Resenha: Consequences



Título no Brasil: Não tem ainda
Título Original: CONSEQUENCES (A Trilogia)
Autora: Aleatha Roming
Editora: Roming Works
Ano: Consequences (2011), Truth (2012), Convicted (2013)
Páginas: Consequences = 573; Truth = 480, Convicted = 400




Pessoal, dessa vez a resenha será três em um por uma questão de sanidade da resenhista aqui e de vocês também, acredito.

Consequences é uma trilogia que ainda não veio para o Brasil e sinceramente nem sei se irá vir, porque o tema é bastante pesado e angustiante. Não é classificado como um livro de terror, mas na minha opinião deveria pois ele é um livro de romance que tem como cerne da obra a Síndrome de Estocolmo.

Eu costumo dizer que esse foi o livro que amei odiar.

"Mas como assim Mariana?", você pode perguntar. E eu respondo: 


É simples. Ele é horrível, angustiante e em vários momentos quis jogá-lo pela janela ou rasgá-lo. Mas também é perfeito, com uma narrativa completamente envolvente e com várias reviravoltas, de forma a não importar o quanto você leia, não terá como ter certeza do final até chegar nele.

Consequences (Consequences#01) consequences = consequências

Neste livro teremos o início da conturbada história que envolve Claire Nichols e Anthony Rawlings. Já na primeira página somos apresentados à uma Claire em cativeiro, com o corpo e a mente já no início de seu "fraturamento".

É verdade que não é cativeiro e sim um quarto luxuoso com suíte com banheira, cama, lençol, comida, ar, tudo de primeira qualidade. Mas é um cativeiro mesmo assim. Ela não tem janelas, a porta é trancada por fora através de senha e ela não está ali por vontade própria. 

Seu sequestrador? O lindo milionário Anthony Rawlings, um homem que poderia ter a mulher que ele quisesse no mundo, pois todas estavam a seus pés, e que possuía um grande e obscuro segredo.

Para aquelas que já começaram a suspirar pelo milionário, por favor, PAREM! Anthony não apenas mantém Claire em cativeiro como a tortura diariamente física e psicologicamente. Os estupros recorrentes são "quase" a parte menos forte desse livro que narra o sofrimento da personagem de forma tão precisa e crua que só de lembrar fico com agonia.

Ficamos o tempo todo torcendo para que ela dê um jeito e consiga fugir e quando a Síndrome de Estocolmo começa a surgir na história... Sinceramente, perdi um pouco o meu chão ali.

Chegar até o final da leitura desse livro 01 foi um desafio, não minto. Entretanto não me arrependo, porque... Que final! A expectativa para o livro dois era tamanha e só não fui direto por precisar de uns três livros intermediários apenas para garantir a sanidade.

Sensação predominante ao longo desta leitura: ódio (sim, eu sei... Nada saudável).

A PARTIR DAQUI TEMOS SPOILERS SOBRE O LIVRO 01 DESDE A PRIMEIRA LINHA. SE POR ACASO VOCÊ, ASSIM COMO EU, FOR LOUCO O SUFICIENTE PARA SE AVENTURAR NESTA OBRA, SUGIRO PARA DE LER A RESENHA AGORA OU... LIDE COM AS CONSEQUÊNCIAS.

Truth (Consequences#02) Truth = Verdade

Este foi o livro em que mais vibrei. Claire finalmente estava livre e com sede de vingança. Ela terá a ajuda da ex-noiva de seu falecido ex (que ela acredita piamente ter sido assassinado por Tony) e o irmão maravilhoso e gato dela, que também é um segurança super treinado e cheio de contatos.

Juntos eles montarão um dôssie contra Anthony Rawlings, mas para conseguir as informações não será fácil. Tony continua no seu pé, perseguindo-a e os dois participarão de um jogo de gato e rato regado à muita manipulação dos personagens e agonia dos leitores.

