Saiu a capa de Archer's Voice no Brasil

Pois é pessoal, esse mês a editora Arqueiro divulgou a capa do livro Archer's Voice aqui no Brasil. E ela ficou assim:



O quarto título da saga Signos do amor, da Mia Sheridan, tem seu lançamento previsto para Agosto e já chega causando. Isso porque boa parte dos fãs se revoltou com a tradução do título feita pela editora.



ARCHER, em inglês, significa ARQUEIRO. Logo, a tradução literal de Archer's Voice realmente seria A Voz do Arqueiro.


O problema é que Archer, nesse livro, é o nome do personagem e, como tal, não deveria ser traduzido. Existe todo um significado nesse título, usando o nome do personagem, que é completamente perdido na tradução da editora.


É claro que ela apresenta uma justificativa para o título, relacionando-o ao único momento em que a palavra "arqueiro" aparece no livro, que é em seu prólogo - parte que não fala realmente nada sobre o livro em si mas sobre um signo do zodíaco que teoricamente está relacionada a algum personagem. Mas isso não satisfez a legião de fãs da obra, que fez chover reclamações espalhadas pelos mais diversos blogs e grupos do Facebook.

E você, o que acha disso?

De qualquer forma, independente do nome, a história vale a pena ser lida e terá resenha aqui neste blog em breve. Quer conhecer um pouco mais sobre A Voz de Archer Arqueiro? Então veja a sinopse que o livro está apresentando no Skoob logo abaixo:


Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma
mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de
um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Acho muito barulho por tão pouco. Se fosse ler os livros só por causa da capa ou do título não lia quase nada. O livro é bom? Isso que importa. Sinceramente? Falta do que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Mirela, o que importa é a qualidade do livro. Se a história é boa, então vale a pena ser lido e vou te dizer que a história É MUITO BOA!

      Excluir
  2. Eu acho que o título realmente deveria ser o nome do personagem. O livro é maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então Andreza, a nossa fundadora e resenhista Mari Ramos também acha e grande parte dos fãs. Mas... não é o que a editora pensa e é ela quem manda... então...rs.

      Excluir
  3. Eu concordo com a Mirela no quesito "se é bom, não seria o título que me faria não ler". Ao mesmo tempo assumo que muito do interesse pelo livro é gerado não apenas pela sinopse como também por seu título e capa e que essa tradução deu uma tristeza no meu coração por ter mudado tanto o sentido do título original.

    ResponderExcluir
  4. Não me importaria com o nome do livro a capa fala por si. Fiquei sem fôlego aqui kkkkkkk. Mas odeio tanto livros como filmes que quando fazem a tradução o titulo perde um pouco o encanto.Mas bora ler o conteúdo e ser feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles mantiveram a mesma imagem de capa do livro americano! =)

      Esse título tirou mesmo um pouco do encanto da obra, mas leia sim. Vale a pena. É muito boa!

      Excluir
  5. Infelizmente essas traduções de títulos quase sempre deixam a desejar! :(
    Mas, se a história é boa, isso que importa né :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou bonito Bruna! Verdade, essa não é a primeira e nem será a última tradução a decepcionar os leitores, mas o conteúdo é o que vale. =)

      Excluir