Resenha: A Beleza de Um Cactos


Titulo no Brasil: A Beleza de um Cactos
Título Original: A Beleza de um Cactos
Autora Nacional: Mariana Ramos
Editora: Independente / Wattpad
Páginas: 70


Sinopse do Skoob: A Beleza de um Cactos é uma novela de drama que nos apresenta a história de Amanda, uma jovem inteligente e de temperamento forte que se vê obrigada a enfrentar traumas do passado e medos do presente na esperança de, com isso, poder salvar seu futuro.Em sua trajetória será auxiliada por Pedro, um rapaz que aprendeu com a vida que nem tudo é o que parece ser.
Atenção, embora faça menção, no prólogo, aos 3 fantasmas de natal, este não é um conto de natal e nem traz reais semelhanças ao conto de Dickens
.

Alguns livros e contos nascem destinados à polêmica: Lolita, 1984, Madame Bovary, O Evangelho Segundo Jesus Cristo. Os temas de cada um geram controvérsias, defensores e detratores irados. A lista é infinita. Quase todos são bons (sim, confesso que tenho problemas com Lolita, não com o tema, mas com o livro, acho chato). Algumas vezes nos deparamos com contos, livros, filmes que apesar do tema “espinhoso” são de uma delicadeza ímpar. Tão bem escritos que fica difícil encontrar quem fale mal deles.

No meio de um monte de romances e histórias super fofas (algumas nem tão fofas, já que são completamente baseadas em sexo sem sentido) fui pega por um conto com tema pra lá de polêmico e difícil. E a autora o tratou com tanta sutileza e propriedade que me fez perder (se bem que o melhor seria dizer ganhar) uma madrugada inteira devorando o conto. Já era algo em torno de uma da manhã quando pensei, "apenas mais um parágrafo". Não consegui parar antes do ponto final.


O que me chamou a atenção logo de cara foi o conto falar sobre a beleza do cactos. Nunca encontrei outra pessoa além de mim que visse beleza em cactos.

Que alguém se aventurasse a explicar de onde vem essa beleza então, me tirou do chão.

Aí comecei a leitura e sou jogada de encontro a uma menina, Amanda, uma adolescente comum. Com problemas comuns. Ou não.

Em cada linha, em cada sentença é possível ouvir Amanda, ver sua mudança, seu crescimento, sua dor e finalmente sua libertação. (Tô nem aí, dou spoiler mesmo)

Mas falei, falei, falei e não disse nada sobre o conto da Mari Ramos, A Beleza de um Cactos.

Não serei imparcial, vou encher mesmo a bola da autora.

Eu acho que deveria se tornar obrigatório em cursos de formação para professores. A descrição que a Mari faz da mudança de Amanda, de uma menina doce e sensível para uma lutadora e sobrevivente, deixa claro as mudanças que boa parte das vítimas de abuso infantil passam. Se mais pessoas conseguissem enxergar essas mudanças, talvez mais jovens pudessem ser ajudados.


Amanda muda, se transforma, radicaliza o visual e antes que enlouqueça completamente, encontra um anjo. Que não a cura completamente, porque isso é impossível. E aí vai mais um ponto para Mari, que soube colocar isso de forma magistral em seu conto. Esse anjo mostra para Amanda que ela é uma pessoa normal, que passou por uma experiência traumática, mas que, com ajuda, ela pode ter o controle de sua vida de volta e não mais ser controlada por medos, memórias sombrias e dores.

E onde fica o cactos nisso tudo!? Você não vai acreditar! É que... quer saber, não vou contar pra não estragar essa surpresa, mas ele está na história, pode acreditar, e é importante.

Ainda não foi ao wattpad ler? Tsc tsc tsc. Corre lá e confira, porque garanto que é uma leitura que vale muito a pena. Para ler a obra que, por enquanto, ainda está sendo fornecida gratuitamente no wattpad, clique AQUI.



Comente com o Facebook:

31 comentários:

  1. Eu acho lindo cactos . Além de quaze não dar trabalho como outras plantas. Já sobre abuso infantil e vítimas que conseguem se reerguer após essas tragédias, poucas encontram anjos para orientá las. Parabéns mary por abordar esse tema. Com certeza irei ler. Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fernanda! É um tema bastante complicado, realmente, mas achei que era uma história que merecia ser contada e que poderia ser capaz de ajudar algumas pessoas. Por isso me arrisquei a desenvolvê-la.

      Espero que goste da leitura! Bj

      Excluir
    2. Um assunto realmente bastante complicado e que merece ser abordado sim mari. Quantas garotas vivem na sombra do medo. Parabens pela iniciativa volto pra falar o que já sei.... Amei rsrs bjuss

      Excluir
    3. mari li e reli rsrsrsrs ja te disse que sou sua fã. Amanda e seu anjo ganharam meu coração <3 adorei cada pagina e pena que não tiveram umas 500 por que sem duvida leria todas. bjus

      Excluir
    4. mari li e reli rsrsrsrs ja te disse que sou sua fã. Amanda e seu anjo ganharam meu coração <3 adorei cada pagina e pena que não tiveram umas 500 por que sem duvida leria todas. bjus

      Excluir
    5. Que amor, Fernanda! Esse é, sem dúvida o meu bebê. Morro de orgulho dele e meu coração explode de alegria a cada elogio.

      Excluir
  2. Bel, eu não tenho nem palavras pra dizer o quão linda foi a sua resenha e o quanto estou agradecida pelas coisas que falou sobre minha obra.

