Resenha: A Elite



Título no Brasil: A Elite (Livro 02 da série A Seleção)
Título Original: The Elite
Autor(a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2013
Página: 360


SINOPSE DO SKOOB: A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.

America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.

America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.


A Elite é o segundo livro da série A Seleção (para ver resenha do primeiro livro, clique AQUI). E nele encontraremos novamente America, Maxon e Aspen, além de alguns outros personagens do livro 01.

Se você ainda não leu o livro 01, sugiro que não leia essa resenha. Apesar de não conter spoiler sobre o livro 02 em si é impossível não conter nenhum a respeito do livro 01 - afinal, o primeiro da a base pra muita coisa no segundo, senão tudo.
O que é A Elite em si? Porque esse segundo livro tem tal nome? Bem, falemos um pouco dessa parte então.

Em A Seleção eram 35 garotas brigando por Maxon, mas devido aos ataques achou-se mais seguro acelerar o processo de escolha e reduzir logo o número de participante para o da segunda fase. Essa segunda fase é "A Elite" das garotas, as 6 favoritas de Maxon entre as 35 originais.

Agora America não tem mais tantas certezas quanto possuía no livro 01. Pelo contrário, ela está cheia de dúvidas e constantemente se questiona sobre seus sentimentos a respeito de Maxon e de Aspen. Os dois fazem revelações a ela que tiram sua mente e coração dos eixos. 

Escolher Aspen é escolher o seguro e conhecido, escolher alguém que ela sabe que arriscaria a vida por ela e por quem ela faria o mesmo. Em relação ao príncipe, embora esse demonstre repetidamente que é capaz de lhe proporcionar o mesmo amor que acredita vir de Aspen, pesa a dúvida de que talvez ela não conseguisse se adaptar à vida de princesa, suas obrigações e a forma de se comportar que era exigida. Escolher Maxon não era apenas escolher o homem, como no caso de Aspen, significava escolher também a coroa e todas as responsabilidades que viriam com ela.

Por diversas vezes quis esganar America! Se eu pudesse teria entrado no livro, aberto a cabeça da menina e posto um pouco de juízo. Não por ela ter tido dúvidas (apesar de eu ter sido TeamMaxon desde que Aspen terminou com ela no livro 01), mas pelas coisas que ela faz movida por essa dúvida.


Mas nem só de um triângulo amoroso vive uma história.

O segundo livro da saga apresenta uma narrativa bem mais envolvente e madura que o primeiro. Agora não veremos apenas os problemas sentimentais dos personagens, mas também descobriremos como Ileia virou o que virou; descobriremos também maiores informações sobre os ataques dos rebeldes e os motivos políticos existentes por trás da Seleção.


Destaque para as gracinhas das criadas de America: Anne, Lucy e May. Se elas já eram adoráveis no livro 01, no 02 dá vontade de pegar no colo e trazer pra casa pra que elas possam ser as suas melhores amigas também.

Marlee é outro ponto forte nesse livro e os acontecimentos em torno dela vão surpreender muita gente.

Agora, a parte de como Ileia surgiu é, para mim, a sacada de mestre de A Seleção. Nunca, em meus maiores devaneios, eu pensaria que a autora criaria um início como aquele. Foi maravilhoso!

Ficou curioso? Quer ler esse livro! Então manda a ver e depois dá um pulo aqui pra contar pra gente o que achou.

Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Ótima resenha, parabéns! Eu to lendo A Herdeira ja, mas acabei parando por pura preguiça! Deu vontade de voltar a ler rsrs =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emille, as vezes essas coisas acontecem. A questão de A Herdeira é mais complicado porque como tem continuação e essa só será lançada em 2016 dá um pouco de agonia. Kkkk

      Excluir
  2. Ótima resenha, parabéns! Eu to lendo A Herdeira ja, mas acabei parando por pura preguiça! Deu vontade de voltar a ler rsrs =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Emile! Demoramos mas agora já temos resenha de todos os livros lançados dessa série aqui no Blog!

      Excluir
  3. Apesar de não ter lido o livro anterior eu li a resenha. E ameeei de novo. Quero demais ler essa série. Será meu próximo livro! Parabéns a resenha foi 10! Beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corajosa você! Ler a resenha sem ter lido o luvro anterior. Kkkk A série é realmente uma delícia, bastante envolvente.

      Excluir
  4. Li todos!! que historia maravilhosa! fiquei enfeitiçada !
    sua resenha é perfeita!
    Meus parabéns!
    um beijo!

    http://www.viciadosemleitura.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro de contos de fadas, mas ao mesmo tempo tem distopia e o romance não é cor de rosa demais. Acaba cativando. Rs

      Excluir
  5. Amo amo amo!!! Nem preciso dizer que amo essa série que vocês já estão cansadas de saber né.. rsrs

    Adorei a resenha Mari!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk. Pode repetir quantas vezes quiser Bruna! Kkkk

      Excluir
  6. li todos, amo de paixão mas tambem quis matar America muitas vezes, por estar em dúvida e por fazer burrice em varios momentos, sempre fui Team Maxton tambem <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até o meio do livro 02 até aceitei bem a dúvida dela,
      Mas dali em diante foi difícil de digerir. As burradas, então... Nossa!

      Excluir
  7. Acabei de ler todos e estou com saudades já. amei todos embora em relação ao primeiro a elite e mais maduro. Compartilho com vc a vontade de entrar no livro,mas no meu caso pra dar uns bons tapas America acorda menina!!! Maxon conquistou meu coração na Seleção,não por ser o príncipe, mas por ser um fofo <3
    Amei a resenha mari.bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizer que O fato dele ser o princípe não influenciou na minha decisão seria mentira, porque ele só agiu como agiu e teve algumas condutas perdoadas justamente por ser o príncipe e ter que participar de uma seleção.

      Mas achei os sentimentos dele mais verdadeiros em relação a America e foi isso o que mais me cativou.

      Excluir