Resenha: O amor deitou âncora



Título no Brasil: O amor deitou âncora
Título Original: -------
Autor(a) Nacional: Ronaldo Ferreira de Almeida
Editora: Multifoco
Ano: 2013

Páginas: 114








Olá leitores,

O livro O amor deitou âncora, do autor nacional Ronaldo Ferreira de Almeida, apresenta poesias que nos levam a refletir sobre o amor e a mulher amada, mostrando que viver com amor é a felicidade plena. 

Foi uma leitura que me fez viver diversas emoções. É um livro que podemos ler aos poucos, apreciar cada poesia e viver cada sentimento por dia. Eu trouxe o livro para o meu trabalho e sempre que posso releio um poema e vejo como o amor é importante para a minha vida.  

A narrativa flui com facilidade e quando percebemos já acabou o livro. Pude ter uma leitura agradável e prazerosa. Super recomendo para todos os leitores.



Soneto do amor "miúde"                                                                                          O amor me chega em "miúdes"
Em fragmentos de pedaços
E cobra em mim algo que alude
Deixando em mim muito embaraço

Mas quero meu jeito que se mude
Quero assim a timidez en despedaços
Para banir de mim meu jeito rude
E para cair enfim nestes seus braços

E que eu tenha em mim nova atitude
Diferente daquela do passado
Deixando de amar mais do que pude

Me sentindo eu mesmo renegado
Por não ter um ser que me ajude
E por me sentir assim, mais que coitado.







Assista o poema Medida Certa:




Sinopse: "O livro "" O amor deitou âncora"", nos traz um convite à boa poesia. Trata do amor, sem cair no lugar-comum. O livro se destaca por sua intextualidade, pois o autor demonstra passear pelos diversos gêneros da poesia e consegue o seu objetivo: fazer bater o coração e trazer à reflexão este tema que move os grandes clássicos da literatura: o amor. Vale sentar e se deliciar com a poesia de um jovem e já grande poeta!"



Conheça um pouco sobre o autor:
"Um novo poeta navega com sua poesia no grande mar da Literatura. Ronaldo Ferreira de Almeida nasceu no dia 06 de março de 1975 em Niterói e foi criado em São Gonçalo, onde vive até hoje. É um poeta contemporâneo que passeia por diversos estilos literários. É elogiado por artistas, intelectuais e poetas como: Antonio Cícero, Ana de Hollanda, Aldir Blanc e Vitória Saramago, entre outros. É formado em Teologia e pós-graduado em Gestalt-terapia. É também um estudioso dos assuntos concernentes à Filosofia, à Psicologia e ao Direito. Quando menino começou a ouvir na vitrola de seus pais os grandes mestres da MPB, tendo a partir desse momento o seu primeiro contato com a poesia. O encantamento pela palavra adveio dos mestres da MPB e da poesia que apreciava e lia na adolescência, observando a escrita de alguns dos melhores poetas brasileiros. Demonstrou o seu talento para a escrita, a princípio, escrevendo seus poemas e participando de concursos em colégios e instituições culturais. Para ele, o poeta se faz dia após dia, numa construção contínua. Permaneceu, assim, numa incessante busca pelos clássicos da Literatura Brasileira e Mundial encontrados na estante do seu pai, tendo acesso a autores como: Machado de Assis, Guimarães Rosa, Ariano Suassuna, Graciliano Ramos, Stendhal, Dostoievsky, Thomas Mann, Franz Kafka, Hemingway, James Joyce, entre outros. Em outubro de 2013, lançou o livro “O amor deitou âncora” pela editora Multifoco, no espaço Multifoco, na cidade do Rio, nos Arcos da Lapa. Este livro contou com o prefácio da Doutora em língua Portuguesa, Maria Celeste Castro Machado (UERJ) e do poeta da MPB e cronista do Jornal “O Globo”, Aldir Blanc, que demostrou a sua admiração pelo jovem poeta na apresentação do seu livro: “Gosto do que você escreve da sua sensibilidade para captar o belo no cotidiano. (…) Creio que você tem o dom de transformar o banal no clarão poético (…)”."




Clique aqui para comprar o livro!


