Resenha: Vítimas do Silêncio


Título no Brasil: Vítimas do Silêncio (1ª edição)
Autor (a) Nacional: Janethe Fontes
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2008
Páginas: 187



Olá leitores,


Hoje vou falar de um livro que mexeu muito comigo e é um assunto forte para ser abordado. Por várias vezes tive que parar a leitura para respirar e acalmar meu coração. A autora tem uma escrita surpreendente, a história é cheia de suspense e em vários momentos tive que prender o fôlego para acompanhar essa aventura.

Vamos conhecer Margarida, mais conhecida como Guida, uma jovem que fugiu da casa da mãe, indo morar com os tios em outra cidade, por ter sofrido abuso sexual do padrasto. Ela não conta a verdade para a mãe e a irmã, nem para os tios e primos, guardando para si. Mesmo sem saber o real motivo da chegada inesperada da sobrinha, a tia a acolhe e a cuida como filha. 

Depois de um tempo morando com os parentes, Guida e o primo Marcos acabam apaixonados, mas esse relacionamento não é aceito pela mãe do rapaz e ele ainda era noivo de uma garota que estava morando fora do país. Chega um momento em que eles não conseguem mais se controlar e se entregam à paixão.
“A verdade era que Margarida estava apavorada com a possibilidade de apaixonar-se por Marcos. Afinal, além de a sua experiência com o sexo masculino ter sido a pior possível, ele estava noivo. Apesar disso, dia após dia, tornava-se cada vez mais difícil evitar uma possível paixão, mesmo que estivesse se esforçando muito para que isto não acontecesse. ” (Pág. 11)
Eu fiquei muito feliz quando Guida conseguiu ultrapassar essa barreira e se entregar ao amor, mas ao amanhecer Guida recebe uma visita inesperada. A mãe de Guida, Magnólia, e a irmã Suze chegam de surpresa avisando a ela que Magnólia separou-se do padrasto e que as duas vão morar em Gramado. 

Guida ficou animada com isso, mas sua felicidade acabou muito cedo e não demorou muito para o padrasto, Carlos, ir atrás da família para pedir a reconciliação. A mãe de Guida, por ainda amar o marido, aceita ele de volta. Guida não acredita no que está acontecendo e foge mais uma vez, dessa vez vai para uma cidade sem conhecer ninguém.
“Sentada no último banco do ônibus quase vazio, ela deixou as lágrimas escorrerem por seu rosto, enquanto cenas de sua vida passavam-se em sua mente, lembranças projetavam-se em flashes. ” Pág. 36
Chegando em São Paulo, ela começa a procurar emprego e acaba indo trabalhar como babá de um rapaz que sofreu um grave acidente e se encontra na cadeira de rodas. Willian é um homem lindo, que sempre praticou esportes radicais e não aceita a nova condição que está vivendo. Como ele sempre rejeita todas as enfermeiras, a família tem uma nova tática, contratando uma acompanhante.

Mesmo Guida não tendo experiência e sendo uma menina muito nova, a família sente que ela pode ser uma boa companhia para o filho. Os dois se tornam grandes amigos, um ajudando ao outro em cada conquista e Willian aceita voltar a fazer coisas que não queria nem tocar no assunto, como fazer a fisioterapia. 

Com uma única noite com o primo, Guida ficou grávida e vai ter que sustentar seu filho, mas agora ela tem a família de Willian que sente um carinho muito grande e a apoia em tudo o que ela precisa.

Guida não se deixou abater por tudo o que sofreu. Ela vai atrás dos seus sonhos e luta para conseguir cada um deles.

Mas Guida recebe uma notícia infeliz e a partir daí a história fica cada vez mais emocionante. Em cada cena fiquei torcendo ainda mais por ela, que conseguisse superar tudo que passou, que enxergasse o amor que Willian sentia por ela.

A autora mesmo abordando um tema difícil, conseguiu mostrar de uma forma “leve” o que uma garota que foi abusada sexualmente passa e sente. Para mim, os últimos capítulos foram os mais marcantes. A cada capítulo acontece novas revelações e emoções de um passado que parecia esquecido.