    Muitíssimo obrigada!!! De verdade, até chorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua escrita pega a gente de jeito Mari. Você não precisa agradecer não, tratar um tema espinhoso (adoro trocadilhos) com suavidade e leveza e ainda por cima dando "dicas" de como lidar com o problema além de simplesmente expô-lo é para ser aplaudido e divulgado.

      Excluir
  3. Mariana, quando comecei a ler o conto achei muito pesado e pensei que não me agradaria. Mas fui me surpreendendo a cada momento com a sensibilidade com que foi abordado um tema tão real, tão marcante! Parabéns pelas linhas tão bem escritas, pelas associações que enternecem, pelas emoções transmitidas, pela pesquisa e orientações! Parabéns por reconhecer a beleza de um cactus, que nem todos percebem! Parabéns! Valeu a leitura, valeu a emoção! Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muitíssimo obrigada pelas lindas palavras! Fico muito feliz cada vez que alguém lê essa obra e gosta. Foi feita com muito carinho e cuidado.

      Excluir
  4. BelGoes, se eu não tivesse lido o conto, teria corrido para ler pois você desperta o interesse com a sua resenha tão bem escrita e também reveladora. Parabéns por captar toda a sensibilidade do conto e divulgá-lo de uma forma tão bonita! Uma boa leitura vale muito a pena! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilza, dessa vez se minha resposta se recusar a ir, vou criar um post só para te responder rsrsrsr.
      Obrigada pelo elogio, mas o mérito é todo da Mariana, ela é que despertou o meu melhor na hora de escrever a resenha. O conto dela é redondo, não tem o que acrescentar. Quando a matéria prima é boa o resultado final acaba saindo bem feito. Mas quando a matéria prima é da melhor qualidade, aí o resultado final é melhor ainda.

      Excluir
  5. Bel, linda apresentação
    Já está na minha biblioteca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, você vai amar... o texto da Mariana é cativante.

      Excluir
  6. Bel,
    Eu ainda não li o conto da Mari, mas depois dessa resenha e da competência dela, não posso deixar passar!! Vou ler com certeza :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daya, mesmo o tema sendo complicado o conto não afasta, não intimida. Ele é esclarecedor.

      Excluir
  7. As palavras da Bel Góes traduzem exatamente as impressões e sentimentos que eu tive ao ler essa novela. Só mesmo alguém dona de uma sensibilidade ímpar para nos mostrar a beleza que se esconde por trás de um contexto árido e espinhoso como o que a protagonista viveu. Parabéns Mari Ramos e também a resenhista Bel Góes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só "peguei emprestada" a sensibilidade da autora Deborah. O mérito é todo dela.

      Excluir
    2. Obrigada Deborah! Lindíssimas suas palavras! E vindo de você, que escreve tão bem me faz sentir realmente especial.
      Bjs

      Excluir
  8. Nossa, vou ler amanhã!!
    Deve ser maravilhoso, do jeito que Mari é inteligente e escreve de forma divina!!

    Parabéns Bebel, adorei a resenha! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, depois volta e nos diga o que achou? Eu amei, foi um prazer e uma honra fazer essa resenha. Doida pelo próximo...

      Excluir
    2. Bruna, tomara que você goste. Aguardarei ansiosa para saber o que achou.

      Excluir
  9. falar da BELEZA DE UM CACTOS
    e ter raiva da escritora
    RSRSRSRS
    ela fazer só um conto
    como não sou pedagoga
    vou escrever pouco
    mas eu tenho um resumo de quase duas paginas escritas para lhe mandar.( me passe os erros de escrita que eu edito o comentário RS )
    uma observação sobre o começo do livro ( Ainda bem que não tinha fantasma)
    Pedro e um amigo que todas querem ter.
    tentando escolher algo que mais me chamou a atenção em BELEZA DE UM CACTOS
    o que posso falar e quando Pedro começa a falar da planta carnívora como ele fazia analogia da sedução, acho que com essas palavras que ela começou a pensar nas possibilidades ( de como o Jonas agia)....
    o primeiro encontro do jonas com a amanda " à sós" foi muito tenso a cada paragrafo eu achava que ele ia conseguir alcançar o seu objetivo...
    chega
    Mari esse conto merece virar livro.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, vamos começar uma campanha para Mari aumentar o conto? Eu acho que Beleza merece um livro enorme. Eu quero conhecer a Amanda de antes, acompanhar todas as transformações dela e saber como ela vai ficar no final de tudo!
      Maaaaariiii, queremos Beleza em livro! rsrsrs

      Excluir
    2. Ana, assim você me emociona.
      Bel, A Beleza de um Cactos em livro? Será? Mesmo? Ok... Vou pensar no caso de vocês.

      Excluir
  10. Lindo! Eu tenho orgulho de ser um dos primeiros a ler essa novela, acompanhei cada capítulo na fase de produção.

    Parabéns Mari!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Alessandro, o conto da Mari é deslumbrante. Uma verdadeira aula. Sorte a sua ter sido um dos primeiros a ler, morri de inveja!

      Excluir
    2. Verdade Alessandro. Você foi literalmente o primeiro a ler completo. Kkkk

      Saudades da época dos desafios.

      Excluir
  11. Bebel, resenha perfeita. Assim como você, fui "espetada" pelo cactos. Realmente há beleza, mas é uma beleza que só pessoas sensíveis conseguem enxergar. Amo esse conto e acho que deve ser lido por todos. Uma história que nos faz refletir. Parabéns Mari.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreza sua linda! A resenha só ficou boa porque o conto da Mari é muito bom. Aí fica fácil rsrsrsrs
      Obrigada pelo carinho.

      Excluir
    2. Obrigada Andrezza. Feliz por você ter lido e gostado. <3

      Excluir