Entre em contato com o autor: Facebook


Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Olá
    Eu não sou muito fã de livros de poesias. Mas por outro lado adoro acompanhar algumas por aê, e de amor são as minhas favoritas, achei a capa um pouco feiasinha, mas me parece ser uma boa pedida para quem gosta. Desejo todo o sucesso para o autor, ótima resenha
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Oii
    Gente que fazia muito tempo que não lia um soneto, amei. Ainda me lembro as regras e o primeiro que fiz pra um trabalho da escola rsrs
    Não sou MT fã de poemas, mas alguns são MT bons.
    Se o livro fala de amor, deve ser bom.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom?

    Muito bom esse post, pena que eu não sou uma fã de poesias. Mesmo não sendo uma apreciadora, não dá para não perceber a beleza que ela possui, correto?

    Parabéns pela resenha, ela ficou ótima. Espero que o autor tenha muito sucesso <3

    Obrigada pela dica mesmo assim, beijos!

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Faz um bom tempo que não leio um livro de poesias, embora eu goste muito. Adorei o soneto que você transcreveu e o vídeo também está lindo demais!!!! Quero conhecer e apreciar em breve o livro completo.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?

    Nossa, faz tempo que não leio poesias e afins. Lembro que na época de escola eu era fissurada. Tinha vários caderninhos com poemas, poesias e sonetos, sem contar os livros. Adorei conhecer essa obra, e o soneto que vocês destacou é lindíssimo!

    Beijos,
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  6. Oii
    Não curto poesias, infelizmente. É um dos únicos gêneros que nunca leio e nem tenho vontade de ler. Mas acho muito legal que autores brasileiros estão investindo em poesias, até pq eu não gosto, mas sei que tem muita (muita mesmo) gente que gosta.
    beijos
    http://www.notinhasderodape.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá tudo bem? Nossa esse livro deve ser fantásticos mesmo, eu leio algumas poesias, confesso que não sou a maior fã, mas eu gosto muito, e gostaria de ter a oportunidade de ler esse livro, ter esse sentimentalismo para escrever poemas necessita de muito talento. Nessas horas eu queria saber mais sobre poesias, mas infelizmente só os leio para assim me trazer certa tranquilidade, adorei o post, beijos...
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nunca fui muito fã de poesias, as únicas que curto são do Drummond mesmo :P
    Mas achei legal esse soneto, pois adoro os padrões que eles trazem, sejam as rimas ABAB ou o padrão visual.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Amo poesias <3 essa capa linda!Obrigada por mais essa dica. Eu quero ler.bjus

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Fiquei curiosa. Mesmo não lendo muita poesia, achei o livro bem interessante. E o soneto de miúde é lindíssimo.
    Não conhecia o livro e nem o autor, achei bem bacana o trabalho dele. Acho que ter um livro desse para ler um poema de vez enquanto faz bem.

    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2016/02/tag-filmes.html

    ResponderExcluir
  11. Que legal!
    A capa é linda e traz paz.
    Poesias sobre amor e e felicidade plena fazem a gente refletir sobre as nossas vidas. Gosto de ler poesias, para ter reflexões e ficar tranquila.

    ResponderExcluir
  12. Oi Daya,
    Eu não spo u fa de poemas/poesias e sonetos, mas gostei desse que você pôs na resenha.
    Para quem gosta desse tipo de leitura, imagino que o livro deva ser fantástico.
    Fico feliz em saber que a literatura nacional tem investido no gênero que agrada a muitos.
    bjs
    Luana Lima
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Daya, eu gosto muito de livros de poesia mas faz tanto tempo que não leio nehum. Foi uma boa dica, ver você falando bem dele me fez querer descobrir os poemas dentro do livro. Esse que você separou, Soneto do Amor, eu estranhei um pouco mas achei bonito

    ResponderExcluir
  14. Não costumo ler poesia com frequência, mas gosto do estilo. Ainda não conhecia o autor e nem a obra e, adorei o soneto do amor "miúde". Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Olá Daya!
    Gostei da escrita do autor... admiro muito autores que ainda conseguem escrever em forma de sonetos coisas tão bonitas. Sério, me tocam o coração! Eu adorei!
    bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Adoro poesias. No inicio, eu apresentava certa resistência, até porque não conseguia entender direito. Porém, quando eu comecei o curso de inglês, tudo mudou e eu conheci um pouco mais sobre a poesia. Estou encantada com a poesia desse livro e vou adicionar a minha lista.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    São poucos os livros do gênero que me chamam a atenção, apesar de ter vários na estante. Poemas é um tanto complicado, principalmente se o leitor não souber compreender o que o autor está trazendo. Gostei bastante do soneto que destacou no texto.

    Beijos,

    ResponderExcluir