Momento Cultura: James Bond



Bond, James Bond. Sim senhoras e senhores, o texto de hoje é sobre o mais famoso agente secreto (se é que isso pode existir) da literatura e do cinema. Criado em uma época totalmente diferente, ele deu um ar de classe e glamour na guerra "não tão fria" travada entre capitalismo e socialismo. É importante dizer que quando se fala de matar pessoas e influenciar governos não existem bonzinhos ou vilões. Mas é claro que botar um gentleman envolto em belas roupas, carros e mulheres pra fazer o trabalho sujo deixa tudo muito mais agradável para as pessoas comuns.


Depois de muitos filmes e três livros consegui entender como Ian Fleming foi capaz de transformar um matador estatal, com licença para matar, em uma profissão cheia de glamour. Fleming misturou, em sua panela literária, um trabalho escuso com tudo aquilo que nos chama a atenção e está midiaticamente ligado ao sucesso e felicidade. Carros rápidos, relógios e óculos caros, ternos sob medida que pra aumentar nosso fascínio vinham cheios de geringonças. Bebidas e cigarros. Viagens, das formas mais diversas, para as cidades mais modernas ou clássicas, e passeios nos locais mais belos e remotos. 

Além disso, James Bond tem muita classe na maioria de seus atos. Se ele tem que fazer uma tarefa,a realiza da forma mais discreta possível, nunca desperdiça balas e sempre sabe quantas ainda estão na arma. É claro que neste universo glamouroso criado por Fleming não podia faltar o sal do mundo, sim as mulheres! E elas não são apenas belas. São inteligentes, fortes, ousadas, boas de briga e de cama; algumas vezes cooperam, outras tentam apenas seduzir James para assim matá-lo. Com certeza essa união agente-galã + "femme fatalle" produz várias cenas de sexo e paixão (quase sempre obscurecidas pela sombra da mentira). Nada é muito explícito, mas sempre apimentado pelo perigo, tudo bem condizente com o clima criado. 

As descrições são sóbrias, mas pertinentes, sempre identificando marcas famosas (lembra que falei do clima de glamour?) O detalhamento da vida no lado socialista mostra como o estado russo era poderoso, ele observava e comandava a vida de todos os seus habitantes - os camaradas literalmente pertenciam à pátria Rússia. 

É impossível deixar de falar dos vilões: às vezes eram as belas Bond Girls, outras vezes anomalias parecidas com Frankenstein. Sempre com um plano mirabolante e secreto, mas que era convenientemente contado para Bond antes do tempo.

Ao todo são 14 livros, 12 romances e 02 de contos, 02 lançados após sua morte. Eles têm uma certa cronologia que eu indico você seguir (já ouviu falar do faça o que eu digo e não o que eu faço?). Cronologia Livros James Bond(Wikipédia)

Comecei com "Cassino Royale" que também inicia a série do espião duplo 0. A introdução do personagem foi perfeita, as duzentas e poucas páginas acabaram em dois dias; passaram voando sob o clima de cassino e paixão à beira do mar. O filme foi bem fiel ao livro, o fato de saber o final do romance de Bond e Vesper pela telona não diminuiu meu apreço pela história. Senti-me na trama quando li a descrição do famoso drinque de gim e vodka, "mexido e não batido", batizado de Vésper, o primeiro amor de Bond (viu como ele era um amante à moda antiga?). Para derrotar Le Chiffre, o vilão da vez, o agente deve desbancá-lo numa mesa milionária de baccarat. O jogo de cartas é bem descrito e tem jogadas emocionantes, até pra quem não entende nada das regras, como eu! Ele finaliza como uma lição para o agente "nunca confie nas mulheres", mas é claro que ele não aprende.

