O Marco Leu: Drácula - Bram Stoker


Título no Brasil:Drácula
Título Original: Dracul
Autor: Bram Stoker
Editora: Nova Cultura
Ano: 2002
Páginas: 368


A lenda do Vampiro é tão antiga, que ainda hoje, é impossível dizer quando e onde ela iniciou. Como não existia o conhecimento das doenças  e suas causas, várias culturas creditavam a seres "sugadores de vida", enfermidades que deixavam fracas as pessoas acometidas. Ou seja, de Dengue a Hemofilia, muitas mazelas poderiam ser causadas por tais criaturas. Existem outras patologias, como a raiva, que alteram muito o comportamento das pessoas afetadas, fazendo com que estas fossem apontadas como vampiros. É claro que cada cultura apresentava um nome (é difícil determinar a etimologia da palavra vampiro) e características diferentes. Por isso existem tantas variáveis da mesma lenda.


Mesmo com obras literárias mais antigas, foi Bram Stoker o responsável por implantar a ideia de vampiro que temos hoje, mesmo que esta tenha sido suavizada (ou seria denegrida?) nos últimos tempos. Ele utilizou muito do folclore da região da Romênia e da história de uma pessoa real. Vlad Tepes, foi um príncipe cristão que lutou contra a invasão islâmica do império Otomano em sua terra natal. É um herói naquela região e ficou famoso pelo modo nada carinhoso que tratava seus inimigos.

Poderia escrever bastante sobre Vlad - o Empalador (outra gentil alcunha sua), mas o real o motivo de minhas palavras é Drácula,"O" vampirão. O livro que narra uma parte de sua longínqua história é escrito de modo epistolar, através de cartas, recados ou entradas em diários de diversos personagens, que inicialmente aparecem separados na trama, e vão se relacionando com o desenrolar dela. Isto traz prós e contras. O ponto negativo é que diferentes pessoas têm modos diferentes de escrever, e isso eu não consegui encontrar na história. A parte boa é que muito suspense pode ser criado, e Stoker me fez devorar o livro para saber o que ocorreria naquelas partes em que a história era interrompida para que outro personagem assumisse a vez de narrador. 

Li várias resenhas que discordavam sobre o motivo da ida do Conde Drácula para Londres. Acho que isso se deve a todo o mistério que é envolto nele. Quase nunca ouvimos palavras suas, e ainda menos seus pensamentos. Méritos para Bram e seu método de escrita. Fazendo com que as impressões que o leitor tem do vampiro sejam as mesmas das pessoas que caçam o temível monstro. O livro é tão bom que me obrigou a sair de minha tumba e voltar a escrever para o blog.

O final destoa um pouco do resto do livro, achei que houve uma preparação e uma perseguição tão grandes, para um confronto final muito rápido, imaginava que finalmente conheceria todos, ou a maioria, dos poderes que Drácula tem, tão alarmados durante a história. Faltou ao fim o terror encontrado na maioria das páginas. Caro Leitor seria eu maluco por querer mais sustos e nervosismos num livro tão repleto deles?

Dois momentos merecem destaqueO primeiro é quando Harker (este é o maluco que vai visitar o Conde em seu castelo) não consegue enxergar Drácula pelo espelho, enquanto se barbeia. vampiro chega por trás surpreendendo e assustando o mocinho, e o leitor! O segundo episódio que ainda me assusta só de lembrar é a viagem de Drácula para Londres, o diário de bordo dessa travessia é arrepiante.

Outra coisa que me agradou muito foi personagem Mina Harker  uma personagem feminina forte e inteligente, um tipo difícil de encontrar nos livros da época.

Assim termino este texto indicando o livro pra todos que gostam de terror ou que querem conhecer a origem deste misterioso personagem. A pergunta que fica é: Qual será o próximo livro que me afetará tanto ao ponto de eu querer dividir com vocês minhas reflexões?


