Resenha: A Garota de Treze - Lilian Reis


Título Original: A Garota de Treze
Autora Nacional: Lilian Reis
Editora: Mundo Uno
Ano: 2016
Páginas: 220




Olá pessoal,

Como fazer uma resenha de um livro que me fez voltar a minha adolescência? Lembrar de tantas coisas boas, não ter preocupação na cabeça... Aliás, tinha sim, passar de ano! rsrs 

Recebi esse livro da editora Mundo Uno e no mesmo dia comecei, estava com tantos comentários positivos na internet que não poderia esperar nem mais um minuto.

Em A Garota de Treze vamos conhecer Luce, uma menina que se considera madura para a idade, não é daquelas meninas populares da escola, não desgruda da sua melhor amiga Rafa e tem um vizinho que conhece desde pequeno que é apaixonado por ela, mas ela o considera como um irmão.


Luce e Rafa são garotas que sonham com o príncipe encantado, divertem-se, brincam bastante e nunca beijaram na boca, o famoso BV (boca virgem). O grande sonho de Luce é beijar um carinha mais velho. 

Quando Luce viu um garoto cantando em uma banda, ficou encantada com a sua beleza e passou a viver suspirando pelos cantos. Ela sempre quis aprender a tocar violão, mas depois que viu o gatinho da banda, a sua vontade só aumentou. O que ela não imaginava era que o seu professor de violão seria o garoto cantor da banda. Foi uma grande e agradável surpresa. Imagina como Luce ficou nesse encontro? Ela não acreditava em quem estava bem ali a sua frente.

Depois de algumas aulas, eles ficam mais próximos e, claro, Luce ama isso. Noah é um garoto mais velho, já trabalha, tem uma certa independência. Quando ele pergunta para Luce a sua idade, ela não pensa duas vezes e mente. Eles começam a sair, passear e tudo nos faz crer que o grande sonho de Luce estava cada vez mais perto para se tornar real.

A partir daí, a vida de Luce vira uma bola de neve de mentiras. Ela resolve trapacear com Noah e com a mãe, pois resolve fazer tudo escondido, por ela ser rígida e controladora. Mas até onde isso iria? Quando Noah descobrisse a verdade, o que Luce ia fazer?

Luce é uma garota que tem seus medos, seus sonhos, seus desejos e conta tudo isso com a maior naturalidade. Ela só queria dormir com treze e acordar com os seus dezesseis anos.

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Luce e eu gostei bastante da escrita da autora. No começo, achei até que fosse ficar cansativa a leitura, mas Luce consegue nos cativar e em vários momentos dei risada com os seus pensamentos.

A autora escreveu um livro para todas as idades, mesmo sendo juvenil. Se você é um jovem, leia para lembrar da sua adolescência e se você é um adulto, leia também, ainda mais se tiver filhos adolescentes, e volte ao seu passado.

É uma história com vários ensinamentos, demonstrando que devemos passar por todas as nossas fases de vida; e não seria diferente com Luce. Ahhhh.... não posso deixar de falar que amei a capa, achei muita linda!!!






Sinopse do Skoob: Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, Acima De Tudo, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! Pelamordideus! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!

Comente com o Facebook:

13 comentários:

  1. Amei sua resenha! O livro realmente é muito fofo e nos faz querer voltar ao tempo, onde os problemas se resumiam em odiar ter 13 anos kkkkk

    Parabéns, Lilian Reis! Parabéns, Daya Maciel!

    *-*

    ResponderExcluir
  2. Oi, Daya! A capa do livro é uma fofura! Deu para perceber na sua resenha, que ele reserva momentos de pura nostalgia para os leitores mais velhos. Adoro isso!

    Um beijo enorme!

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Amei sua resenha!
    Eu não leio muitos livros juvenis mas achei esse muito fofo, com certeza deve fazer a gente voltar no tempo.
    A capa é linda demais!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ah que livro delícia de ler, acho que leituras assim são sempre bem vindas, voltar a adolescência é muito gostoso.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Acho a capa desse livro muito linda <3
    Adorei a sua resenha, eu gosto de livros nesse estilo, eles sempre me tiram de alguma ressaca literária, obrigada pela dica. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu também odiava ter treze anos... minha vida melhorou muito dos catorze em diante! A vida er abem menos complicada, né? Bom, a capa é fofa mesmo e a história, apesar de simples e juvenil, parece ser muito bacaninha. Eu considero essa uma leitura para domingo a tarde, para relaxar. Espero que ela tenha se desenrolado das mentiras numa boa! XD

    ResponderExcluir
  7. Oi flor. No inicio da resenha ja fiquei pensando aqui que eu ia comentar: hum, acho que nao vou gostar, uma menina de 13 ja querendo se passar por mais velha. Não, ta muito nova pra essas coisas. Mas, como vc disse que tem ensinamentos, acho que essa foi a intenção da autora. Que a personagem aprendesse viver as fases da vida de acordo com sua idade, eu imagino. Com certeza eu leria! Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, amei a resenha pois para mim foi nostalgico e isso é bom. Amei ler a resenha e ver a premissa do livro, que nos leva de volta a adolescencia, é bom ler livros assim depois de um livro denso e pesado. Amei o livro e já quero ler.
    bjus

    ResponderExcluir
  9. Olá adoro livros que abordam uma temática mais juvenil. Gostei bastante da resenha e a forma como você relatou as características da obra. Acredito que embora esse tipo de leitura seja rápida e divertida ela acrescenta muitos ensinamentos ao leitor.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Oi Daya!
    Adoro livros que me levam de volta a adolescência, onde tudo era tão fácil e nossa única preocupação era passar de ano hahahahahah, amei a resenha e fiquei super curiosa! Com certeza vai para a lista.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  11. Nem sei o que dizer. Poderia afirmar que não é uma história que faça o meu gênero, mas já li algumas mais ou menos no mesmo estilo que acabaram por me surpreender bastante.

    Acho que para um final de semana onde queremos relaxar e sonhar um pouco com a inocência do passado seria uma boa.

    ResponderExcluir
  12. Também me apaixonei pela capa e ainda demorei alguns instantes pra entender que era nacional! A Lilian parece que se superou nesse livro! Cada resenha fico mais curiosa pra ler, mesmo sem curtir muito protagonistas novinhas.
    Como sempre, vc capricha nas resenhas e deixa a gente com os bolsos vazios $$$!
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  13. Oie
    muito legal a resenha, eu fiquei mega curiosa pelo livro quando lançou pois a capa está uma graça e gosto bastante desse gênero pra apreciar de vez em quando, bela dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir