Filmes e Séries: Preacher


Título Original: Preacher
País de Origem: EUA
Gênero: Terror/ação
Ano de lançamento: 2016
Duração média de cada episódio: 52 minutos
Emissora original: AMC

Antes de falar da série de tevê, vou explicar uma coisa: tenho mais de 40 anos de tevê e leituras. Sou fã de quadrinhos, Graphic Novels e seriados desde os anos 1970. Então, não caí de paraquedas em Preacher.

Quando falo que Demolidor, da Netflix, está quase fiel aos quadrinhos, é porque eu li. Quando reclamo que Arrow visualmente é lindo, e o ator é um deslumbre, mas que em termos de respeito com os quadrinhos não tem nada, é porque sei que Oliver Queen é amigo do Batman, o único que o Homem Morcego tem, que os dois são milionários e que Oliver tem um filho com a Canário. Infelizmente, os roteiristas andam querendo inventar – saindo da DC para a Marvel: até o Tocha Humana mudou de raça!

Sim, eu li algumas revistas que deram origem ao seriado da AMC e gostei do estilo, por isso escolhi ver o seriado. Agora vamos analisar Preacher.

Então... primeira martelada, que não é necessariamente negativa: se você não conhece as revistas, vai ter dificuldades de entender o piloto e o primeiro episódio do seriado. Isso porque Evan Goldberg e Seth Rogen foram fiéis aos quadrinhos e aí quem não é um “iniciado” se perde um pouco.

Segunda martelada: se você não sabe quem são os personagens, lamento muito, porque eles não são apresentados no piloto. É isso mesmo, os produtores acham que você já ligou a tevê sabendo tudo sobre todos os personagens e a história, então não apresentam ninguém.

Nem mesmo quem conhece a história e sabe a sinopse consegue entender bem o que está acontecendo nesse início.
Jesse Custer é um ex-pastor que foi possuído por uma entidade chamada Gênesis, que fugiu do Paraíso e está sendo procurada pelos anjos. Quando Jesse e Gênesis se tornam um só, os anjos enviam o Santo dos Assassinos, um matador do Século XIX, para prossegui-lo.
Falemos então das partes boas? O elenco é primoroso, muito bem escalado e estão afinados com os personagens. 

Agora preparem-se para o choque... Aqui a tia Bel resolve ser legal e  tentar facilitar um pouco a vida de vocês: vou apresentar os três personagens principais. rsss


O pastor Jesse Custer é interpretado pelo gostoso do Dominic Cooper (Stratton, Preacher, Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos, Agent Carter, Capitão América 2 - O Soldado Invernal, Drácula - A História Nunca Contada, O Dublê do Diabo e Sete Dias com Marilyn). Ele é um ator relativamente pouco conhecido, apesar da filmografia diversificada, e dá vida ao pastor (Preacher) que é possuído e deve salvar a própria pele e também a humanidade.

O vampiro Cassidy é interpretado por Joseph Gilgun, ator mais conhecido por seu papel em Misfits – série britânica muito interessante, para quem nunca ouviu falar. Ele está ótimo no papel, é engrassadíssimo - claro que estou falando apenas do piloto e do primeiro episódio, não os outros e não sei como está se desenvolvendo a trama.

Tulip, a ex esposa do pastor está sendo apaixonantemente interpretada Ruth Negga,  ora do bem, ora mostrando sua faceta nada mocinha. Quem acompanha minhas resenhas e posts sabe que prefiro mulheres fortes e Tulip está nessa categoria: forte, desbocada e louca!

Mas Bel, você recomenda?

Depende. Você se sente incomodado quando mexem com religião? Se a sua resposta para essa pergunta foi sim, não assista, porque a blasfêmia corre solta. Apesar de Jesse não ser mais pastor, temos algumas referências nada elogiosas à religião, anjos e Deus. Se você não tem nenhum problema com isso, corra para assistir, porque é muito bem produzida e dirigida.

A série está na primeira temporada, com 10 episódios previstos e três que já foram ao ar. A fotografia está de primeira e o elenco redondo dá conta do recado.


***

Sinopse do Adorocinema: Jesse Custer é um ex-pastor que foi possuído por uma entidade chamada Gênesis, que fugiu do Paraíso e está sendo procurada pelos anjos. Quando Jesse e Gênesis se tornam um só, os anjos enviam o Santo dos Assassinos, um matador do Século XIX, para persegui-lo.

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Oi Bel
    Nossa você disse bem ao falar que a série supoe que você já conhece tudo de Preacher, eu assisti o piloto e me senti perdida, pareceu um recorte de várias cenas legais, mas desconectadas, juntadas em um episódio, ainda não sei se vou acompanhar, talvez pegue os quadrinhos antes de me aventurar na série.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Eu assisti ao piloto da série e realmente fiquei super perdida, tanto que não dei continuidade.
    Foi bom ler o seu post, vou tentar ler os quadrinhos antes de dar continuidade.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bel
    Fico feliz que gostou da série e recomenda.
    Mas acho que realmente não é para mim..rs Não gosto de referências nada elogiosas a Deus, e nem Ele rs

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Nossa, eu estou curiosa com essa série, mas até então não sabia nada sobre ela. Já fiquei mais animada para conferir após essa dica. E já vi que vou ficar babando pelos atores na tela kkkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Oii,
    Não conhecia a série, mas como você disse que é meio confusa no piloto e no 1 episódio, acho que vou procurar os quadrinhos primeiro, se você que já leu ficou perdida, imagine eu que não li! hahahaha Vou usar essa apresentação dos protagonistas que você fez também pra me ajudar. :D
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. oi

    não conhecia essa série, e sabe de uma coisa??? eu bem que gostei! mas olha adorei a sua dica, vou procurar os quadrinhos primeiro para não fazer tanta confusão, adorei seu post e a dica está mais que anotada!!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oie Bel.
    Não conhecia essa série... e cara o Dominic é gato demais!!!!
    Mas para lhe ser sincera, não me importo com a religião e nem em nada disso. Entretanto, uma palavrinha logo no inicio da resenha descartou ela por completo para mim. TERROR!

    Eu sou bundona demais para essas coisas, Bel... hahaha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  8. Nossa, nunca tinha ouvido falar dessa série, mas achei a história (polêmica) bem interessante. Pena que não estou podendo ver nada, estou com todas as séries atrasadas. ~.~
    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Oi Bel, sua linda, tudo bem?
    Nossa, adorei sua crítica!!! Bem em me encontro entre aqueles que não conhece nada da história, e por isso fique um pouco perdida. Mas gostei muito do enredo e dos seus comentários. Não tem como resistir!!! Vou anotar a dica para ver quando tiver um tempo.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie
    muito legal sua critica, ainda não conhecia a série até pq apesar de assistir algumas, não sou muito interada por causa da falta de tempo mas bem legal o post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Não conhecia o seriado e fiquei bem curiosa, apesar de alguns pontos como eles não apresentarem os personagens. Ainda assim, fiquei curiosa para saber o que vai acontecer, como a história vai se desenrolar, entre outros. Tem na netflix?
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  12. Oi Bel...
    Vi os quadrinhos a um tempinho atrás na livraria (nem sei que volume era) mas fiquei curiosa com a história e com o que me falaram dela. Estou entrando somente agora no mundo dos HQs e sei que tenho muito chão pela frente, mesmo assim, achei interessante seus comentários sobre a série.
    Me parece que ela foi feita para quem é fã e tenho um certo receio de começar e não gostar por causa do fator cair de paraquedas e sem apresentações. Se bem que as vezes as séries se perdem apresentando personagens ou dando uma vida nova para eles, então nem sei se isso é realmente algo ruim.
    Confesso que essa coisa de mexer com a religião é o que mais desperta a minha curiosidade...rs
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir