O Marco Leu: Misery - Louca Obsessão


Título no Brasil: Misery - Louca Obsessão / Angústia 
Título Original: Misery 
Autor: Stephen King 
Editora: Suma das Letras 
Páginas: 326




Hoje irei falar sobre o livro de um escritor que gosto muito. Acho que gostar muito é dizer pouco pelo que sinto por Stephen King.  Tá certo que o cara só escreve coisas relacionadas ao terror, sobrenatural e medo; e quase sempre os três estão juntos. Nunca li textos mais sérios e complexos dele. Não acho que algum dia lerei. Mas com ele tive sensações que nunca imaginei possíveis de sentir ao ler um livro. Segurando seus livros tive medo do escuro e de barulhos perto de mim. Acho que é por isso que sou seu fã desde a primeira obra dele que li, "Zona Morta". 



"Misery - Louca Obsessão" narra a história de um famoso escritor, Paul Sheldon (será alguma homenagem a Sidney Sheldon?), autor de uma série de romances hot de época, que busca escrever algo diferente, com mais conteúdo. A trama comeca com Paul finalizando o primeiro e único rascunho do que poderia ser sua obra prima. Muito feliz por isso, apesar dos problemas pessoais, ele sai dirigindo e bebendo até entrar numa tempestade de neve e se encontrar com a proteção da estrada numa batida forte. Paul é salvo por uma fã, que se diz a "número 1". Quando desperta, descobre que suas pernas foram estraçalhadas e começa a entender que não foi levado a um hospital, e sim virou prisioneiro de Annie Wilkes.

A maior parte do livro se passa na casa de Annie e com apenas os dois protagonistas "interagindo". Nem por isso a leitura se torna enfadonha. A ordem temporal da trama é um pouco alterada. No início me confundi, mas depois entendi que aquilo fazia parte da magia para me fazer sentir como Paul, que por estar sendo drogado acabava confuso, perdendo a noção de tempo. Genial!!!

Mas o que realmente chama a atenção no livro é a vilã/protagonista. Annie é uma maníaca depressiva extrema que tem controle sobre Paul devido seu delicado estado físico, obrigando-o (através de tortura) a escrever um novo romance de Misery Chastain (a personagem odiada por Paul). 

Conforme o tempo passa, ela vai mostrando toda sua capacidade para fazer coisas muito inteligentes ou cruéis. Esta é uma personagem incrível, para mim, melhor até que Jack Torrance de "O Iluminado " que é citado no livro, segundo Annie como "o zelador maluco que tocou fogo no hotel Overlook". Senti um medo extremo dela e o livro faz você imaginar que ela está espreitando com seu machado atrás de cada porta ou móvel, mesmo com ela parecendo já ter morrido. Prometo que você também sentirá essa sensação, até a última página. 

Se você já leu o livro deve saber o que é ser peado. Eu não sabia e nunca mais esquecerei!!!

Pra quem conhece e gosta do autor é uma obra imperdivel. Pra quem quer conhecer e não tem medo de se sujar de sangue (sim, ele voa de algumas páginas!)  é uma ótima opção! 

Curiosidades:

01 - O filme Misery  (1990) fez muito sucesso. Kathy Bates ganhou seu único Oscar, além de um Globo de Ouro, pelo papel de Annie Wilkes. Quem viu o filme nunca se esquecerá dela!



02 - A última frase do livro é: "Agora minha história foi contada." Existe um bibelô na sala de Annie com essa mesma inscrição. Pelo que li, este é um livro que King usou para exteriorizar os grandes problemas que teve com o vício em diferentes tipos de drogas. 

03 - Por ser um escritor, o personagem Paul Sheldon dá algumas pitadas interessantes sobre o mundo dos autores. Como a "bíblia", que é um documento que contém todas as informações de uma série literária. As diferenças de papel. O cigarro da vitória aceso quando a palavra fim aparece sozinha no meio da linha. As cartas de fãs malucas. 

04 - King cita vários livros e personagens literários em Misery. "Senhor dos Anéis","Senhor das Moscas"," Mil e  Uma Noites", "Sherlock Holmes","Oliver Twist" são apenas alguns exemplos. 

