Resenha: A Promessa da Rosa (Flores da Temporada #1)


Título Original: A Promessa da Rosa (Flores da Temporada #1)
Autor (a) Nacional: Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Ano: 2015
Páginas: 432



Olá,

Eu começo essa resenha indignada comigo, até hoje não entendo o motivo de não ter lido esse livro antes. Foi inaceitável! Sempre acompanho a autora nas redes sociais, vi pessoas falando bem do livro e fui deixando, deixando, deixando... Até que tomei a decisão de pegar da minha estante e começar a leitura.

Sinceramente, não tenho palavras para começar a resenha. Sabe uma narrativa que te pega de jeito e você não consegue mais parar? Foi assim com A Promessa da Rosa.

Vamos à resenha?! 


Kethelyn é uma jovem, filha de um conde, com uma família respeitada pela sociedade e que estava começando o seu período de debutante. Para quem olhava, parecia ser a dama perfeita para um cavalheiro, mas Kethelyn detesta tudo aquilo. É uma jovem com um pensamento idealista, ama antiguidade, é teimosa, tem um gênio difícil; é divertida e não tem medo de enfrentar qualquer situação. Ama cantar e tem o sonho de casar por amor, não queria um casamento arranjado.

Ela tinha aprontado algo logo depois do seu baile de estreia perante a sociedade e o pai a colocou de castigo, mas depois de um tempo consegue ir ao baile de máscaras e lá algo acontece... Kethelyn conhece um homem misterioso chama sua atenção. Eles conversam e entram no jardim para um passeio, sendo que isso era algo proibido naquela época. Kethelyn, como não sabia quem era aquele homem, achou que ele não tivesse nenhum título e nunca mais iriam se encontrar. Só que ela estava completamente enganada, pois ele era simplesmente o nono duque de Belmont, Arthur Harold.

O duque é um homem respeitado pelo título, rico, bonito e que sabia o que queria, não desistindo até conseguir. Ele ficou fascinado com aquela jovem, tão diferente de tudo o que ele estava acostumado a ver nas outras jovens. Depois do encontro, ele não consegue tirá-la da cabeça e decide cortejá-la. Contudo, Kethelyn só casaria por amor e aí começa o problema entre um homem obstinado e uma jovem teimosa.

Para mim, esse conjunto de personalidades entre o casal foi perfeito à história. A autora também foi sensacional, em nenhum momento a narrativa torna-sse cansativa. Quando tudo parecia que ia se encaixar, acontecia uma reviravolta.

Os dois, Kethelyn e Arthur, vão viver momentos intensos, uma paixão sem limites, não conseguindo esconder o que um sente pelo o outro. Entretanto, a inveja é um sentimento terrível e se a pessoa não estiver atenta, pode ser enganada facilmente. Devido a tudo isso e uma sucessão de mal-entendidos, eles vão passar por situações imagináveis.

A autora conseguiu tornar a leitura envolvente, fluindo com naturalidade e eu não poderia deixar de me aventurar nessa história. Eu me entreguei completamente à leitura, amando e sofrendo com intensidade. E o que falar daquele final? Lindo e emocionante.

Algumas coisas me incomodaram: fiquei curiosa para saber como ficou a personagem Florence, a prima da Kethelyn, e um pouco decepcionada com o final da Elsa. Espero que a autora fale algo no próximo livro, acabando com essas minhas observações.

A Promessa da Rosa abordou o amor e me fez refletir sobre tantas coisas: raiva, perdão, inveja, ciúmes, amizade, lealdade, vingança. 

Superindico a leitura para fãs de romance de época e aqueles que amam uma mocinha corajosa e decidida. Aguardo ansiosa ler o próximo livro, O Despertar do Lírio.




Sinopse do Skoob: Século XIX: Status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Que livro lindo! A capa é bem convidativa, estou super interessada para ler, ainda mais depois da sua resenha.

    Beijokas da Mylloka :*
    https://myllokasecret.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Daya,gostei da sua observação. Me incomodou também. Estou curiosa com o próximo livro e ver se tem uma explicação para aquele final, que não me convenceu. Mas, eu sou bem chatinha, sabe? rsrsrs
    Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fran
      A história é muito bom e estou ansiosa pela continuação.
      beijos

      Excluir
  3. Daya,gostei da sua observação. Me incomodou também. Estou curiosa com o próximo livro e ver se tem uma explicação para aquele final, que não me convenceu. Mas, eu sou bem chatinha, sabe? rsrsrs
    Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir
  4. Oiii! Eu tenho ele é ainda não li! E só vejo coisas boas sobre ele. A premissa é linda e apaixonante! Acho que ele vai furar a fila! Linda resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Daya, sua linda, tudo bem?
    OMG!!! Eu também tenho esse livro na minha estante e até hoje não consegui ler. Essa capa é linda demais e a história também. Pelo visto ele estava procurando justamente por um amor verdadeiro que nunca tinha encontrado nas outras moças e encontrou com ela. Não vejo a hora de ler!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cila
      Estou encantada com a narrativa da autora, apaixonante.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Daya, tudo bem??
    Menina sou suspeita em falar da escrita de Babi... adoro a forma como ela constrói as suas histórias... ela é ótima na construção de personagens e eu amei a leitura deste livro... ele foi um de meus favoritos do ano passado... ela me conquistou e e eu estou doida para conferir o próximo livro, inclusive tenho que comprar logo para ir ao lançamento... não perco por nada... adorei sua resenha e o quanto gostou da leitura e apesar de ter odiado o Arthur algumas vezes, passei a gostar dele em outras... a história pra mim foi mais que perfeita... Xero!

    ResponderExcluir
  7. Oi Daya, menina esse é um livro que mexeu comigo de uma maneira dolorosa, eu me senti vazia depois de ler, tudo que eu queria era voltar tudo de novo pra reviver todas as emoções. Melhor livro de época ever! Pra mim não tem Julia Quinn e nenhuma outra que eu ame mais a escrita nesse gênero do que a Babi, livro é perfeito!
    Beijocas e estou ansiosa pela promessa do lírio tb!

    ResponderExcluir