Como precaução Claire conta toda a sua história para uma jornalista (vibreeeei), pedindo que caso algo ocorra com ela, se ela morrer ou sumir, ele seja publicado revelando ao mundo quem realmente era o seu raptor.

Leitores do meu coração, digam para a tia Mari. Vocês acham que o livro foi ou não a público?

Sentimento predominante ao longo da leitura deste livro: difícil dizer, oscilei entre amor e ódio.

A PARTIR DAQUI TEMOS SPOILERS SOBRE O LIVRO 02 DESDE A PRIMEIRA LINHA. ESTEJAM AVISADOS.

Convicted (Consequences#03) Convicted = Condenado(a)

Como diria a queridíssima Caroline Gurgel, do blog Histórias de Papel, este livro precisava vir com direito à acompanhamento psicológico. E o motivo é simples, se os seus conceitos já não estavam embaralhados, se o seu emocional já não estava em frangalhos e seu estômago ainda não havia dado mais lupes do que a montanha russa mais "sem noção", isso aconteceria nesse livro.

Convicted já começa com Claire internada no manicômio e nós não sabemos como ela foi parar lá! (o que é completamente desesperador, levando-se em conta a cena final do livro anterior). Descobriremos a história dela através de seus delírios e conforme ela vai recobrando a sanidade.

Desse livro não quero contar mais do que isso porque qualquer coisa que eu disser será um spoiler. O que posso garantir é que o livro é brilhantemente escrito e, como sempre, eu não fazia ideia de como iria terminar (embora suspeitasse)

E o final não me decepcionou... Quer dizer... Decepcionou e muito, mas não decepcionou nem um pouco. Eu já disse que o livro deveria vir com acompanhamento psicológico? Talvez lembrando dessa frase vocês entendam o que quero dizer.

Consequences é uma série que fala de erros, punição, perdão, mais punição, redenção, e... Que não deixa uma lacuna aberta para indagação. Ainda assim a autora escreveu dois POVs, mas aí também já era demais para mim, até eu tenho limites para ler coisa pesada e essa trilogia por si só testou todos eles.

Gente, esse é um livro que eu super recomendo a leitura, porque vale a pena conhecer a obra, e mega recomendo que vocês não leiam, porque vai ferrar com o seu emocional. Entenderam?

A série me foi recomendada pela Caroline Gurgel, do blog Histórias de Papel, e ela elogiou tanto, mas tanto, que fiz questão de ler até o final. Para quem quiser, ela resenhou brilhantemente cada um deles contando bem mais do que eu.

Espero que tenham gostado da resenha de hoje. =)

Comente com o Facebook:

72 comentários:

  1. Que trilogia é essa! Fiquei até desnorteada aqui. Imagino o impacto ao ler o primeiro volume, com cada gesto sendo descarado através de uma verdade crua. Imagino também a agonia de determinadas cenas. Se fiquei curiosa? Muito! E pode ter certeza que se tiver a oportunidade ainda leio os POV's. Parabéns pela resenha!
    Bjim!

    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tammy!Esse é um livro cujo público não é tão grande, mas, na minha opinião, vale a pena ser lido. Basta a pessoa estar com a mente bem forte porque ele mexe e muito com os seus limites.

      Excluir
  2. Só de você falar terror eu já sai correndo pelo outro lado, rs.
    Não leria um livro desse os meus que são simples romances tem hora que me deixam doida quem dirá um disse, mas que bom que amou odiar.
    Parabéns pela resenha tripla.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karine, tudo bem, eu entendo. Poucos são os que aguentam este estilo de leitor, quando comparados com os fãs de romance. Não se preocupe. =)

      Excluir
  3. Olha eu sinceramente tenho que confessar que gostei da sua resenha e tudo mais, mas esse livro não é o tipo de gênero que eu gostaria de ler sabe? Eu não gosto de livros de terror e nem daqueles que me deixam muito chocada, porque depois fico com aquilo na cabeça. Já basta as coisas ruins que já vivemos no mundo, mas coisa não né? =/ Então eu sinceramente não leria. Tem gente que gosta, as vezes certos livros nos passam alguma liçào ou nos faz enxergar algumas coisas, mas esse livro não entraria para minha estante. Pelo menos é minha opinião.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-lexus-o-despertar-da-escuridao.html

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-lexus-o-despertar-da-escuridao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvana, isso é normalíssimo. Tem gente que gosta desse tipo de leitura, tem gente que não... É uma questão de gosto e você não precisa se desculpar por isso.

      Fico feliz que mesmo assim tenha lido e gostado da resenha. Ao menos ela serviu para que você tivesse a certeza de que essa obra estaria riscada da sua lista.rs.

      Excluir
  4. Amo estórias de terror, porém estou numa pegada diferente não sei se seria algo que me prendesse a atenção. .... mas sua resenha ficou ótima e espero que o livro seja traduzido, quem sabe até lá eu mude de opinião.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o livro não é classificado como terror e sim drama/romance. Mas para mim ele assusta mais do que qualquer um de King por tratar de estupros consecutivos, maus tratos, violência física contra uma pessoa indefesa.

      Excluir
  5. Meu deus que angustiante.
    Fico imaginando como deve ser duro ser mantida em cativeiro assim, isso é duro.
    Agora quanto o livro não ser publicado aqui no Brasil seria bobeira se não fosse.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo, deveria ser publicado. Mas...
      Sabe como é... Muitos livros bons deixaram de ser publicados para, no lugar deles, entrar outros que estavam mais na moda naquela época.

      Excluir
  6. WOW, que resenha???
    Será que vão lançar aqui no Brasil? Eu acho que mesmo pela temática pesada, a obra pode ser trazida pra cá sim se fizer sucesso, pois as editoras tem lançado outras histórias tão pesadas quanto. ALOOO Dark SIDEEE!!!
    Torço pra que sim, pois não leio ebook e nem inglês e a sua resenha me deixou muito afim de fazer essa leitura, adoro livros com essa Vibe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Alooo Dark Side!" Kkkkkk Amei! Sempre pensei que se alguém fosse trazer essa obra para cá seriam eles.

      Excluir
  7. Oi Mari, apesar de suas recomendações eu não leria esse livro justamente por esse tema pesado dele, não gosto de livros que explorem com detalhes esse assunto, conheço algumas mulheres que foram estupradas e já ouvi muitos detalhes horríveis delas para poder ler e relembrar a dor das minhas amigas. A trilogia em si parece ser interessante e tenho visto muito esse tema ultimamente, então acredito que sim, talvez venha para o Brasil. Sua resenha foi excelente deixou transparecer toda a agonia da série, coisa que eu, particularmente, não gosto. Sei que muita gente vai amar, outras, assim como eu, vão odiar. Mas o fato é que amado ou odiado o livro, ou melhor, a série faria sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz, tenho uma amiga que abandonou esse livro nos primeiros capítulos e até hoje pergunta para mim como consegui terminar a trilogia. Sinceramente... Não sei.

      Tenho outra que leu até os POVs e amou a obra.

      Cada pessoa é única e, consequentemente, também o é o gosto de cada um. =)

      Excluir
  8. Gente, que trilogia é essa???
    Eu queria ler, mas tenho medo de não conseguir.
    Porque os estupros? Porque o sequestro? E síndrome de Estocolmo,fala muito sobre ela? Realmente você sentiria ódio, nem sei o que eu sentiria... Já a continuação parece melhor, vingança, e sua história foi a público??? E ainda no terceiro livro ela vai parar num manicômio??? MEU DEUS, o que acontece com o cara? Pode me contar inbox (não importo com o spoiler).
    Só de ler a resenha já estou perturbada, porque o que se tira do livro "punição, perdão, mais punição, redenção, e..." Você gostou do final? Podia ser lançado no Brasil, porque ler físico é melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk. Amei Bianca, pode deixar que vou te chamar inbox e te conto tudo. Kkkk
      Quanto ao final... Se eu disser se gostei ou não estatei dando spoiler aqui. Mas posso dizer que não fiquei nem 100% satisfeita e nem 100% insatisfeita.