Sinopse do SkoobDrácula é o mais famoso vampiro da literatura moderna e contemporânea, citado no Guiness Book como o monstro fictício com maior número de aparições na mídia -- diretas ou indiretas... Publicado originalmente em 1897, com inspiração em relatos do folclore romeno (coletados por Stoker) sobre a ocorrência de nosferatus, ou mortos-vivos, e na infame saga do Príncipe Vlad III Drakulya, o filho do Dragão (ou Serpente[Drac]): Voivoda (warlord) da Valáquia e Transilvânia que lutou contra os Turcos no Século XV. |...| O romance "Drácula" definiu o arquétipo do vampiro moderno como o ser diabólico que se alimenta do sangue de suas vítimas e tem poderes extraordinários... [Wikipedia] 'Dracula is an 1897 Gothic horror novel by Irish author Bram Stoker. Famous for introducing the character of the vampire Count Dracula'.' Além da significativa influência das fontes literárias em Drácula (Lord Ruthwen, o vampiro de John Polidori; Sir Francis Varney, o vampiro de James Malcom Rymer e a Condessa Karnstein de J. Sheridan Le Fanu são os ascendentes mais prováveis).

Comente com o Facebook:

38 comentários:

  1. Não gosto de livro de terror. Sou mais essas séries que suavizam o significado de vampiro, porque eles são lindos, brilham na luz... eu não conseguiria ler esse livro, eu ia ficar roendo as unhas e com o coração disparado. rsrs
    Mas para quem gosta, é show pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bianca incrível como temos gostos diferentes. Pra mim eles são seres terríveis q explodem na luz do dia. Hehehehe E realmente o livro me fez roer as unhas e disparou meu coração, e eu adorei isso. Mesmo diferentes vc ainda deixou um recado, valeu pelo elogio.

      Excluir
  2. Li no ensino médio, e depois passei brevemente por ele, novamente, na faculdade. Adoro. Drácula é clássico e Stoker sabe escrever, de fato. Tenho uma queda por vampiros,isso também é fato haha enfim, ótima resenha. Beijos
    www.taliesinperdido.com.br
    www.conversasdeleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thays, não li mais nada de Stoker mas este livro é suficientemente bom para q eu o considere muito. Já leu outros livros dele?
      Abraços

      Excluir
  3. Que resenha maravilhosa, faz jus à grandiosidade do livro.

    Eu também escrevi uma sobre Drácula, se quiser comparar com a sua:

    http://www.rascunhocomcafe.com/2016/01/dracula-nao-e-apenas-mais-uma-historia.html

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Po Ale sua resenha bem mais completa. Como sempre vc dando um show no entendimento das histórias.

      Abraços meu camarada dos livros!!!

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler essa obra do Bram Stoker!
    Adoro histórias de vampiros e drácula foi um dos livros que deram inicio a essa mitologia!
    Li um HQ baseado na obra e gostei muito, agora quero ler a obra completa e espero gostar.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maiara, comigo está tudo certo. E com vc?
      Espero q minha resenha te ajude a ler logo esta grande obra.Lendo Vc conhecerá o início desse mito q tanto gosta, além de tomar alguns sustos. Hehehe
      Abraços

      Excluir
  5. Olha eu nunca li nada sobre o Drácula e na verdade nem conhecia o autor, mas eu não sou muito fan de gênero de terror não. O meu irmão aliás adora os filmes do Drácula. Outro dia mesmo ele queria que eu gravasse um filme pra ele sobre o assunto, mas eu sinceramente nunca vi e tenho até medo de ver rs

    Mas mesmo assim acho bacana, até porque Drácula se tornou um clássico tanto na literatura como nas adaptações e acho interessante isso. Mas eu, SIlvana, acho que não assistiria e nem leria. Não faz muito meu tipo não. Mas outros leitores com certeza irão adorar.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/memorias-literarias-6-ops-tem-alguem.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles realmente são muito importantes. São os seres fantásticos mais citados em filmes.
      Valeu.

      Excluir
  6. Eu não curto muito livro de terror, mas Drácula é um clássico e eu confio muito em livros assim, que mesmo passando muito tempo de seu lançamento e da febre da história contagiar leitores, ainda permanece famoso e popular entre as pessoas. Quero conferir em breve e também acredito que seja uma ótima dica para presentear quem gosta do estilo.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivi, tbm tenho esse interesse de conhecer os livros q resistiram ao tempo e se tornaram clássicos. Como gosto de livros de medo o encontro foi perfeito. É com certeza uma ótima ideia para presentear, principalmente um fã de vampiros.

