Cantinho da Daya: O treinador do meu sobrinho


Título: O treinador do meu sobrinho
Autora Nacional: Vanessa Gramkow
Páginas: 146 
Ano: 2017
Editora: Ella


Oi, pessoal!

Hoje vou trazer a resenha da autora nacional Vanessa Gramkow. Desde o começo, fiquei muito intrigada com esse título e com a sinopse,  pois é o estilo de livro que gosto e queria conhecer a história de Duda.

A protagonista é uma ex-modelo famosa, que largou tudo para se dedicar ao sonho de ser fotografa. Duda passou por momentos difíceis, perdeu os pais muito nova e foi criada pela irmã mais velha. Com o decorrer do tempo, acabou criando "muralhas" no seu coração, levando uma vida solitária, longe da família, dos amigos e não se apaixonando por homem algum. Ela não troca a sua liberdade por nada nesse mundo, prefere curtir o momento.

Como presente de aniversário, Duda resolve dar para o seu sobrinho um book de fotos, feito por ela, do campeonato de tênis que ele vai participar. Ela abre um espaço na agenda lotada e vai ao encontro da família.

O Marco Leu: Psicose - Robert Bloch


Título no Brasil: Psicose
Título Original: Psycho
Autor (a): Robert Bloch
Idioma: Português
Gênero: Ficção – Romance/Novela, Suspense
Editora: Darkside
Ano: 1959
Páginas: 260

A pergunta de hoje que vale um milhão é: Será possível gostar muito de um livro  cheio de surpresas, mas você já sabe antes, tudo que vai acontecer? Se estivermos falando de “Psicose” de Robert Bloch a resposta é “SIMMMMM!!!”. Sou fã de Hitchcock, o responsável por imortalizar esta trama com a antológica cena da mocinha que é esfaqueada durante o banho.Se você não viu o filme ainda assim deve saber do que estou falando. Mesmo conhecendo previamente todas as surpresas, a leitura foi tão deliciosa que me empolgou em registrar para vocês minhas impressões.

Bloch, se inspirou no caso real de Ed Gein, um psicopata que assombrou os Estados Unidos em 1957, dois anos depois ele lança o livro e malandramente cita o caso no meio da história. A mente doentia do protagonista Normam Bates, influenciada pela mãe autoritária, é maravilhosamente construída por Robert. Tornando esse complexo distúrbio da mente compreensível até para aqueles, que como eu, não entendem bulhufas de Psiquiatria.

Leituras da Mari: Anne's Song (A Canção de Anne - Catherine Anderson


Título Original: Anne's Song
Autora: Catherine Anderson
Idioma: Inglês
Editora: Avon Books
Ano: 1996, relançado em 2013
Páginas: 416

Nascida em 1947, Catherine Anderson é autora de inúmeros romances, cujos títulos sempre apareceram entre os Best Sellers estrangeiros. Infelizmente, é também uma autora ainda não conhecida pelos brasileiros, por não ter uma obra traduzida para o português.

Anne era conhecida como a "idiota" da cidade. Filha do Juíz, ainda criança havia sido acometida por uma febre muito forte e a partir daí seu comportamento começou a mudar. Os pais, procurando proteger a ela e a si, optaram por afastá-la do convívio social após uma situação considerada desconcertante por toda a cidade. 

Apesar de todos os pesares e de sentir-se muito solitária, Anne encontrava felicidade no convívio com a natureza.. Agora Anne era uma moça em idade de casar, considerada por todos com idade mental de 06 anos, e que corria livre pela proximidade da região da cachoeira. Cientes de sua "deficiência mental", todos os homens a deixavam em paz... Todos, exceto um.

Devaneios da Bel: Noiva até Sexta


Título: Noiva até Sexta
Título Original: Fiancé by Friday
Autor: Catherine Bybee
Tradutor: Sandra Martha Dolinsky
Número de páginas: 280
Idioma: Português
Editora: Verus Editora
Ano: 2017
Gênero: Romance, Romance Estrangeiro

Sinopse Verus Editora: O terceiro livro da série Noivas da semana Gwen Harrison: a bela filha de um duque inglês se mudou para os Estados Unidos para cuidar da agência de casamentos de sua cunhada. Só porque ela agora é a chefe da agência, não significa que não possa fantasiar um encontro perfeito com o enigmático Neil MacBain, o guarda-costas que vem tornando seus sonhos um tanto quanto agitados. Mas negócios são negócios, e é melhor Gwen não se deixar envolver. Neil MacBain: o ex-fuzileiro naval não pode negar o efeito da aristocrata Gwen em sua alma atormentada e seu corpo esculpido pela rotina militar. Mas ela é cliente dele, e manter distância é fundamental — até uma ameaça do passado de Neil retornar e Gwen se ver no meio do fogo cruzado.
 Agora depende de Neil decidir o que é mais importante salvar: sua carreira, sua vida... ou a mulher que conquistou seu coração.

Uma lady – duquesa – inglesa poderia ser feliz com um simples guarda-costas que sofre de Estresse Pós-Traumático?

Esse pode ser o melhor resumo do livro, porque ele é bem isso. Uma superprotegida e nada delicada nobre inglesa conhece e se apaixona perdidamente pelo chefe de segurança de seu irmão. Só que o “guerreiro highlander do século dezesseis” sofre de estresse pós-traumático por conta das missões que participou. Ele era um Special Ops – chefe das Operações Especiais. Algo quase mais secreto do que a CIA, então podemos imaginar muito sobre esses homens – e mulheres – porque como nada se sabe realmente sobre eles todas as teorias são válidas.

O livro é rápido e fácil, levei pouco mais de quatro horas para ler as 280 páginas do e-book. Gwen, ou lady Harrison, como Neil insiste em chamá-la, não é o clichê de nobre que se espera depois de tantos livros e filmes retratando a realeza. Ela não é fresca, não é mimada, não é intransigente. Muito pelo contrário, é uma pessoa rica, mas pé no chão. Não passou necessidades, mas sabe que a vida não é um mar de rosas.

Clássicos da Deh: Subconsciente



Título no Brasil: Subconsciente
Autora: Camila Dornas

Editora: Arwen
Páginas: 405
Ano: 2016 

Anos vinte, Paris. Olga Chevalier vive num cortiço com o irmão mais novo, Jean. Sua vida nunca foi fácil e, como se não bastassem as batalhas que trava todos os dias para sobreviver com o mínimo de dignidade, ela precisa lidar com um dom sobrenatural que a coloca nas mais diversas e perigosas situações. Seu talento tem um preço, é um fardo. Sobreviver pode ser uma questão de manter os olhos abertos, mas isso ela não pode controlar.

É esse mesmo dom que acaba por colocá-la no rastro de um assassino.

Apesar das inúmeras lembranças tristes e do contexto desanimador em que vive, a protagonista é uma jovem forte e determinada, não foge dos desafios e imerge cada vez mais fundo nesse mistério a fim de descobrir quem está por trás da morte de uma mulher com a qual trabalhava.