Resenha: Padma



Título no Brasil: Padma       
Autor (a) Nacional: Kelly Hamiso
Editora: Novo Século
Ano: 2014
Páginas: 512



Sinopse do Skoob: Jéssica é uma garota de dezessete anos, estudiosa, bonita e rica, que havia ganhado uma segunda chance. Numa visita à casa de sua avó, em São Paulo, conhece um grupo de amigos e Beto, rapaz rebelde que, entre cigarros, bebedeiras e rock’n'roll, está longe de ser o homem ideal, mas sua indiferença o torna irresistivelmente fascinante. Tinha tudo para ser mais uma história de amor, exceto por um detalhe: os dois não sabiam que essa união os transformaria em peças de um jogo entre membros de uma organização e um homem ambicioso; todos manipulados por Arimã, o anjo corrompido. Para que consigam ficar juntos, Jéssica e Beto precisarão revelar segredos, aprender a perdoar, interpretar sonhos e acreditar que não estão sozinhos. Entre vícios, brigas, uma flor que inspira e seres sobrenaturais, está Padma, em busca da luz.

Olá leitores,

Desde a chegada do livro fiquei encantada com a capa e com muita vontade de iniciar a leitura, mas como sigo uma listinha não poderia passar a frente. Quando chegou o momento de iniciar a leitura, minha ansiedade estava no extremo rs. Fiquei até com receio de me decepcionar, de que a história não fosse tudo que eu esperava, mas... O livro não tem somente uma capa, mas também um conteúdo ótimo!

A linguagem é perfeita para cada personagem, a narração foi clara e objetiva, o encantamento foi completo rs.

Em Padma vamos conhecer Jéssica, uma garota que tinha tudo que qualquer adolescente queria ter (ou quase todas). Ela era uma famosa modelo fotográfica, de uma família milionária e morava sozinha em Nova York. Mas desde a morte de seu pai em um acidente de carro se sentia sozinha... sua única companhia era seu chofer, Sérgio. 

A mãe de Jéssica não dava atenção a filha, deixando a criação e a companhia por conta do chofer. Ele, com toda essa liberdade, se sentia "dono" da garota. Decidindo tudo na sua vida profissional e pessoal.  

Jéssica desde pequena tinha uns sonhos estranhos, com uma menina em um lago, que parecia tão real que muitas vezes acordava assustada. Com esses sonhos cada vez mais frequente e infeliz da forma que sua vida estava seguindo, ela decide passar quinze dias de férias no Brasil, na casa de sua avó em São Paulo e Sérgio não poderia deixar de ir junto. 
Seja firme diante do lodo que pesa sobre tuas pétalas. Empurre-o e vá em busca da luz, não se deixe contaminar. Sei que você não tem dúvida. (pág. 383)
Chegando em São Paulo, vai conviver com a avó, a madrinha e o tio Xande, este um jovem rebelde que "trabalha" em uma oficina e vive cercado por um grupo de amigos. Jéssica não esta acostumada com tudo o que vê, nunca pôde ter amigos pela perseguição que Sérgio fazia. Mas naquele momento ela decide esquecer a famosa Jéssica e quer ser somente a menina normal, uma garota que pode ter amigos sem interesse. É nesse grupo que ela acaba encontrando seu grande amor, Beto.

Beto é um jovem rebelde, que só veste preto, fuma, bebe, usa bastante palavrão e apesar da pouca idade é o chefe do grupo. Mesmo com todos esses defeitos, ele era ligado a família e sustentava todos desde a morte de seu pai. Ele, um rebelde, e Jéssica, uma princesa, totalmente diferentes. Além dessa bagagem toda, Beto e seu grupo guardam uns segredos que eu até imaginava, mas queria ter certeza e saber se Jéssica iria aceitar.
O amor é toda a essência que o ser humano vai adquirir enquanto estiver em busca da outra metade. O amor não é um sentimento, é uma condição.(Pág. 130)
Antes mesmo de Jéssica conhecer Beto pessoalmente, viu um desenho feito pela irmã dele, Bel, e sentiu algo estranho, um encantamento. Mas você pode falar "me poupe Daya! Ela se apaixonou só olhando o desenho?" Eu sei que parece estranho, mas lendo o livro vocês vão entender que existe um motivo pra isso, que tudo se encaixa.