      Abraços

      Excluir
  7. Drácula é um clássico neh?! Você disse que faltou cenas de terror, mas naquela época, que Stoker escreveu era um grande livro de terror, inclusive mesmo existindo a lenda sobre vampiros antes de Drácula ouso dizer que foi após esss livro que esse tema começou a crescer não só no mercado literário como no cinematográfico.
    Eu adoro Drácula. É sem sombra de dúvida neu livro preferido e o primeiro que li na vida ( depois dos infantis e dos pré adolescentes) adulta.
    Eu sempre o releio e até já fiz matéria sobre ele.
    A cena que p Harker não o vê no espelho é uma das melhores mesmo. E uma frase que para sempre ficará marcada
    "O absinto é o afrodisíaco da alma. A fada que nele habita quer sua alma".
    Beijos
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila eu não acho q faltou cenas de terror. O final poderia apresentar um Dracula mais poderoso e causando mais medo, nervosismo nos leitores. Mas apenas o fim.

      Q legal vc gostar tanto do livro e curtir minha resenha. Boa citação, mais uma prova de sua qualidade de prosa.

      Abraços

      Excluir
  8. ÓTIMA RESENHA.
    Eu amei a capa.
    Nunca li esse clássico e admito que sou curiosa, pois gosto muitos dos dentuços, mas nunca li a história que inspirou tantas outras. Acho que seria legal saber mais sobre esse lado mais terror kkkk
    E cara fiquei curiosa sobre esse passagem arrepiante do Dracula em londres, o que houve lá que te deixou arrepiada heim. Só lendo mesmo.
    E eu vou ler.

    http://www.colecoes-literarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá , valeu pelo elogio. Com certeza o pai dos vampiros não tem nenhum lado bonzinho. O livro rodo é arrepiante, se ler vai saber, mas a viagem tem tudo q eu gostaria de encontrar num livro de vampiro.

      Abraços

      Excluir
  9. Oi, já ouvi muito sobre Drácula, é um clássico mesmo. Mas nunca me interessei pelo livro, pois sou muito medrosa e não gosto de terror, mas adorei o que você disse que a personagem é forte e inteligente, pois é verdade , é difícil encontrar livros da época com personagens assim. Quem gosta do tema, deve que é uma boa oportunidade para ler.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariana. Leio muitos livros antigos e me surpreendi positivamente pela personagem. Estou admirado como as pessoas gostam de vampiros mas tem medo
      Heheheh
      Valeu

      Excluir
  10. Ótimas resenha! Eu li Dracula em inglês na adolescência e adorei apesar de não ser fã de terror.
    Eu francamente não lembro muito talvez esteja na hora de uma releitura desse clássico e claro que a sua resenha foi boa por me lembrar que está na hora de visitar o senhor das trevas
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Talita q legal q deve ser ler um clássico assim em sua língua original.
      Cuidado pois Jonathan Harker passou por muitos problemas em sua visita ao senhor das trevas
      Abracos

      Excluir
  11. Oie!
    Eu li esse livro no colegial, e lembro que não gostei tanto dele. Eu acho que esperava outra coisa em toda a drama. Acostumada com os filmes, eu acabei um tanto decepcionada. Não que o autora não conduza bem a trama, apenas que esperava outra coisa do livro.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carla. Quando estamos no colégio temos pensamentos diferentes. Acho q mais madura vc irá gostar.

      Excluir
  12. Olá Marco,
    Infelizmente, ainda não tive a oportunidade de ler Drácula, mas tenho muita curiosidade, pois acho que deve ser incrível conhecer o personagem que rendeu tantos outros.
    Espero que, no momento em que eu ler, eu curta a leitura.
    Adorei sua resenha e a dica.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, o Conde é um personagem incrível, sombrio e misterioso. Com certeza inesquecível.
      Valeu pelo elogio.
      Abraços.

      Excluir
  13. Olaaaa!