      Excluir
    2. Adorei que você tenha me contado o livro 1 inteiro. Fiquei sem fôlego.

      Excluir
    3. Imagina, Bia. Hoje de noite te conto o livro dois.rs.

      Excluir
  9. Tenho uma amiga que leu a serie toda e conforme ela lia, ela ia me contendo e sim, me encheu de spoilers, mas ainda assim, fiquei muito assustada com o enredo e tal. Acho que a autora foi bem corajosa e ainda que a serie seja para amar ou odiar, ela tem mais fãs que opositores. A forma como você fez, de colocar os tres volumes aqui, foi bem inteligente!!! Adorei!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ivi. Primeiramente eu oensei em fazer uma resenha para cada volume, mas depois reconsiderei. O tema é muito pesado e assusta, melhor não detalhar tanto.rs

      Excluir
  10. Oi Mari!
    Menina, que trilogia é essa? Sua resenha já me deixou perturbada rsrsrs. Já fiquei louca, espero que seja lançada logo no Brasil.
    E a pergunta que não quer calar: você gostou do final? Pelo menos ele traz paz para o leitor?
    Preciso saber!!
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, o final traz paz para o leitor, mas não me deixou 100% satisfeita. Também não me deixou 100% insatisfeita.

      A questão é que a autora conseque manipular a sua mente de forma tal que vc meio que aceita tanto o sequestrador ser preso quanto eles viverem felizes para sempre juntos e nenhum doa resultados satisfaz ou insatisfaz completamente pq vc meio que quer as duas coisas, mesmo elas sendo opostas.

      Por isso digo, o livro deveria vir com acompanhamento psicológico porque ele meio que ferra suas ideias.

      Excluir
  11. Oie! Gente, essa trilogia é sinistra mesmo! Não é algo que eu leria agora - provavelmente, não leria nunca. Esse tipo de leitura costuma me deixar muito atordoada. Como uma amiga disse em um comentário anterior, ver todas essas coisas acontecendo na vida real já é ruim o suficiente... Gosto de me aprofundar em leituras para esquecer as tragédias que estão ao nosso redor. Mas é bom saber que você gostou! Eu sempre quis me aventurar em um livro em inglês, mas até hoje não tive coragem, hahah. Acredito que, se a trilogia fosse publicada no Brasil, até que faria sucesso, pois muita gente gosta do gênero.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, se é para começar a se aventurar nos livros em inglês sugiro os da Colleen Hoover. São gostosos de ler,
      Possuem drama na medida certa e muito romance fofo. Além do mais o vocabulário é mais leve e tranquilo.

      Excluir
  12. Olá
    Nossa, que legal. Achei a proposta do livro bem legal e a sua resenha ficou bem bacana. Nunca li coisas com temáticas tão pesadas. Mas fiquei bem curiosos pra saber mais sobre a a síndrome de Estocolmo
    Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manoel, é um estudo bem interessante, uma síndrome bastante triste, na minha opinião.

      Excluir
  13. Acho que nunca vi uma resenha tão esclarecedora quanto a sua. Fiquei mega curiosa quanto a essa trilogia e torço muito pra que ela chegue aqui no Brasil em breve (com assistência psicológica é claro kkk) Só é uma pena eu não saber nadica de nada de inglês , se não já ia correndo atrás desses livros ;)
    Parabéns !!!

    Booksimaginary.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, muitíssimo obrigada! Eu tento explicar o máximo possível sem dar spoiler e ainda dar um pouco da minha opinião. Fico feliz que tenha gostado,

      Excluir
  14. Oiee ^^
    Ainda não conhecia essa trilogia, mas espero que venha para cá. Imagino que, se ler os livros, vou ficar revoltada e, assim como você, querer jogá-los pela janela, mas eletrizada da mesma forma. Ficaria curiosa para saber o que aconteceria com a Claire e imaginando se ela conseguiria fugir um dia, mesmo com a Síndrome. Fiquei bastante curiosa, e não quis me aventurar nas resenhas dos outros livros...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/divulgacoes-da-semana.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryh,
      Se você planeja ler fez bem em parar no primeiro porque a melhor coisa desses livros é descobrir sias surpresas.
      Tomara que um dia realmente venha para cá, em português, e você possa lê-lo.

      Excluir
  15. Olá!

    Estou morrendo de vontade de ler estes livros agora! Adoro livros com temáticas densas e pesadas, e que fazem com que contestemos nossa realidade. E aparentemente, este livro é assim. Portanto, sim! Estarei no aguardo de que ele chegue ao Brasil, infelizmente não entendo nada em inglês, então só me resta esperar. Adorei sua resenha, chega dá para sentir como se sentiu durante a leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thayane, obrigada! Fico muito feliz em saber que gostou da forma como resenho.
      Eu sei que existem traduções clandestinas dele porque já li gente no face falando que leu em português, o que teoricamente é impossível já que ele não foi trazido para cá ainda. Sinceramente, não recomento pq não se sabe quem traduziu, se foi fiel. Mas talvez, se insistirmos com a Dark Side..,
      Vai que rola? Ou a solução é cair dentro no inglês.rs

      Excluir
  16. Oie!
    Essa é o tipo de trilogia que precisa ler os três livros em sequência, sem folga. Que história intensa! Eu fico imaginando o quanto vou me irritar no priemiro livro com a situação vivida pela mocinha, assim como quase arrancar os cabelos nos outros dois livros. Uma ótima dica, que vou conferir com toda a certeza.

    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, nem pensar!? Quer pirar geral? Eu não consegui ler nem um livro inteiro direto. Ao longo do livro um parei para ler dois new adults de romance daqueles bem imbecis e cor de rosa, para dar uma respirada. kkkkkk

      Mas uma coisa posso te garantir. Se você não tiver arrancado os cabelos até o final do livro 1, irá arrancar lá pelo meio do livro dois, daquela parte ninguém escapa. kkkkk

      Excluir
  17. Oiii1

    Moça, como vc conseguiu ler esse livro? Sério eu fiquei sem chão com o que você relatou aqui >< Nã sou muito fã do estilo porque tenho certeza que ficaria meses sem dormir ou tendo pesadelos com o enredo. Mas pelo menos ele foi muito bem escrito e te envolveu a ponto de ler tudo assim hahaha. Gostei da sua coragem! Mas eu não leria!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, faz parte. É como já respondi para algumas pessoas aqui e no post em si, recomendo e não recomendo a obra. O livro é pesadíssimo e, sinceramente, eu não gostaria que uma filha minha lesse.

      Faça o que digo, não faça o que faço.rs.

      Excluir
  18. Oi, Mari!
    Era esse o livro o qual falávamos outro dia? Caracas...
    Eu não gosto muito de ler em inglês (tenho um certo preconceito com a língua, me cansa muito...), mas se essa coleção não sair no Brasil logo, sinto que terei de pegar pra ler! Sim, eu tenho problemas...! O negócio é que eu gosto de tramas de suspense e ação, além de inovações e reviravoltas psicológicas. Gosto muito mais do que romances comuns. Eu já disse que tenho problemas? XD
    Parabéns pela resenha!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era esse mesmo Nuccia, o livro de "drama" que falei para você que achei o máximo. kkkk
      Enquanto lia esse livro muitas pessoas perguntavam para mim "está gostando?" e eu respondia "é o pior livro que já li na vida, estou amando!". Geral olhava para mim como se eu fosse louca e, talvez eles tivessem razão. kkkk

      O livro é extremamente bem escrito e envolvente, mas é tão pesado que cheguei a ter enjoos, uma reação física bastante real, ao longo da leitura do livro 01.

      Excluir
  19. Olá!