Não encontrei, em formato digital, "Viva e Deixe Morrer", o livro seguinte na cronologia do mundo de Flemming. Li em alguns sites que ela não era importante, assim li "Moscou contra 007", quinto na sequência da lista. Nele a pior das agências secretas russa, com aquelas siglas esdrúxulas, prepara um plano para derrubar o agente secreto inglês. Os vermelhos pensam muito e resolvem usar o ponto fraco de Bond para atingi-lo - é claro, sua queda por mulheres. Então, eles treinam a bela Tatiana Romanov para seduzir James e o bruto Krassno Granitski para assassiná-lo. A maior parte da ação ocorre na multicultural Istambul e no famoso trem "Expresso do Oriente". Tirando alguns pequenos spoilers  não encontrei nada de errado em ler fora da sequência. Isso continuou até que cheguei ao final e fiquei indignado!!! Não descobri como o casal do momento, James e Tatiana ficariam. Ai você pode pensar, "Marcola lê livros de espião mas gosta é do romancinho!" Eu lhes respondo que não é bem assim, esse romance vai abalar a fina linha que segura a paz entre as duas das maiores nações do mundo.



Bom, o importante é que, assim como fiz quando acabei de ler "As Duas Torres" (se você já leu "Senhor dos Anéis" sabe do que estou falando) corri pra ler "007 Contra o Satânico Dr. No" e descobrir como continuou a relação daquele belo casal, digo daquelas grandiosas nações. Este foi disparado o melhor dos 3 livros. Enviado para Jamaica (local onde Ian Fleming viveu enquanto escrevia os livros do agente) para um "trabalho mais tranquilo", Bond acaba se deparando com um maluco muito excêntrico, dono de uma ilha onde coisas misteriosas estão acontecendo. Claro que no caminho ele "esbarra" na linda Honeychile, mulher de beleza exótica assim como o nome. Para salvá-la do Dr. No ele tem de passar por uma prova mortal onde deve mostrar todas as habilidades adquiridas nos anos de espionagem. O livro continua a história do anterior mas em nenhum momento conta o paradeiro da russa Tatiana. A falta de um romance já era de se esperar pois esta é uma série de livros repleta de tiros, lutas, explosões, perseguições conspirações e pessoas morrendo das mais variadas formas. Sabe que analisando por este lado, a série tem romance na medida certa!




CURIOSIDADES:

01. James Bond é o nome do autor de um livro da esposa de Fleming sobre ornitologia  (ramo da biologia que estuda as aves). Jason Bourne e Jack Bauer são dois conhecidos personagens que homenageiam 007 em seus nomes, os três tem as iniciais J.B.. No filme "O Serviço Secreto" um cachorro pug recebe o nome de JB, rola até uma piada sobre o nome dos três.

02. A franquia de filmes de James Bond, iniciada em 1962, é a terceira em arrecadação na história do cinema. Só perde para o Universo Marvel e Harry Potter.

03. Ian Fleming, Sean Connery, Roger Moore e Pierce Brosnan foram todos agraciados com o título de Sir pela Rainha Elizabeth II, uma grande fã dos livros e filmes do agente 007.

04. No dia 26/10/15 será lançado "007 contra Spectre", quarto e último filme do ator Daniel Craig no papel de James Bond.

Para você, quem será o próximo ator a interpretar o agente 007?


Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Marcolaaaa,
    Bom ter uma resenha sua aqui :)
    Adorooo
    Então, eu nem sabia que tinha livros, jurava que só existia filme.
    Muito bom saber!!!
    Se tem uma certa cronologia, então prefiro segui.
    beijos e parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre associei o personagem a literatura. Mas que legal q minha resenha te deixou com vontade de ler as histórias de Bond.
      Abraços e valeu pelos elogios.

