Entrevista: Priscila M. Palmeira



Priscila M. Palmeira



Paulistana, nascida em 23 de março, casada e mãe. Leitora compulsiva desde que ganhou seu primeiro livro, O Menino do Dedo Verde, começou escrevendo poesias e contos curtos. Tem duas participações em antologias e escreve em plataformas como Wattpad e Widbook. Lançou, em Janeiro de 2015, o livro Crônicas de Silbery - O segredo do bosque, e lançará na Bienal do Rio 2015 o livro Caçadores - O vale da morte.

Vamos à entrevista!?


Conchego: Como foi a decisão de começar a escrever profissionalmente?

Priscila: Foi tímida. Na época eu contei para algumas pessoas sobre esse meu projeto e sonhos, mas receberam como um sonho tolo de menina sonhadora.

Conchego: Quais as maiores dificuldades que encontrou pelo caminho?

Priscila: Na época eu não tinha computador, então tive que pedir um emprestado. E também não tinha internet e para buscar informações para pesquisa era muito complicado.

Conchego: Como se dá a escolha do tema de cada livro? O que você considera mais fácil e mais difícil ao desenvolver uma história?

Priscila: O tema surge em minha mente voluntariamente, eu não o escolho, ele escolhe à mim. Surge do nada e se instala até que eu o coloque no papel. Acho que desenvolver um ambiente verossímil é o que há de mais difícil pra mim desenvolver, quando estou criando uma história que se passa em um lugar que existe de fato.

Conchego: Qual sonho você já realizou e qual ainda deseja realizar como autora?

Priscila: Estou indo para a Bienal. Sonho que se realizará entre alguns dias, então eu o considero já realizado, mas ainda desejo viajar para fora do país levando meu trabalho e vê-lo traduzido em outras línguas.

Conchego: Que conselho você daria para aqueles que desejam ser "futuros autores nacionais"?

Priscila: Não desista. As pessoas podem não acreditar em você e até dizer que a "Terra é aqui, coloque os pé nos chão", como já disseram para mim. Mas se você acreditar que é capaz, ninguém irá barrar sua vitória.

Conchego: Poderia deixar uma mensagem para os seus fãs?

Priscila: Obrigada pela oportunidade que estão me dando. Vocês são muito especiais para mim e espero sinceramente poder encontrá-los agradecer pessoalmente tanto carinho.
Um grande beijo para todos e obrigada ao Conchego das Letras pela oportunidade e carinho.

Saiba mais sobre a autora clicando AQUI.

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Oi Daya,

    Gosto muito de ler entrevista com autores contemporâneos. Vou seguir o conselho da autora, com certeza!

    Beijos, Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thamiris, siga assim, amada.
      Nunca desista.
      beijinhos:-D

      Excluir
    2. Thamiris, siga assim, amada.
      Nunca desista.
      beijinhos:-D

      Excluir
    3. Thamiris,
      Fico feliz que gostou da entrevista e siga mesmo, nunca desista!
      beijosss

      Excluir
    4. Thamiris,
      Fico feliz que gostou da entrevista e siga mesmo, nunca desista!
      beijosss

      Excluir
  2. Que legal!
    Que essa semana seja um sucesso!
    bjs
    http://mundoliterariodathais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito legal! Estou amando conhecer essa escritora de tanto que já li sobre ela em outros blogs.

    Abraços
    http://www.oraculodeelfos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi, fiquei super feliz agora com seu comentário. Muito obrigada pelo seu carinho. Muito beijos ;-)

      Excluir
    2. Giulia,
      Fico muito feliz que esta amando conhecer um pouco da Pri!!
      beijos

      Excluir