    Você leu uma série com vários temas polêmicos em inglês?? Parabéns, se fosse eu (se eu soubesse ler em inglês), teria desistido. Uma pena que ele não esteja disponível em português, porque não temos muitos livros em que a personagem tem Síndrome de Estocolmo. Mas, entendi seu ponto de vista e já passei a odiar o Anthony antes mesmo de ler. A única coisa que não entendi foram os POVs. Você disse que a autora escreveu dois, mas o que são?

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kamila, eu gosto muito mais de ler em inglês do que em português os livros que foram escritos em inglês porque muitas vezes a tradução não passa o mesmo sentido em algumas frase, a mesma emoção de um xingamento, etc. Estou bastante acostumada e por vezes nem lembrava que estava lendo em inglês, a coisa simplesmente flui. kkkk

      Quanto aos POVs... Eles são, o primeiro entre o livro 01 e o 02, e o segundo entre o 02 e o 03 e possuem como narrador o Anthony. Os POVs mostram a visão e o pensamento dele, mas eu não tive coragem e nem estômago para lê-los. Talvez um dia, mas confesso que não está nos meus planos.

      Excluir
  20. Não tenho problemas em ler livros com temas mais pesados, mas quando ocorre com um personagem só e em grande quantidade eu já não consigo ler. Fiquei curiosa em como essa Síndrome de Estocolmo dá na história (se foi bem colocada ou não), e por se resumir em algo que amodiou, imagino que a história tenha várias decisões que incomodam o leitor.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Giovana, muitas mesmo. A Síndrome de Estocolmo entra perfeitamente na história e é muito bem retratada, mas a história por vezes toma um curso que não considero saudável. Depois ela muda o curso, e volta, e muda e... Você pira total. Fato.

      Excluir
  21. Oi Mari. Tudo bem?

    Que resenha menina! Como eu gostaria de ler esta trilogia, primeiramente porque fiquei curiosa porque você comentou sobre a Síndrome de Estocolmo e também gostaria de ler o desfecho da história. Ficarei de dedos cruzados para alguma editora ficar interessada em publicá-la.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torcemos todas as fãs da Aleatha.rs. Se um dia você vier a ler, conta para mim o que achou! Amo saber o que as pessoas pensam das obras.

      Excluir
  22. Nossa! Amei a sua resenha 3 em 1!!! Eu não me recordo de já ter visto algo sobre esse livro no goodreads, mas a sua resenha me deixou bem instigada e li sobre os 3, independente de spoiler. Fiquei com vontade de ler, e já vou esperando essa confusão de sentimentos, gosto de livros que provocam isso. Só tenho receio por ser um livro forte. Nem li ainda e já estou fazendo várias suposições, rs. Sua resenha me deixou querendo spoilers!!! Vou conferir a resenha no blog que você indicou e adicionar o livro na minha estante do goodreads, espero ter a oportubidade de lê-lo e claro, gostar da leitura.
    Abraços,
    Andy - http://www.starbooks.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andy, pode procurar no Goodreads que ele tem lá sim. Na verdade, existe uma legião de fãs dessa autora lá. Lembro que por um tempo recebi sugestão do goodreads sobre essa obra justamente porque eu estava lendo uns livros com temas próximos.

      Tenho certeza que amará a leitura da resenha do blog Histórias de Papel também, aquela garota é um gênio das resenhas, escreve maravilhosamente bem. Costumo brincar que quero ser como ela quando eu crescer (a gente pula o detalhe de eu ser mais velha do que ela, claro). rs

      Excluir
  23. Oi Mari, sua linda, tudo bem
    Se a tortura física não foi o mais forte e sim a emocional, acho que esse livro vai me destruir, é muito pesado para mim, por isso acho que não conseguiria ler. Fiquei até um pouco animada no segundo livro, com a fuga dela e a investigação para conseguirem colocar ele atrás das grades. Mas saber onde ela foi parar no terceiro, nossa, foi demais. Para os mais fortes do que eu, tenho certeza de que irão gostar depois da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "sua lidna"... Nossa, obrigada! rs =) Começar a ler um comentário assim já nos faz ganhar o dia.rs.

      Cila, imagina a minha cara ao ler na primeira página do terceiro livro onde ela estava!? Porque o segundo livro acaba nos dando um pouco mais de esperança, sabe? É um choque e você pensa "mas como, senhor amado?" e começa a devorar a obra tentando descobrir. Chegou a ter momentos em que eu meio que gritava com a personagem falando "caraca, lembra logo, pelo amor do meu psicológico!". kkkkk

      Excluir
  24. Mari lindona confesso que no momento essa leitura não serviria para mim devido a sua intensidade, já livros com esses temas e sendo bem escritos envolvem o leitor, ainda mais com a Síndrome de Estocolmo nem nem sempre conseguimos aceitar, acredito que mexa muito com nosso emocional, vou deixar para outro momento e parabéns pela resenha. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho a síndrome de Estocolmo algo extremamente pesado. Tanto para ler a respeito quanto para ter ou tratar. Não é um tipo de livro para ler vários em sequência, posso garantir, mas assumo que não me arrependi de ter realizado a leitura.

      Excluir
  25. Oie, Não tinha conhecimento dos livros, mas acabei ficando curiosa pela forma que você falou a respeito. Claro que não o leria agora, pois estou mais para o romance, porém vou indicar para um amigo.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, é como sempre digo... Nem todas as pessoas estão preparadas para esse tipo de leitora. Para algumas eu até mesmo sugiro que passem bem longe, porque ele é complicado, mexe muito com a cabeça e meio que te faz ver o mundo em tons de cinza fumaça de cigarro por um tempo.

      Excluir
  26. Eu ia ler só a sua opinião do livro um dessa trilogia, mas eu gostei tanto da premissa que acabei lendo sua resenha toda. Nossa, esse livro parece conter realmente uma historia que meche com seu emocional e exatamente por isso que eu vou querer adotar esse livro para ler brevemente. :)

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk. Lembro que quando o livro foi sugerido para mim eu tive uma resistência imensa em começar a ler. Cheguei a adiar por três vezes. Aí comecei... Acabei lendo devagar, porque precisei parar diversas vezes e ler um livro mais light no meio do caminho, para recuperar a fé no mundo, mas consegui terminar e amei/odiei/amei. Valeu a pena ter lido.

      Excluir
  27. Terror é um gênero um pouco difícil para mim, mas eu gostei muito das resenhas.
    Eu não sou do tipo que adora esse tipo de livro, mas achei sensacional.
    E você amou/odiou e mexeu com você.
    Achei muito fantástica a resenha, quer dizer "as resenhas". Parabéns pelas 3.
    Beijinhos

    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o livro não é classificado como terror e sim drama/romance. Mas para mim ele assusta mais do que qualquer um de King por tratar de estupros consecutivos, maus tratos, violência física contra uma pessoa indefesa, etc. Achei o livro um o mais angustiante, o dois o mais irritante e no três meu cérebro já estava meio derretido então eu não soube o que achar.rs.

      Excluir
  28. Oieee
    Muito legal sua resenha, adorei. Parece ser uma ´serie mega legal pelos elogios, fiquei bem curiosa

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha Catharina M. Obrigada por ter comentado.

      Excluir
  29. Oie Mari,
    UAU, eu nem li e estou desnorteada! Que loucura! Amei a premissa da trilogia, eu não resisti e li todas as resenhas, com spoiler e tudo haha Simplesmente louca para poder ler, já vou tentar me preparar psicologicamente para começar a leitura!
    Amei a resenha ><
    Beijos
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, boa leitura! Faz você muitíssimo bem em se aventurar em novos estilos, mas principalmente em se preparar antes de pegar essa obra.kkkk Eu deveria ter feito o mesmo, mas não tinha ideia disso e acabei surtando VÁRIAS VEZES. kkkk