A autora foi digna de aplausos para o final do livro. Ficou simplesmente sensacional!!!!

O livro é um pouco grande, tem 512 páginas, mas em nenhum momento se perdeu na história ou perdemos interesse com a leitura. Kelly soube colocar vários detalhes para fazer com que a história se completasse. Aconteceu cada situação que ficamos com o coração na boca, imaginando o que poderia vir depois. 
" - A gente achava que ele não tinha fraquezas, lembra? Beto era uma fortaleza, mas o sentimento que lhe traz mais felicidade é o mesmo que lhe rouba toda a vitalidade." (pág. 434)
Os personagens secundários foram construídos com perfeição. E pude me apaixonar por eles também, querendo um final para cada um. 

Eu prefiro quando a história é contata em terceira pessoa, porque temos mais detalhes, uma visão melhor e Padma é assim, além de ter uma narrativa clara e objetiva. 

Jéssica em nenhum momento deixou de ser uma menina doce e meiga, mesmo passando por situações bem complicadas. Mas depois que conheceu Beto ela mostrou ser uma menina determinada para conquistar seus sonhos.

Padma é um livro cheio de reviravoltas, intenso, apaixonante e surpreendente!! Onde podemos encontrar perdão, superação, amor, fé, família, conquista e amizade.

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Que resenha perfeita. Já gostei de Jessica e odiei sua mãe. Como assim deixa a criação dela por conta de um chofer. Agora a parte do desenho Daya nem foi amor a primeira vista rsrs. Mas como já deu pra ver pela resenha Padma é cheio de segredos e quero desvendar cada um deles. Bjusss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda,
      Quando desvendar cada segredo, retorna aqui e conta como foi rs
      beijos

      Excluir
    2. to com medoooooooooooooooo aquela voz me assusta kkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Daya, há meses estive procurando por este livro. Se eu já tinha vontade de ler antes, imagina agora depois de ler a tua resenha, Estou encantada. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Suellen,
      Espero que você goste e fique ainda mais encantada.
      beijos e obrigada

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. já não gosto desse Sérgio kkkk
    e estou curiosa pra saber pq ela se interessou em Beto so por ver o desenho, a resenha me deixou curiosa
    adorei
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eitaaa Rebeka,
      Só lendo mesmo rsrs
      você vai amar essa história.
      beijos

      Excluir
  5. Por que eu não gosto de resenhas? Porque a gente fica super curiosa com o desenrolar da história! Livro de 500 págs? Adoro!!!! Parabéns pela resenha, Daya.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zmtortola,
      Resenha faz isso kkkk
      também adoro livro com muitaaaasss folhas!
      beijos

      Excluir
  6. Ai Day, eu não vejo a hora de ler o meu! Desde que vc falou dele e eu li na sinopse sobre os tais membros da tal organização eu to mega curiosa! Fora que essa capa é linda! A Kelly é uma querida, eu ameeeiiii a flor que ela mandou. *-*
    Beijos
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia,
      Fiquei também curiosa quando li a sinopse e Kelly surpreendeu :)
      beijos e volta para contar o que achou

      Excluir
  7. Daya, Daya ... Você e essas suas resenhas maravilhosas que me fazer ter uma lista interminável de livros pra ler...
    Adorei, fiquei super curiosa pra saber o desenrolar dessa história, que segredo é esse de Beto hein?? Aiiix preciso descobrir... srsr

    ResponderExcluir
  8. Enfim uma história diferente! Gostei demais... mistério, amor... um contexto diferente do que vem sempre acontecendo. Eu amo livros grandes. Amei demais a capa. E com certeza irei ler ele. Parabéns pela resenha amiga. Amei

    ResponderExcluir