Parceria: JM Alvarez

JM Alvarez
Carioca, capricorniano e botafoguense. É casado e pai de três filhos já adultos. 
Fã de seriados e cinema, gosta de ler todos os gêneros. Seus autores favoritos são: Erico Veríssimo, José Mauro de Vasconcelos, Jorge Luiz Calife, Arthur Clark, Isaac Asimov, Ken Follet, Sidney Sheldon e Nicholas Sparks.

Trabalhou por 38 anos em uma multinacional, quando resolveu se aposentar aproveitou para realizar alguns dos sonhos de adolescência: escrever, ler e desenhar.

Em 2014 descobriu uma plataforma de autopublicação onde poderia não só ler, como também escrever e ser lido por outras pessoas, o wattpadFoi então que surgiu a ideia de escrever Amor Infinito, seu primeiro romance, que publicou completo na plataforma e hoje, mesmo com livro já publicado, mantêm lá uma degustação.


Obras:

 
  • Amor InfinitoUm romance que durará por três épocas distintas. Um homem dividido entre dois grandes amores. Um grande segredo escondido pelo tempo e que só será revelado no passado. Num pen drive, encontrado escondido dentro de uma joia, é descoberto um diário, que nos revelará uma misteriosa história de amor.  Em 2060, Germano é um jornalista que vive no Rio de Janeiro. Ele acreditava ter encontrado a mulher de sua vida, Elisabeth, mas uma forte ligação, muito além de sua compreensão, o aproximou de maneira inexplicável de outra mulher, Bárbara, também sua grande amiga. O coração de Germano balançará, entre duas mulheres, pelas quais ele tem sentimentos tão intensos e conflitantes. A força misteriosa que tanto atrai Germano e Bárbara poderá fazer com que ele esqueça Elisabeth, seu grande amor. O sentimento desconcertante que esta mulher desperta em Germano é um perigo contra o qual Elisabeth terá que lutar se quiser que ele cumpra a promessa de ser o homem de sua vida. Veja a sinopse do livro no skoob clicando aqui

Leia a resenha feita pelo blog clicando aqui (wattpad) e aqui (livro)


Quer conhecer mais sobre o autor e acompanhar suas publicações? Basta segui-lo no Facebook e no blog.

Em abril de 2015, surgiu o Conchego das Letras, um blog que fala sobre livos publicados tanto no Brasil quanto os que só são vendidos em sites estrangeiros ou postados em plataformas de leitura gratuitas.

Nenhum comentário