      Excluir
  2. Eu to igual a Daya,pra mim só tinha filmes kkkk(sabe de nada inocente).Eu gosto dos filmes,eles tem um efeito misterioso(pelo menos o James tem).
    Quanto aos livros acho que nao iria curtir a leitura,não se encaixa no meu gosto florzinha de ler.Mas agora eu sei que há livros do agente 007.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá elisangela ri muito do seu gosto florzinha heheheheh. Como eu sempre digo, é bom variar um pouco nosso tipo de leitura.
      Abraços

      Excluir
  3. Marcola amei esse post. Adoro 007. Não li nenhum dos livros,mas assisti muitos dos filmes. Não sei se o fato de Roger Moore,Timothy Dalton e o melhor Pierce Brosnan no papel desse (matador charmoso) ajudou muito a obra rsrsrsrs
    Uma outra curiosidade... 007 - O Espião Que Me Amava . O autor Ian Fleming apenas autorizou que fosse usado o mesmo título do seu livro.Este é o primeiro filme de James Bond totalmente original, cuja trama não é baseada em nenhum dos seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda, não gosta do Daniel Craig? Pra mim os filmes dele são os melhores. Eu sabia dessa curiosidade. O personagem fez tanto sucesso q vários filmes foram lançados. Inclusive houve grande problema quando o autor morreu e eles queriam fazer mais filmes. Tbm por isso existem vários escritores q continuaram a escrever livro do 007 após a morte do Ian. Deve ser por causa desse sucesso q o personagem hoje é mais associado ao cinema q a literatura. Se vc ama Bond irá morrer de paixão depois de ler um livro dele.
      Abraços

      Excluir
    2. Marcola como ator realmente o Daniel Craig arrasa! Mas não acho ele bonito e charmoso o suficiente pra ser o 007 kkkkk
      vou comprar um dos livros e ler.afinal nao faz mal apaixonar só mais um pouquinho kkkk

      Excluir
    3. Marcola como ator realmente o Daniel Craig arrasa! Mas não acho ele bonito e charmoso o suficiente pra ser o 007 kkkkk
      vou comprar um dos livros e ler.afinal nao faz mal apaixonar só mais um pouquinho kkkk

      Excluir
    4. Acho q não tenho capacidade de avaliar se Craig é bonito e charmoso suficiente para ser 007. Hehehehe Na descrição do livro ele tem o cabelo preto.
      Comece pelo "Cassino Royale " vc vai gostar ainda mais do personagem.

      Excluir
    5. Kkkkkkk trelei de rir agora. Te garanto ele não é. Obrigada pela dica. Abraços.

      Excluir
  4. Acredita que eu nunca li, nem vi nada do James? Quer dizer, eu até que conhecia, mas não tinha ideia do que se tratava mesmo kkk, fui descobrir aqui na postagem. E fiquei morrendo de vontade de conhecer, já que é bem o meu estilo =D Vou procurar para ler e ver :)
    beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q vc não conhece os livros eu até acredito. Mas os filmes?!?!?' Por onde vc andou nos últimos 50 anos? Hehehehe
      Pode buscar conhecer q é um personagem b legal.
      Abraços

      Excluir
  5. Olá, Marco! Tem livros? Nossa! Estou surpreso como todos. James Bond para mim era só para os filmes, e mesmo gostando bastante desta história de investigações, mistérios, tiros porradas e bombas, os filmes não foram favoritados por mim, assistindo apenas um da trama de James Bond. Mas, me interessei bastante pelos livros deste mundo de crime. Por mim, extinguiria a saga de filmes 007.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ycaro. E eu estou surpreso de todos não conhecerem Ian Fleming. Heheheh. Complicado descartar uma série de filmes que fez tanto sucesso e movimenta milhões de dólares. Ainda mais se você viu apenas um filme. Se vc gosta tanto de histórias desse tipo tem que dar outra chance para Bond.
      Abraços

      Excluir
  6. Nossa eu nao sabia tambem dos livros... ja vi os filmes.. faz um tempinho mas lembro que gostei. Fiquei bem animada para ler os livros. Acho que eles devem ser bem emocionantes, achei sua resenha otima. Vou ler na sequencia como vc indicou, bjs

    ResponderExcluir
  7. Andreza emoção é oq não falta nestes livros. E os filmes conseguem passar bem os sentimentos dos livros. Valeu pelo comentário, abraços

    ResponderExcluir