Resenha: Dançando sobre Cacos de Vidro



Título no Brasil: Dançando sobre cacos de vidro
Título Original: Dancing on Broken Glass
Autor (a): Ka Hancock
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 336



Sinopse: Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.




Olá leitores, 




Venho trazer para vocês um livro que amei, chorei rios de lágrimas, gritei de felicidade e tristeza. Foi um livro que me marcou, que até pensando o que falar dele e lembrar, dá vontade de chorar novamente. Que livro é esse??? 

Uma amiga falava tanto dele, "Daya você precisa ler Dançando sobre Cacos de Vidro", que acabei comprando. Li e quando terminei, estava com os olhos inchados. A história é linda, triste e nos emociona o tempo inteiro. 

Em Dançando sobre Cacos de Vidro vamos conhecer Lucy, uma mulher que perdeu o pai quando era muito criança e pouco depois a mãe veio a falecer de câncer de mama. O câncer é uma doença que vem perseguindo a família, além da mãe, a avó e a tia também morreram por causa dessa doença. Lucy só possuia apoio nas irmãs mais velhas, Lily e Priscila, e na população da cidade onde elas moravam.



As irmãs viviam com medo, com receio pensando quem seria a próxima a ter a doença. Na sua festa de aniversário, Lucy conhece Mickey, de cara eles se sentem atraídos e com muita coragem, ela entrega seu número para ele. Mas ele não liga e ela fica sem entender o que pode ter havido.

Depois de um tempo Lucy encontra com Mickey em um hospital e ele conta a sua verdadeira história para ela, dizendo que sofre de distúrbio bipolar. Lucy já tem problemas pessoais, seus medos com o câncer e tudo que a rodeia. O que poderia acontecer quando duas pessoas com todos esses problemas resolvem se unir? 

Mesmo assim, Lucy aceita a paixão e amor que existe entre eles. Ela sabia que teria um problema muito maior para enfrentar convivendo com Mickey, porque os dias dele eram oscilantes - ora muito feliz, ora tudo um desastre de tanta infelicidade.

Fiquei apaixonada por Lucy, uma mulher forte e determinada. Depois de tudo que passou na infância e depois que conheceu Mickey, ela merece meus parabéns! Mesmo a vida querendo te derrubar, ela se manteve de pé para ser feliz. É uma mulher atenciosa, amorosa, vive uma vida simples e encantadora.
"Acariciei o rosto de Mickey e pensei naquele dia, muitos anos antes, quando Gleason me falou como seria a nossa vida. Não demorou para que eu entendesse o que ele quisera dizer. Cacos de vidro. Nesse momento, estávamos descalços e dançando sobre um mar de cacos de vidro. Por mais verdadeiro que isso fosse, porém, Mickey sabia que eu dançaria com ele para sempre se pudesse, mesmo que meus pés sangrassem."

Também me apaixonei por Mickey! Teve um momento que fiquei muito triste e com raiva dele, não acreditando no que ele estava fazendo. Mas mesmo assim, por tudo que ele passa desde a infância, conseguiu achar uma mulher maravilhosa que lhe deu apoio e sustento quando precisou. 

Nunca imaginei como uma pessoa bipolar vive, é triste ver o que ele passa todos os dias, quando ele tem os seus momentos graves com a doença é comovente, choramos junto com ele e Lucy. Ele decide viver e lutar pela vida, por Lucy, é lindo o amor que ele sente por ela.

No livro vamos conhecer também um pouco sobre as irmãs de Lucy, duas mulheres guerreiras, que vivem com medo de serem as próximas a desenvolverem câncer e morrerem. Lily e Priscila são completamente diferentes de Lucy. Pris é independente, linda, metida, chega a ser insuportável, mas com o decorrer do livro cosnsegui entender porque ela vivia daquela forma; e Lily é uma mulher alegre, envolvente, encanta a todos, casada com um homem que é amigo de todos. 

"Para muita gente, esse abismo não existe, mas ele é uma ameaça real para quem sofre de transtorno bipolar. Sei que pareço um dependente químico, mas nenhuma droga causa a mesma sensação que a loucura quando está prestes a nos dominar, nem o desespero que vem imediatamente após você ter cedido a ela."
O amor de Lucy e Mickey é lindo de ver, é uma relação de companheirismo. O risco que eles viviam para estar juntos. Toda vez que Mickey caía no abismo da sua doença, Lucy estava lá para ajuda-lo a levantar, a viver um novo dia. Esses momentos são incríveis!! Não tem como não se emocionar.

Como diz na sinopse, depois de 11 anos juntos, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Será que esse amor consegue ultrapassar mais essa barreira? Será ele suficiente?

Ainda bem que ouvi minha amiga e li esse livro extraordinário. É um livro que todos deveriam ler!!! Em Dançando sobre Cacos de Vidro podemos ver claramente o amor, a superação, a compaixão, a amizade e para quem gosta de livros emocionantes vai amar. 


Curiosidades:

Ka Hancock é enfermeira em uma ala psiquiátrica e usou de toda sua experiência quando escreveu seu primeiro livro, Dançando sobre Cacos de Vidro.

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Eu estou sem palavras... Uma resenha perfeita amiga, que dá vontade de você mergulhar nessa história e querer saber o que vai acontecer com cada um desses personagens. Sabemos que as duas doenças aqui expostas são nada fáceis de ser enfrentada. Mas pelo jeito, acima de tudo o amor prevalece o que é uma coisa raríssima de ser hoje em dia! Sinto que se fosse ler esse livro iria sair destruída! Mas vai para minha lista de leitura sim!
    Obrigada por nos apresentar um livro tão bom!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isa,
      Sinto informar que você vai sair destruída mesmo rs, masss vale muito a pena ler!!!
      Pode colocar na sua lista.
      beijos

      Excluir
  2. Daya, todas as resenhas que leio sobre este livro são emocionantes, mas a sua finalmente me fisgou. Mesmo conhecendo o livro faz tempo, ainda não tinha me despertado a vontade de ler. E sua resenha fez exatamente isso. Colocando na lista de desejados.
    Parabéns pela resenha. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia,
      Eu amei esse livro e agradeço a minha amiga fazer eu ler!!
      Obrigada e leia rsrs
      beijos

      Excluir
  3. Ai, Day, me deixou com vontade, mas eu ainda não tive coragem de pegar nele rsrs. Comprei e sei que vou me desidratar de tanto chorar... mas vou tentar ler em breve rsrs.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia,
      Também fiquei com medo, minha amiga pegou o livro e falou leiaaaaaa!!
      Ela emprestou o dela e acabei devolvendo, comprei o meu e li!!
      beijos e bons choros

      Excluir
  4. Daya, sou louca pra ler esse livro. Dizem ser maravilhoso e sua resenha só aumentou ainda mais o meu desejo de conhecer essa obra!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari,
      O livro é maravilhoso e sei que você vai gostar!!!
      Obrigada,
      beijos

      Excluir
  5. Oi amiga. Eu sempre ouvi falar desse livro. Tenho um pouco de medo de ter final triste... e por isso ainda não li ele. Fico deprimida quando acaba com final triste. Mas achei sua resenha fantástica... deu até vontade de dar uma chance!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreza,
      O final é triste, mas é lindo!! Podemos ver que o amor supera tudo...
      beijos

      Excluir
  6. Um dos livros mais lindos que já li!
    Entrou pra minha lista de livros favoritos da vida!
    Uma lição de vida e de amor verdadeiro.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna,
      Livro lindo demais...
      faz parte da minha lista de favoritos também.
      beijos

      Excluir