Está preparado para viver essas emoções e torcer pela felicidade de Guida? Então super recomento essa história com romance, aventura, suspense, sedução e mistério.


*** 
Sinopse do Skoob: Violentada sexualmente, ela preferiu manter o silêncio. Porém, o preço do seu silêncio pode ter-lhe custado alto demais...
... Um caso de abuso sexual ...
... Uma tentativa de fuga ...
... Um novo crime e ameaças ...
... O reencontro com o inimigo ...
Uma garota é vítima de estupro e tenta reconstruir sua vida. Mas, quando finalmente acredita ter encontrado o caminho da felicidade e esquecido aquela noite fatídica, um novo episódio a faz despertar para a apavorante certeza de que é absolutamente impossível fugir do passado... E só existe uma alternativa para que a paz retorne ao seu coração e se faça prevalecer a justiça: confrontar seu pior e mais temível inimigo.
Com uma narrativa surpreendente, a autora mantém o suspense até o fim, fazendo com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar essa aventura que traz, a cada capítulo, novas revelações e emoções de um passado que já parecia esquecido.
"Vítimas do Silêncio combina ingredientes como Romance, Aventura, Suspense, Sedução e Mistério em um livro que vai prendê-lo do começo ao fim, tendo como pano de fundo a questão do abuso sexual.

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Nossa, quantos vai e vem na história... Fiquei angustiada só de ler a resenha..
    A parte de cuidar de um homem lindo na cadeira de Rodas me lembrou "Como eu era antes de você"
    Parabéns Daya, adorei! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bru,
      No início também lembrei, mas só lembrei rsrs
      Uma história maravilhosaaaa
      beijos e obrigada

      Excluir
  2. Lembrei de um outro Willian... Fiquei muito curiosa depois dessa resenha! Abuso, tema forte e infelizmente tão atual. Torcendo por Guida! Amei a resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zmtortola,
      Lembrei de início, mas depois nada lembra.
      Verdade, tema muito forte e marcante.
      Simplesmente amei a história.
      beijosss

      Excluir
  3. Nossa me lembrei da Zoe, minha personagem no livro Minha obsessão que também foi abusada pelo padrasto. Me identifiquei bastante com o livro Daya. Parabéns pela resenha, o livro realmente deve ser ótimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Érica,
      Durante a leitura lembrei muito de você.
      Obrigada
      beijos

      Excluir
  4. Já entrou para a lista de leitura!! ótima resenha me deixou super curiosa, obrigada :)

    ResponderExcluir
  5. Já estou com o livro nas mãos e estou muito curiosa para começar esta leitura! Eu me interessei muito por este tema porque ele esteve sempre presente na história da humanidade, apesar do silêncio que muitas mulheres enfrentam após sofrerem violência doméstica e sexual. Há muitas Guidas no mundo, e eu estou torcendo por todas elas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia,
      Espero que você goste e curta a leitura.
      beijos

      Excluir
  6. Taí, fiquei curiosa. Tem cara do estilo de livro que gosto de ler, drama.rs. Essa coisa de abuso, sentimentos de medo e culpa, não contar nada, quando bem retratadas podem ensinar muito e até mesmo ajudar quem passou por isso a não se sentir tão sozinha no mundo e a tomar coragem para denunciar.

    Vai pra lista de "Vou ler".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari,
      Verdade, a grande maioria tem medo e não denunciam.
      Beijos

      Excluir
  7. Fiquei sem folego lendo a resenha,imagina o livro.Quero muito ler esse livro. Espero que Guida consiga seguir em frente e encontrar um amor verdadeiro. Preciso desse livro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda,
      Muito bom e espero que você um dia leia.
      Muitoooo bommmm
      beijos

      Excluir
  8. Linda resenha!

    Fiquei super feliz que tenha gostado, Daya.
    E estou feliz também com os comentários.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janethe,
      Obrigada e parabéns pelo livro.
      beijos

      Excluir