05 - Na edição em papel da Suma das Letras as partes do livro de Misery escritas por Paul  na máquina de escrever aparecem numa forma diferente. Reparem nos "n" que está estragado na máquina e são preenchidos à mão.





Sinopse do Skoob: Misery - Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho.A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Marcola,
    Adorooooo suas resenhas!!
    Olha eu não leio terror, se você ficou com medo.... nem vou ler rsrs
    Deu até curiosidade, mas o medo fala mais alto :(
    Não quero ficar "sonhando" com Annie
    Aguardo ansiosa sua próxima resenha
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daya vc é minha fã número 1. Rsrs Não por ser a maior mas por ser a primeira. Preciso me preocupar? Hehehehe muito obrigado por suas palavras, elas me dão força para continuar escrevendo. Na próxima falo de algo mais tranquilo.

      Abraços

      Excluir
  2. Parabéns garota!! Adorei sua resenha, amo Stephen King e considero Annie Wilkes aterrorizante!! Curti bastante você ter colocado as curiosidades. ;)

    Beijo grande

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graz. Muito obrigado, fiz as curiosidades pensando no blog, legal vc ter gostado.
      Abraços dO Marcola

      Excluir
  3. Olá!!
    O que dizer desse livro?Que o King é gênio isso é inegável.Mas a capacidade de construção de personagens que ele tem é simplesmente fora do comum.Annie Wilkes é a melhor vilã dos livros dele,sem dúvidas.E a história que ele conseguiu construir basicamente tendo como cenário só o quarto do Annie é coisa de gênio mesmo.Senti mais medo com O Iluminado,mas em termos de vilão o Jack Torrence perde nessa kkkkkkkk
    Gostou mais do filme ou do livro?
    Abraços!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eai Cláudio

      Eu li "O Iluminado" enquanto acampavam, só com um lanterna. Por isso meu medo com o livro ficou aumentado. Quanto ao filme ou livro, vi ele ontem e posso dizer que os dois são muito bons, mas a versão de Annie para as telonas não é tão boa quanto a dos livros. E vc qual prefere?

      Excluir
  4. Adorei a resenha. Pra mim é um dos melhores livros do Mestre. Nos deixa agitada, amedrontada, sabe entrar na nossa cabeça direitinho. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Mirela

      Também tenho o costume de chamar Stephen King de Mestre. Dos livros dele que já li, foram mais de 20, coloco "Misery" no top 3 junto com "O Iluminado" e "Duma Key". E os seus preferidos, quais são?

      Excluir
  5. Muito boa a resenha. Da para ter uma boa noção do que esperar do livro. E eu admito... sou muito medrosa!!! Com certeza o menor ruído já vai me deixar impressionada. Então, como Daya disse .. o medo fala mais alto. Kkkkkkkkk. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Andreza, sempre digo que temos que estar dispostos a experimentar novas experiências, nem que seja para descobrir do que não gostamos. Mas se vc é assim medrosa terá um ataque de pânico ao ler um livro dele, se serve de consolo existem livros do King que não dão medo. Ou pelo menos tanto. kkkkkkk

      Abraços

      Excluir
  6. Gente!! Para o mundo que eu Amo King!!! já sou louca para ler esse livro, e após essa resenha então?! ME SEGURA!!! huahuahu
    Parabéns novamente!!
    um beijo!

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo comentário Ana. Se vc gosta mesmo dele não deve deixar de ler "Misery", com certeza irá aumentar seu fascínio pelo Tio Stevie. O mundo já pode voltar a girar? hehehehehehe

      Abraços

      Excluir
  7. Marcola a resenha nao deixa nada a desejar.E por isso nao vou ler o livro kkkk iria ter um infarto de tanto medo da Annie. Sem contar as noites sem dormir,se o sangue voa em algumas paginas passarei bem longe delas. bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba não sabia que fazer uma resenha boa ia fazer as pessoas fugirem do livro. Heheheheh. Da próxima vez vou ser menos contundente nas informações sobre o livro.
      Valeu Fernanda

      Excluir
  8. kkkkkkkk Marcola olha se fosse um concurso de resenhas vc sem duvida ganharia,te daria mil estrelas. Mas mesmo assim não leria o livro kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk valeu pelas mil estrelas . vcs não tem noção do quanto fico contente com os elogios. Espero que goste dos meus próximos textos.
      Abraços

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir