Leituras da Mari: Métrica - Colleen Hoover


Título do livro em Português: Métrica (Slammed#1)
Título Original do Livro: Slammed
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Ano: 2013



Este foi o livro de estreia da Colleen Hoover, autora que tem figurado constantemente a lista dos Best Sellers do New York Times e os balcões de "mais vendidos" de quase todas as nossas livrarias.

Para quem tem preconceito com histórias estilo New Adult/Young Adulta, sugiro reverem um pouquinho esse conceito e darem chance para essa obra que contempla não apenas romance e poesia, mas também ética e uma escrita envolvente. Eu simplesmente não consegui parar de ler até terminar, ele é viciante!
Métrica é o primeiro livro da trilogia Slammed, que irá nos contar a história de Layken. O Segundo é Pausa e o terceiro "Essa Garota". Os dois primeiros são contados tendo Layken como narradora enquanto o terceiro é todo do ponto de vista de Will.

Layken, ou Lake (lago, em inglês), como costuma ser chamada, morava no Texas com seus pais e o irmão de nove anos; tinha vários amigos e amava sua vida. De repente tudo mudou. Seu pai morre inesperadamente e, seis meses depois, sua mãe informa que eles estariam mudando do ensolarado Texas para Michigan (um dos estados da região note-nordeste dos EUA) em pleno inverno. É claro que a mudança não agradou em nada nossa personagem, mas ela foi voto vencido.

Will é o mais novo vizinho de Lake, ele mora na casa exatamente em frente com seu irmão mais novo. Os dois meninos, Kel e Clauder (irmãos de Lake e de Will, respectivamente) tornam-se melhores amigos instantaneamente e a atração do casal também segue o mesmo ritmo, que combinam um primeiro encontro pouco tempo depois.

"Neste momento, não sou mesmo capaz de compreender como deve ser ter o coração partido de verdade. Se eu sentir uma dor apenas um por cento mais forte do que já estou sentindo, abdico do amor. Não vale a pena."

Engana-se quem já estiver pré-julgando a obra como apenas mais um livro de romance bobo e "cor de rosa"! Ela é muito, mas muito mais do que isso! Esse é um livro que fala sobre sentimentos reais e possíveis; sobre as dificuldades do dia a dia; os erros e os arrependimentos; fala sobre esperança e o amor - por si, pelo outro, pela família, etc. 
"Não foi a morte que deu um murro em você, Layken. Foai a vida. A vida acontece. Merda acontece. E acontece muito. Com muita gente"
Apesar de ter me feito derramar várias lágrimas, não é um livro realmente triste... Apenas completamente comovente. 

Em Métrica conheceremos: duas famílias marcadas pela dor; dois jovens feridos pela forma como o destino os tratou, mas que resistem bravamente, levantando a cada rasteira da vida ainda mais fortes e determinados; uma mãe maravilhosa, que prova a teoria da minha mãe ("infelizmente, nós, mães, também somos humanas e erramos, mesmo com a melhor das intenções e no intuito de acertar". Recado para a minha mãe: Obrigada por existir e ensinar-me tanto sobre a vida! Mesmo! Eu te amo muito!); e duas crianças maravilhosas que, com sua inocência e eterna esperança nos dão um fôlego maior, um sopro de diversão.
"Levei a maior lição de todas esse ano.  De um garoto de 9 anos.  Ele me ensinou que é bom viver a vida um pouco ao contrário.  E me ensinou a rir.  Do que você acharia  impossível de rir."
Além de tudo isso, as páginas são intermeadas com belas e simples poesias, capazes de alcançar a todos os públicos. Um livro que vai te surpreender até a última página!

CURIOSIDADES:

01 - O nome original do livro, Slammed, é derivado da Slam Poetry que é amplamente divulga nesta obra. Eu nunca havia ouvido falar nesse estilo de poesia (poesia+performance) e fiquei completamente apaixonada pelo conceito.

02 - Fazer Slam é gritar tudo o que está dentro de você, não importando se são coisas dolorosas ou alegres, em métricas perfeitas. Provavelmente é por este motivo que foi utilizado o nome Métrica para o primeiro volume da série.


***

Sinopse do Skoob: O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Querida e amada filha, obrigada pelas palavras, pelo carinho, por tudo. Você é e sempre foi uma filha maravilhosa e eu e seu pai temos muito orgulho por você ser como é: carinhosa, atenciosa, apegada à família, dinâmica, de personalidade forte mas sensível e emotiva, inteligente, e muito, muito mais....Você é muito amada filha, por mim, por seu pai e por todos os que verdadeiramente te conhecem! Sinta-se carinhosamente abraçada. Bjs E não posso deixar de citar ... Parabéns pela resenha que nos motivou a ler o livro! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mããããeee, assim você me faz chorar! Eu amo muito vocês também. Esse livro tem uma mãe muito especial e eu não poderia deixar de elogiar a mãe mais especial do mundo para mim, a minha. Estou preparando também uma resenha com um pai especial e, não tenha dúvidas, terá recadinho para o meu pai. Por favor, mostra pra ele quando tiver saído, ok?

      Excluir
  2. Mari,
    amei sua resenha, como sempre arrasando!
    Não li esse livro e com certeza vou colocar na minha lista.
    Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daya, fico muito feliz que tenha gostado. Fiz a resenha com bastante carinho. O estilo de escrita da maioria dos livros da Colleen é assim, surpreendente, motivados e nos leva a algum tipo de crescimento pessoal.

      Excluir
  3. Ainda não li Métrica apesar de tê-lo em minha estante, mas vejo cada resenha que dá vontade de passar ele na frente e ler na hora.
    Já tenho ótimas referências, agora mais uma.
    Obrigada e beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leninha, que bom que gostou da resenha! Super indico que leia esse livro, é ótimo! Mas vá com um lencinho separado na lateral... Você pode vir a precisar dele. Eu precisei.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obaaaa! Depois conta pra mim o que achou? Morro de curiosidade para saber a opinião das pessoas sobre os livros que indico.

      Excluir
  5. Oi Mari,
    Que resenha linda ♥
    Preciso ler algo da autora, e essa trilogia é uma boa pedida. Gosto de um toque emocional.
    Mas preparar os lencinhos né.
    Adorei a curiosidade sobre o nome!

    bjs e tenha uma ótima terça.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada, muito obrigada! Eu gostei muito da obra! Sempre tive preconceito com o gênero YA achando meio bobinho (leio, gosto, mas sempre os classifiquei como "bobos") até que encontrei Colleen Hoover. Hoje sou fã da autora e leio todos os livros que ela lança.

      Prefiro a leitura deles em inglês, mas para quem não tem essa oportunidade por não saber a língua os em português tão conta do recado (mais ou menos).

      Excluir