      Excluir
  30. Que legal essa trilogia. Confesso que fiquei com vontade de ler, mas me contive na primeira resenha, pois quero ler todos!
    Só resta torces para chegar logo ao Brasil!
    Onde você leu?
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rízia Castro, eu importei o livro na língua original, inglês. Aqui no blog tem um post falando dos melhores sites para fazer isso, ressaltando as vantagens e desvantagens de cada um.
      Aqui: http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2015/04/livros-em-ingles-onde-comprar.html

      Excluir
  31. Que livro é esse que já me deixou angustiada só em ler a resenha?! Com certeza essa é uma série que eu gostaria de acompanhar se viesse para o Brasil, mas pensar nessas partes de estupro já me deixa em pânico pois esse é um tema que me deixa apavorada! Mesmo assim acho que leria por conta da história que parece muito boa.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glaucia, é justamente por causa dessas partes que eu meio que classifico o livro como sendo de terror psicológico. O primeiro um tem um enfoque enorme nelas e é terrível. Por vezes cheguei a ter enjoos durante a leitura.

      Excluir
  32. Uma prisão de ouro ainda é uma prisão, não é mesmo?
    Comecei a ler a resenha achando que pararia no primeiro livro, mas a curiosidade falou mais alto e li toda a postagem...rs
    Acredito quando vocÊ diz que o livro é tenso e pesado, e estou fugindo de livros assim... Mas fiquei tão curiosa em saber mais, em descobrir como tudo se resolve - ou não se resolve - que estou colocando o livro na minha lista. Mesmo com um tema pesado e que, com certeza não irá agradar muitos, é uma pena que ele não tenha previsão de vir para cá...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Lica. Não importa que a prisão tenha tudo do bom e do melhor, ela ainda é uma prisão e nossa personagem ainda sofria maus-tratos diariamente. Mas ao menos Anthony nunca chamou aquilo de amor... Pelo contrário, ele deixa bem claro em todos eles momentos que a quer como escrava sexual e nada mais.

      Excluir
  33. OK!
    EU PRECISO LER ESSA TRILOGIA! Se o intuito era me deixar morrendo de curiosidade você conseguiu Mari. Vou procurar ele agora mesmo!
    Já havia ouvido falar da série e estava bem curiosa, sua resenha só ateou mais fogo na fogueira. Espero gostar tanto quando vocês
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais, o intuito era apresentar a obra e, quem sabe, conseguir com que mais pessoas leiam e conversem comigo a respeito. Esse é um livro que pode gerar debates brilhantes devido ao peso emocional que é trabalhado de formas positivas e negativas ao longo dele.
      Depois de ler, conta pra gente o que achou?

      Excluir
  34. Olá.
    Tudo bom?
    Nossa, como pode uma história ser assim tão forte??? Fiquei curiosa com o desenrolar da história e principalmente como ela foi parar nesse manicômio.
    Amei suas resenhas.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelle, essa do manicômio, assumo, me pegou completamente desprevenida. O livro dois acaba de uma forma que a gente pensa "agora vai", apesar dos pesares... E o livro três começa com ela internada!? Como assim!?

      Fiquei bem surtada nele.rs.
      Obrigada pelo elogio, seja bem vinda ao blog.

      Excluir
  35. Mari essa sua relação de amor e ódio me deixou louca pra ler. Poxa tem que ser lançado aqui no Brasil #nosmerecemos
    Eu estava me apaixonando já e vc me jogou um balde de água fria rsrsrsrs Anthony já tinha uma fã.vou perguntar ao meu psicologo se posso ler rsrsrsrs ou talvez eu vá parar em um manicômio e ai pra compensar vc vai me enviar um livro por dia kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  36. Oi!
    Realmente esse livro tem uma tema bem forte e a historia parece realmente do tipo que você cria essa relação de amor e ódio do tipo quero jogar o livro pela janela mais tenho que ler até o final, mas realmente não é o tipo de livro que gosto de ler!!

    ResponderExcluir