Nicholas Sparks - Destruindo meus preconceitos


Então é Carnaval e entre todos os planos - já falo deles - estava assistir todos os filmes possíveis do Universo que deixei de lado nos últimos meses. A lista é enorme e não pretendo citar todos para não matar ninguém de tédio, mas aproveitei a deixa para pegar uma lista "Filmes baseados em livros" - claro que 90% dos títulos eram Nicholas Sparks e Nora Roberts.

Primeiro vou falar da minha lista de Carnaval: viajar para a capital do Estado, ir à praia, sair em todos os blocos possíveis, encontrar os velhos amigos, fazer novos amigos e assistir todos os filmes do mundo. Além de cumprir todos os itens, ainda consegui mais um: eu fui à Sapucaí. E foi de graça!

Voltando ao post, afinal de contas, ninguém quer saber minhas aprontações de Carnaval na cidade do Rio de Janeiro...


Eu e minha amiga fizemos uma sessão tio Nick. Confesso que fui muito resistente, tanto que o primeiro escolhido eu pedi para trocar, precisava me preparar psicologicamente para encarar Nick. O primeiro filme do dia (noite) foi Muito Bem Acompanhada - aguardem uma resenha, porque é baseado em livro. Sim! Sim! Sim!

Devidamente anestesiada pelo lindo e cativante sorriso de Dermot Mulroney fui encarar o primeiro Sparks do dia: Um Porto Seguro, seguido de O melhor de Mim, contando com os outros já havia assistido, agora falta apenas A Escolha.

Os atores são sempre lindos, grandes, e bobos. Gente, quem é o homem que fica 21 anos esperando o grande amor de sua vida? O gostoso do Dawson, de O Melhor de Mim, ficou. Sem spoiler... Não adiantou nada ou adiantou tudo...

Nicholas tem uma fórmula de bolo para escrever seus livros: alguém sempre morre de câncer e deixa seu grande amor para trás, alguém sempre vive uma situação limite, alguém sempre sofre por anos até voltar para os braços do seu grande amor (que se ainda não morreu de câncer, vai morrer). Os homens sempre são meio bobocas e as mulheres sempre tomam as rédeas da situação. A fórmula é boa, funciona. Vende bem, dá filmes ruins que todo mundo assiste (alguns mentem que não viram) e que sempre, sempre mesmo, dá grandes bilheterias.

Deixei meus preconceitos de lado, como eu sugeri no título? Não. Ainda falta muito para um filme (ou livro) com a chancela Sparks me cativar. Mas eles funcionam.

Resumo da ópera: Sobrevivi ao Carnaval, estou escrevendo essa resenha ANTES da apuração das campeãs e torcendo para minha escola vencer. Meus pés estão me matando de tanto andar atrás de bloco, minhas costas estão ardendo de tanto tostar na praia, mas a partir de agora posso dizer que não vou esperar outro Carnaval para ver mais de Nick. Talvez o Natal, que é mais deprimente!

Vejo vocês na próxima.

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Não gosto dos livros do Nicholas Sparks justamente por essa massa pronta de bolo, onde todo mundo sempre sofre e alguém morre no final. rsrs Legal você ir na Sapucaí, meu sonho!
    Também assisti vários filmes e li vários livros, mas nada de Nicholas Sparks. rsrs Vou ao cinema assistir "A Escolha", porque realmente gosto dos filmes dos livros dele, mas os livros não descem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia (já estamos íntimas aqui), eu acredito que mesmo quem não gosta de carnaval precisa ir à Sapucaí pelo menos uma vez na vida. É como o Ano Novo em Copacabana ou na Times Square (esse ainda não experimentei).

      Eu sempre tive implicância com o Sparks por conta dessa receita que não muda. É sempre a mesma coisa. Pior? Começava um filme e eu virava para minha amiga: Ih! Esse (a) vai morrer de câncer. Não posso dar spoiler, mas acertei o final de O Melhor de Mim na segunda cena! Ganhei uma rodada de Sarará no Devassa rsrsrsrs
      Também não gosto dos filmes baseados nos livros, mas agora só falta A Escolha. Carnaval do ano que vem "tá" aí mesmo, coloco em dia de novo rsrsrsrs

      Excluir
  2. Olá!
    Caramba, seu Carnaval foi agitado mesmo. Não consegui fazer muita coisa que eu queria, então acabei não aproveitando muito. Vou te contar que acho que só vi dois filmes dele que já passaram em alguma sessão da Globo: Um Amor para Recordar (realmente gostei) e A Última Música. Nicholas Sparks é aquele autor que eu não leio de jeito nenhum. Não gosto de romances e acho os livros dele muito clichês. Acho que ''clichê'' mesmo não seria a palavra correta, mas com certeza ele é um dos últimos escritores que eu leria por vontade própria mesmo. Infelizmente não consigo gostar de jeito nenhum, mas reconheço que ele faz um sucesso enorme.
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, se você descansou já está de bom tamanho. Porque sejamos francos, o povo se cansa no carnaval e depois fica até a Páscoa tentando se recuperar - e voltar ao azul no cartão de crédito.

      Por vontade própria eu leio e assisto Stephen King. O problema é o que o povo gosta dessas coisas estilo Nicholas e esse negócio que vão lançar esse ano, Como eu era sei lá o que. Não vou dizer que não gosto de livros de amor, eu li Romeu e Julieta no original, ou quase. Leio muitos livros no estilo contos de fadas. Só que sou velha, lembro de Love Story e aí Nicholas perde feio, porque foi o primeiro menino ama menina e ela morre de câncer. kkkk

      Excluir
  3. OI Bel, sabe que os filmes do Nicolas não são muito iguais aos livros, mas são realmente encantadores. Um Porto Seguro não tem muita coisa parecida com o livro, que é mais emocionante, mas tem uma relação de amor que acho fofa, O Melhor de mim não curti porque eles mudaram muita coisa, inclusive o final, mas a maioria deles eu assisto mesmo assim.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Greice, como está?
      Normalmente adaptações mudam muita coisa mesmo. É normal. Quer dizer, mais ou menos, quando o autor é o roteirista e produtor, mas de repente eram os finais que ele gostaria de ter feito.

      Excluir
  4. Olá Bel,
    Seu carnaval foi bem emocionante heim rsrsrs
    Eu vi Um Porto Seguro e amei!!!
    Chorei demais, fiquei com o coração na mão e .... O restante você já deve imaginar rs
    Beijos e aguardo resenha dos filmes rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, você chorou em Um Porto Seguro? Cara, eu morri de medo e na hora da carta cheguei a conclusão que nunca correria rápido o suficiente rsrsrs.
      Não sei se teremos resenhas do tio Nick, sei que temos vários filmes baseados em livros que merecem uma olhadinha!

      Excluir
  5. Bel eu sou fã dos livros do tio Nick,mas os filmes...Uma longa jornada e Um amor pra recordar eu gostei.Assisti duas vezes Uma longa jornada e graças a minha filhota perdi a conta de quantas vezes assisti um amor pra recordar.O livro Um porto seguro eu gostei já o filme achei muito fraco.resumindo não gosto muito de filmes baseados em livros,pelo menos em livros que já li.conta ai sua escola venceu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fê, acredita que só hoje seu comentário apareceu para mim?! Esse blogger, vou te contar uma coisa.
      Como todo ano minha escola não pagou os jurados e não venceu. Quem sabe se fizermos uma vaquinha para o ano que vem?! rsrsrs
      Eu até gosto dos filmes do tio Nick, tem sempre ator bom sem camisa rsrsrs

      Excluir