Filmes & Séries: Sherlock Holmes através do tempo



“Elementar, meu caro Watson.”, você provavelmente já ouviu essa célebre frase que é atribuída ao detetive mais famoso do mundo, Sherlock Holmes. Só que  ela nunca foi realmente proferida pelo protagonista em nenhum dos livros publicados pelo seu escritor, Sir Arthur Conan Doyle, entretanto está tão intimamente ligada ao famoso personagem, tanto no cinema quanto na televisão, que virou referência.

 Seu autor, o médico inglês Sir Arthur Conan Doyle, publicou 4 livros e 5 contos com famoso investigador, entre 1887 a 1927. Em todas histórias, Sherlock e seu fiel assistente Dr. Watson desvendam crimes misteriosos através da dedução lógica e da metodologia cientifica. A capacidade dedutiva e perceptiva do detetive era capaz de distinguir fragrâncias femininas de masculinas em condições ínfimas, bastava que uma mulher tivesse escrito uma carta para ele reconhecer o cheiro do seu perfume no papel; conhecia um jornal pela sua tipografia, sabia a história de vida de uma pessoa através da análise de um pertence pessoal que estivesse em sua mão, isso tudo, no século XIX.

Suas deduções são tão impressionantes e surpreendentes que suas aventuras renderam várias adaptações literárias e cinematográficas. Fizemos uma compilação com as melhores versões:

Clássico Holmes

Considero os clássicos os filmes que tentam se manter fiel a obra original. Nela, o doutor Watson é um médico do exército que se feriu na Índia e por isso é aposentado cedo, sem ter onde morar, acaba dividindo um apartamento com um estranho, esse endereço é fictício mas ficou tão famoso que muita gente sabe de cor, o 221B da rua Baker Street. O estranho não é ninguém menos que Sherlock que acaba se tornando o seu melhor amigo e parceiro de investigações. É Watson quem narra todas as aventuras em primeira pessoa.

A história do famoso detetive se tornou um daqueles casos em que a criatura é mais famosa que seu criador, Conan Doyle resolveu “matar” o personagem em 1911, porém houve tantos protestos dos fãs, alguns violentos, que ele teve que voltar atrás e “ressuscitá-lo” com a desculpa de que havia forjado sua própria morte para poder investigar melhor um caso.

Entre esses filmes clássicos,destaco as  3 versões de “O Cão dos Baskervilles”: 1939, 1959 e 2002; e “As Aventuras de Sherlock Holmes” de 1939.


Holmes no Brasil

Além das obras do criador, o personagem aparece em outras publicações de diversos autores, uma vez que seus direitos já caíram em domínio público. Como em O Xangô de Baker Street do apresentador e escritor brasileiro Jô Soares, nessa versão, Holmes embarca numa aventura em plena boemia carioca. Houve uma adaptação cinematográfica lançado em 2001:


O Jovem Sherlock Holmes

Para sanar a curiosidade sobre a juventude de Sherlock, podemos indicar: “O Jovem Sherlock Holmes” de Andrew Lane, essa série de livros publicados pela editora Intrínseca aborda suas aventuras iniciais, a partir dos 14 anos. 

Booktrailler: 

Não é a primeira vez que uma versão mais jovem do investigador é explorada, em 1985 o filme “O Enigma da Pirâmide” lhe representa como um estudante de uma escola pública, essa adaptação lembra bastante os filme de Indiana Jones.


Holmes Hollywood

Nessa franquia, iniciada em 2009, que o detetive usa a força juntamente com seu cérebro, num filme que abusa de efeitos especiais e ação. Com Robert Downey Jr., Jude Law e Rachel McAdams. 



Sherlock Contemporâneo

Que tal um Holmes no nosso século. Essa é a premissa da série “Sherlock” que se encontra na quarta temporada pelo canal BBC.


Aventura não pode parar

O ator Ian McKellen também conhecido como Magneto na franquia dos X-men vai estrelar em 2015 “Mr Holmes”. Com 93 anos, esse poderá ser seu  último mistério e além da investigação vai enfrentar outro grande desafio: a deterioração de sua mente.


Curiosidade

Vocês sabiam que o personagem de seriado Dr. House foi inspirado no detetive inglês? Qualquer semelhança não é mera consciência.



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário