Resenha: Vou te contar por que estou solteira


Título no Original: Vou te contar por que estou solteira
Autor(a) Nacional: Simone Lemos
Editora: Chiado
Ano: 2015
Páginas: 221




Estava precisando de um livro que me fizesse dar boas risadas. Quando vi o título - que é bem sugestivo - , li a sinopse e vi que estava classificado como humor/comédia, achei que seria o momento certo para ler esse livro. Fiquei apaixonada pela capa assim que chegou e comecei a leitura no outro dia.

De acordo com a sinopse, uma mulher aos trinta anos está solteira e vai contar o motivo do seu estado civil. Por eu ter casado muito nova, queria entender um pouco das solteiras que têm a mesma idade que a minha. Mas lendo Vou te contar por que estou solteira percebi que não é a história de uma mulher que decidiu ser solteira... 

Bem, na verdade, Maitê é uma jornalista competente, bem sucedida, que percebe aos trinta anos que não realizou o seu sonho de casar e ter uma família feliz. Ela entra em desespero quando percebe que suas amigas estão se casando e ela está enrolada com um carinha que não tem futuro nenhum. Leo e Maitê são colegas de trabalho, eles trocaram mensagens por celular até que Leo a convidou para sair. O livro começa bem aí, ela contando como foi esse encontro e por que ela está solteira.

Juro que dei boas risadas quando Maitê conta sobre quando era mais nova, que queria casar e ter três filhos. Ela explica em detalhes quantos anos levaria cada passo, quantos anos precisaria ter para casar e ter os filhos. Segunda ela, seu tempo está acabando e é preciso fazer algo urgente. Então percebe que a sua única solução é comprar vários livros de autoajuda e seguir o que é dito lá. Mas Maitê é muito atrapalhada e, com isso, compra muitos livros, mistura o que os livros estão dizendo e acaba confundindo várias situações. 

A autora é da mesma cidade em que moro, Brasília, e a história também se passa aqui. Por um lado, eu gostei, porque é muito interessante conhecer novos lugares ou até ver lugares que eu já conhecia com outros olhos; mas para quem não mora aqui ou não conhece, deve ficar um pouco perdido (se bem que... E daí? Não conheço os EUA ou Paris e não deixo de ler livros que se passam nesses locais por causa disso).

O livro é narrado em primeira pessoa, facilitando a vida do leitor que conhece melhor os pensamentos de Maitê e isso foi muito bom para as gargalhadas, pois ela é doidinha de pedra. 

O problema de Maitê é a insegurança, muitas vezes fiquei chateada por ela estar agindo daquela forma que, sinceramente, fazia-a parecer uma adolescente. Mas Maitê é aquela personagem cativante que conquista o leitor e em todo momento me vi torcendo pela sua felicidade, para que ela pudesse realizar o seu sonho de formar uma família e para que aparecesse um "príncipe" que a amasse.

Super indico para as pessoas que amam um chick-lit, uma leitura leve, divertida e situações hilárias.


***
Sinopse do Skoob: O que acontece quando uma mulher que chegou solteira aos 30 resolve que precisa se casar? No caso de Maitê, muita confusão e situações hilárias. Quando Maitê percebe que todas as suas amiga estão se casando mas que ela continua presa a um relacionamento sem futuro com o sedutor Leo, decide que devorar livros de autoajuda sobre relacionamentos será o caminho mais rápido para o altar. Só que na pressa de se ver casada, ela acaba comprando títulos demais, misturando o que os livros estão dizendo e assim trocando os pés pelas mãos. Ela só não imagina que enquanto planeja sua armações, o destino já havia planejado algo bem melhor para ela.

Comente com o Facebook:

29 comentários:

  1. Amo chick list e adoro leituras leves para me distrair dos problemas. Creio que irei apreciar a leitura.

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tainan
      Também e você vai gostar, bem legal!
      beijos

      Excluir
  2. Onde comprar? tem versão digital? Na Amazon não achei

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas achei muito interessante. É bem o meu estilo de gênero favorito. Muito obrigada pela indicação, adorei saber sua opinião sobre o enredo. Amo chick-lit exatamente por ser uma leitura leve.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Amei esse livro, Day!!! Sua resenha, gostosa por sinal, me fez ficar super curiosa e claro, me identificar MUITO com a Maitê hahahaha. Vou já adicionar no meu skoob pra eu não esquecer.
    Nossos gostos são bem parecidos, né, então tenho certeza que vou adorar e me divertir bastante. XD
    Bjão
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biaaaaa,
      Verdade, temos gostos parecidos rsrs
      beijosss

      Excluir
  5. Oi Daya, menina esse livro parece ser bem gostosinho de ler e fiquei super curiosa com ele. Geralmente eu não curto personagens já "bem velhinhas" que ficam dando uma de adolescentes, mas acho que nesse eu acharia a maior graça e entraria no clima, o fato dela ser doidinha foi o que mais me interessou kkk vai entender! eu já tinha visto o livro em algum lugar e até já o solicitei pra editora só por causa da capa e da sinopse, mas ao ler a sua resenha eu não me arrependo e estou ainda mais ansiosa para que ele chegue =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia,
      A personagem é bem doidinha, dei muita risada!
      Eu amei a capa, muito linda.
      beijos

      Excluir
  6. hehehehe, me identifiquei um pouco, acredito que que algumas coisas tenho da protagonista.
    O livro em si parece ser divertido, aliás, o título já denúncia isso :p
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Que livro bacana, ainda não li nenhum chick-lit, as meninas dizem que são bem divertidos, quem sabe meu primeiro não seja um nacional.
    Adorei o fato do livro se passar em Brasilia, tenho um amigo aí, mas não conheço muita coisa e conhecer melhor a cidade por meio de um livro leve e divertido deve ser muito legal.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniele,
      Eu amoooo
      Super recomendo livros leves, bom para descansar a mente rs
      beijos

      Excluir
  8. Olá,
    Não conhecia esse livro, mas adoro um chick-lit, e o livro parece ser muito engraçado, com certeza irei adicioná-lo a minha lista de desejados. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elay,
      É bem legal, depois me conta o que achou!!
      beijos

      Excluir
  9. Oiiii!
    Eu amo chick lits e esse parece ser ótimo. Gosto quando as personagens são engraçadas e fiquei curiosa para saber o por que dela estar solteira. Quero ler com certeza.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá linda,

    Acho que quase todas as personagens desse gênero são inseguras e muitas vezes chatas com seus mimimi e isso me deixa bem irritada, mas traz a leveza e as partes divertidas desse livros.

    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oioi!
    Não conhecia o livro Vou te contar por que estou solteira, achei o titulo legal, mas a capa nao me chamou a atenção, parece que usou o paint.
    Já vi que a Maitê é gente como a gente hehe...gostei de conhecer mais sobre o livro e sendo um nacional me anima mais a conhecer.
    Chick-lit é comigo mesmo, vou ler sim.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  12. Oiee

    O título é bem sugestivo mesmo e eu gostei da capa também.
    Gosto de leituras assim pra intercalar entre as mais densas. Bem leve e divertida.
    Adorei a dica!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Sei de umas pessoas que devem ler esse livro. A leitura parece ser divertida, e leve também. É bom ter livros assim na estante.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Sou apaixonada por Chick-lit! Adorei a premissa dele, parece ser muito engraçado! Gostei da Maite, acho que o problema de muitas mulheres é a insegurança, né?
    Obrigada pela dica!
    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Oi Daya, tudo bem??
    Eu não curto chick lit... na verdade os livros em si não me chama atenção.. eu prefiro os filmes, mas essa história parece ser bem legal... não sei se eu leria no momento, mas em outra oportunidade quem sabe... de qualquer forma o bom foi que você curtiu a leitura do livro... e que você se divertiu... Xero!

    ResponderExcluir
  16. Olá, aiii que chiclit foto!!
    A personagem principal parece ser daquelas que crianos um vínculo a ponto de nos acharmos íntimas e até amiga.
    Gostei também da capa condiz com o enredo, parabéns pela resenha Daya fiquei louca pra ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, Daya!
    Eu tenho gostado muitos dos chick-lits nacionais que tenho lido. Não me decepcionei com eles ainda... E acho que este seria mais um pra lista. Eu sou mais ou menos como a protagonista... tb tinha planos contadinho sobre quando casar e ter filhos... Até que a vida ensinou que estas coisas não podem ser programadas! rsrs... Se quiser saber como é ser solteira com mais de 30, me chama! ;)

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Não conhecia esse livro mas ele me parece bem divertido. Não curto muito chick-lits. Não é um tipo de livro que tenho o costume de ler, mas esse me chamou bastante atenção. Com certeza nos proporciona uma leitura muito gostosa e nos rende muitas risadas.
    Ótima resenha.
    Abraços!
    http://blogladoescuro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Já ri aqui só de imaginar a personagem cheia de livros de autoajuda e misturando todos os conselhos, deve ter sido hilário, rsrs. Tenho vontade de ler esse livro, parece bem divertido.

    ResponderExcluir
  20. Olá, não conhecia a obra...só pelo nome imagino que deve ser bem divertida. Esse é um gênero que não leio com muita frequência, mas me divirto.

    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Oi..
    Eu pedi esse livro para resenha e estou louca que ele chegue.
    Amo chick-lit!!!

    E essa capa rosa entao? Já conquista né?kkkk
    abraços.

    ResponderExcluir
  22. Que história fofa! Estou precisando ler algo assim, bem leve e divertido. Fico só imaginando as trapalhadas da personagem ao misturas as informações dos livros de autoajuda. Adorei! Dica anotada!

    tatiana

    ResponderExcluir