    Eu ainda não pude ler essa obra,na verdade eu nunca tive curiosidade pq não sou fã de vampirismo, mas acredito que isso acontece pq os lidos de hoje não são como essa obra.
    Achei sua resenha ótima! Bem escrita e fiquei feliz em conhecer mais desse clássico.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana. Não conheço os vampiros da literatura atual a fundo para uma comparação, mas como Drácula foi o início para todos os outros merece uma lida.
      Valeu por elogiar minha resenha. Abração

      Excluir
  14. Olá

    Já tentei várias vezes,mas vivo fugindo dos livros de terror, esse livro é terror,por isso tenho o pé atrás,mas por outro lado tenho vontade de conhecer mais sobre esse personagem de quem tanto escuto falar,ai fico meio na dúvida se leio ou não,vou pelo menos tentar.

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olívia o terror e suspense encontrados no livro não são exagerados. Eu particularmente adoro sentir esse medo ao virar cada página. Por isso caprichei na resenha pra q outros se empolgassem para ler. Espero q vc consiga vencer esse desafio pessoal hehehe
      Abraços

      Excluir
  15. Já li tanto livro de vampiros, e nunca li um sobre o Drácula, da para acreditar? Pretendo corrigir esse erro em breve, e acho que vou ler esse que vc resnhou,mesmo não tendo o hábito de ler histórias de terror,acho que vou gostar! Adorei sua resenha, essa edição está linda!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, realmente não dá pra acreditar q vc não conhece o pai dos vampiros. Ainda bem q esse erro é de fácil resolução. Boa leitura e espero a goste tanto quanto eu.
      Abraços.

      Excluir
  16. Olá Marco!
    Vejo tantas resenhas de meninas que quando vejo que é um rapaz escrevendo até respiro fundo pra dar uma atenção diferente... sério, isso é muio raro, gostaria de mais resenhas assim como a sua.
    Enfim, Dracula foi um livro que me surpreendeu... achei que fosse algo terrível, daqueles que ficavam no index da igreja (acho que ele realmente ficou, não? não deveria, como todos os outros que ficaram/estão). Mas a história, o enredo, são muito bem escritos, dá gosto de ler... sem contar essa capa impressionante. É tudo muito bom nesse livro pra terminar uma vida inteirinha sem sequer tê-lo pegado..
    bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isa
      É tão comum as mulheres fazerem resenha q várias vezes sou confundido com uma, hehehehe. Mas isso graças a Mari, uma das donas desse blog, que me conhecia do Skoob e me fez o convite para ser colaborador. Sempre q posso agradeço esta chance.

      Tenho q concordar com vc, o livro é todo bem feito e merece a ganhar uma vaga na nossa lista de livros.

      Abraços

      Excluir
  17. Oi
    Amei suas considerações sobre esse clássico. Sinceramente é uma obra que divide e eu acredito sim que ele existiu.
    Você não é maluco. Sempre que nos empolgamos com um livro desse gênero, queremos mais medo e boas doses de terror.
    Adorei sua resenha. Bem diferente das que eu tenho visto por aí.
    Rizia
    http://www.livroterapias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rizia
      Eu tbm acho que o homem que inspirou a lenda existiu sim, mas não acredito q ele tenha sido um vampiro.

      Valeu pelo elogio a resenha, tento fazer algo diferente com um toque de humor.

      Abraços

      Excluir
  18. Oiie Marco,

    O Drácula, ele existiu ou não? Eis a questão. Acho que a estória é tão real que acredito que ele existiu. Sabe, adorei as suas considerações por esse clássico, e achei coragem de resenha-ló, pois não é fácil mesmo. Sabe, ainda não o li, tenho vontade mais ao menos tempo tenho medo, quem sabe algum dia.

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como respondi para alguém ali em cima, o personagem existiu sim e está envolto em histórias obscuras, mas o vampiro não existiu.
      Tente experimentar, aposto que irá gostar.
      Abraços

      Excluir
  19. Oie!!
    Morro de vontade de ler esse livro, confesso que não gosto muito de histórias de terror, porém a do Conde Drácula me interessa muito! Creio que conseguirei finalmente lê-lo ainda esse ano.. porém veremos neh. Adorei sua resenha, muito bem escrita.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thais

      A história do Drácula assusta mas não horroriza, vc vai sentir medo mas nada extremo. Eu diria q é um medinho gostoso. hehehehehe Boa leitura e valeu pelos elogios.

      Excluir