, entrei ainda mais fundo na leitura. Mesmo que depois os fatos ocorridos não tenham me surpreendido, foi um ótimo desfecho para uma história bem legal.

Felizmente, meu medo e preconceito foram muito maiores do que a dificuldade para ler a obra do desafio feito pela Daya Maciel. Isso quer dizer, para mim, que o problema de aproveitar uma leitura diferente daquela que comumente fazemos está apenas em nossa cabeça. Logo, se abrirmos um pouco a mente poderemos aproveitar um leque muito maior de opções de leitura, afinal, como a própria Collen Hoover escreveu:

"Que importância tem o gênero, se o livro é bom?"

Embora o desafio tenha sido feito pela Daya, a versão "feminina" dessa resenha no nosso blog foi feita pela Mariana Ramos e pode ser encontrada aqui.

Comente com o Facebook:

27 comentários:

  1. Sabe, eu escrevo para mulheres e, enquanto crio as cenas "romantiquinhas" e "ultradetalhadas", como você mesmo diz, fico pensando o que pensaria uma homem ao lê-las (rsrsr), por isso adorei esse desafio! Muito, muito legal conhecer a perspectiva de uma CABRA MACHO sobre uma típica história de MULHERZINHA. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Deborah, que bom q vc gostou do desafio, eu tbm gostei do seu comentário, me da ainda mais forças para fazer textos diferentes das resenhas.
      Valeu

      Excluir
  2. Olá,
    Admito que quando os casais começam a ficar melosos eu fico louca para pular as páginas e chegar logo em algo interessante, as vezes eu saio pulando vários parágrafos por causa disso, nunca li nada dessa autora mas quero muito conhecer a escrita dela. Adorei saber o que você achou do livro. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elay sou bem rígido no quesito pular parágrafos, não pulo nunca mesmo que esteja com muito vontade. Mas aquela pegação toda me agoniou muito e a vontade ficou quase insuportável. A autora é muito boa, indico totalmente.
      Abraços

      Excluir
  3. Esse Ogro mandou bem. Rsrs adorei!!! Confesso que nas partes de agarra a agarra me fizeram pensar seriamente em pular os paràgrafos.Mas amei esse livro. Depois desse já li mais 3 dessa autora e doida aqui pra ler o 4 rsrsrs. Adorei o desafio. Parabens por perder um pouco desse preconceito.abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz ao saber que aquela agarração tbm chateia as mulheres. Pelo jeito vc concorda comigo que o livro é bom, e oq estraga é o romancinho?
      Valeu pelo comentário e pelos elogios

      Excluir
  4. Ola
    Que post legal!
    Adoro essa autora e fico feliz que tenha quebrado um pouco do preconceito do desafiado hehe
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rosana, tenho que confessar que quebrou todo meu preconceito, depois desse desafio leio qualquer livro. Fique ligada que termos outros textos sobre outros livros.

      Excluir
  5. Olá Marco,
    Fico feliz que você tenha superado seus preconceitos e saber que essa parte foi a mais difícil de ler o livro. Esse é um dos meus livros favoritos da vida, acho que a construção foi bem interessante e trabalhada.
    É uma pena que a Sky tenha te irritado em alguns momentos. Eu senti isso com o Holder, porque ele omitia as coisas, sabe? Enfim, no mais, achei legal você ter gostado.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna eu acho que ele omitia as coisas pq não sabia como contar pra ela. E fora isso ele foi um namorado mais doq perfeito. Que legal q vc curtiu bastante esse livro, realmente ele tem uma história muito boa e envolvente.
      Abraços

      Excluir
  6. Moço, parabéns pela tua capacidade de concluir a história, de verdade! Em A Seleção, que o romance nem é tão chato, eu queria morrer! Sério, dá uma vontade de entrar nos livros e mandar a personagem parar de ser chata, haha. Mas adorei a ideia do desafio, de qualquer forma. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi uma tarefa tão árdua Felipe, existem mais momentos bons q ruins no livro e a trama é muito boa. Essa de entrar no livro para mandar ela parar de ser chata não pensei, mas não seria má ideia, hehehehe.
      Abraços

      Excluir
  7. Que post original! Curti essa ideia do desafio. Acho que faria esse mesmo desafio com outras pessoas, mas por conta da sua resenha rs já fiquei com vontade de ler essa obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Po Rafael ler isso me deixou muito animado, ainda mais vindo de um homem. Eu indico esse livro, se vc tiver paciência com a beijação vai curtir muito essa surpreendente história.
      Abraços.

      Excluir
  8. Que importância tem o gênero, se o livro é bom?
    Penso o mesmo..

    Estou sempre adepta ao novo quando o assunto é livro..
    Quanto a sua resenha, eu gostei tmb, bem simples e sincera.
    o livro já estava na minha lista.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Flávia q vc está disposta a encarar livros diferentes. Nós resenhistas não tínhamos essa facilidade, espero q goste do livro.
      Abraços

      Excluir
  9. Oi! Gostei da sua sinceridade :) Nunca li nada da autora, e esse livro não me chama a atenção, ainda mais por saber que a personagem principal é cheia de mimimi rs
    Bom, parabéns pela resenha e por ter cumprido o desafio :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruhh essa é a visão de um ogro sobre a personagem principal, mas vc com uma visão diferente pode gostar. Valeu pelo elogio mas esta foi a primeira parte do desafio. Logo logo tem mais.

      Excluir
  10. Eu lembro quando você anunciou o desafio e estava muito curiosa para saber qual seria a sua opinião e qual seria o livro escolhido. Achei seu post bem sincero e achei muito bacana o seu ponto de vista. Eu ainda não li a obra mas tenho muito interesse e o romance que foi algo que lhe incomodou, pode me agradar bastante kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz, este livro é voltado para o público feminino então me parece lógico que vc goste mais do que eu. Valeu pelos elogios e fique ligada nos próximos livros do desafio.

      Excluir
  11. Nossa...Adorei isso...Adorei o desafio!
    Olhaaaa....versão feminina da resenha foi ótimo! ☺
    Sabe que eu também tenho dificuldade de sair da minha zona de conforto. E admito que teria que fazer isso. Parabéns por ter encarado o desafio com tanto humor...e parabéns pela resenha! lendo-a você não parece grosseirão não viu?😉

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise valeu por comentar, estou pensando em mostrar esse comentário para minha mulher, hehehehehe. Abraços

      Excluir
  12. Nossa...Adorei isso...Adorei o desafio!
    Olhaaaa....versão feminina da resenha foi ótimo! ☺
    Sabe que eu também tenho dificuldade de sair da minha zona de conforto. E admito que teria que fazer isso. Parabéns por ter encarado o desafio com tanto humor...e parabéns pela resenha! lendo-a você não parece grosseirão não viu?😉

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oiiiie
    que legal o desafio, eu sou bem suspeita para falar pois amoooo esse livro, ele me faz chorar e refletir horrores, e criei um amor imenso pela autora, belo post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina, a autora me surpreendeu mas não ao ponto de chorar, heheheh. Valeu pelo elogio.
      Abraços

      Excluir
  14. Olá!
    Sair da nossa zona de conforto as vezes é bom. Eu tive essa experiencia algumas semanas atrás quando li uma ficção científica e adorei a história. Eu ainda não li nada dessa autora, mas tenho esse livro aqui em casa e pretendo ler ainda esse ano.
    Adorei a sua resenha e todos os relatos sobre o que sentiu da história.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Suelen, eu adoro FC e as boas sempre nos ensinam coisas sobre a nossa realidade. Valeu pelos elogios. Abraços

      Excluir